Biblioteca Gaiman: volume 1

Retipatia
Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.

Prepare-se para entrar na incrível Biblioteca Gaiman que reúne cinco histórias em quadrinhos de um dos mestres da fantasia: Neil Gaiman! De anjos à dentes de sabre, de gatos pretos à escritores em crise e de uma arlequinada à uma filha das corujas, uma coisa é certa, o mistério, o terror, o improvável, a surpresa e o sobrenatural se unem à fantasia para fazer o que Gaiman faz de melhor: contar boas histórias que alimentam nossa alma.

Biblioteca Gaiman: volume 1
Neil Gaiman | Shane Oakley | Michael Zulli | Todd Klein | P. Craig Russell | John Bolton
Tradução Stephanie Fernandes
Intrínseca | 2021 | 288p.
Disponível em Amazon
“Os últimos anos têm sido difíceis.
Quando a carga de várias situações fora do nosso controle pesam cada vez mais em nossos ombros, viajar para um outro mundo seguro e emocionante é um alívio cada vez mais importante. Damos a isso o nome de escapismo, porém não interpreto essa prática como uma fuga da realidade em si, embora possa ser, se assim desejarmos. Vejo mais como um descanso mental possibilitado pela imersão, em que podemos sentir a vida mais leve, tirar uma folga de nossas preocupações e ter a liberdade de sentir com a guarda baixa, sem medo, nem que seja por alguns minutos.” Trecho do Prólogo de Cris Peter
Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.

Sobre Neil Gaiman

Neil Gaiman nasceu na Inglaterra, onde começou a carreira como jornalista. Mas logo o talento para construir tramas e universos únicos o levou para o mundo dos quadrinhos, e depois para a ficção adulta e infanto-juvenil.

Sinopse de Biblioteca Gaiman

Para honrar o gênero que consagrou Neil Gaiman, a Intrínseca dá início à publicação de um projeto inédito e exclusivo, uma coleção que reúne histórias do autor adaptadas para os quadrinhos por artistas renomados: a Biblioteca Gaiman. Em edição de luxo, o primeiro volume traz cinco histórias que contêm a estranheza subversiva característica das obras de Gaiman. Histórias que ganharam vida com as artes dos brilhantes Shane Oakley, Michael Zulli, P. Craig Russell e John Bolton.

Na trama que abre a coletânea, As noivas proibidas dos demônios desfigurados da mansão secreta na noite do desejo sinistro, um escritor com bloqueio criativo muda os rumos de sua inspiração após uma visita inesperada e uma conversa sincera com um corvo. Em Criaturas da noite, Gaiman une o mundano ao sobrenatural, uma de suas marcas registradas, em uma história sobre gatos pretos misteriosos, corujas e demônios. Na obra seguinte, Mistérios divinos, um cigarro compartilhado entre dois homens dá início a uma trama sobre o primeiro assassinato do mundo. Em A verdade sobre o desaparecimento da srta. Finch, uma mulher que não se chama srta. Finch desaparece após participar da atração de um circo estranho, macabro e um tanto quanto feroz. Por fim, subvertendo a clássica história de amor entre Arlequim e Colombina, Arlequim Apaixonado começa com uma mulher encontrando um presente sanguinolento em sua porta.

Para o autor de Deuses americanosCoraline e tantos outros clássicos, escrever envolve quebrar regras, desafiar limites, se render ao inesperado e construir mundos em que o surreal e o cotidiano se unem em narrativas fantásticas, sombrias, poéticas — e assustadoramente reais. Prepare-se para conhecer uma edição especial e inesquecível e mergulhar em histórias que só Neil Gaiman poderia contar.

Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.

Biblioteca Gaiman: volume 1

Biblioteca Gaiman é uma coletânea de HQ’s de autoria de Neil Gaiman em parceria a ilustradores (tão incríveis quanto ele), e que traz um pouco do que é a magia Gaiman. Ou a fantasia de Gaiman. Unindo histórias que brincam com o sentido de realidade, fantasia, medo, horror e crenças, o que essa edição luxuosa nos traz é um belo convite à uma realidade alternativa.

Talvez, um convite para sair da realidade sobrepujante que está cada dia mais difícil de lidar. Perfeita foi a colocação de Cris Peter quando disse, no Prefácio da Biblioteca, que vivemos tempos difíceis e que a arte, e aqui a fantasia, em especial, é mais do que a ideia de um escapismo da dolorida vida. É a chance de recarregar as energias, a chance de se reinventar, de rever o mundo com novos olhos e, vez por outra, mais do que amparo, se necessário, é também o local em que encontramos abrigo, refúgio e guarida.

O primeiro volume da Biblioteca Gaiman traz cinco histórias, as quais vou falar um pouquinho da experiência que a leitura trouxe, a seguir. Mas, antes de mais nada, é bom adiantar que você corre um sério risco de pegar a Biblioteca Gaiman, abrir a primeira página e ser engolido para um mundo do qual, não importam as bizarrices, você não quer se desgrudar, até a última página. Especialmente, é um mundo o qual você desejará rever em breve, seja numa releitura, seja no já aguardado volume dois da Biblioteca Gaiman.

Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.
As Noivas Proibidas dos Demônios Desfigurados da Mansão Secreta na Noite do Desejo Sinistro – Neil Gaiman & Shane Oakley

Um escritor com bloqueio criativo tenta seguir com seu trabalho, pautado na realidade, e, quando se vê sem saída, não apenas alguns acontecimentos estarrecedores surgirão ao seu redor como um corvo irá recomendar-lhe que ele escreva fantasia.

Uma das melhores coisas de As Noivas dos Demônios da Mansão Secreta na Noite do Desejo Sinistro (além do longo título, que pede respiro e um gole de ar para ser dito em voz alta), é a dicotomia realidade x fantasia/ficção que é explorado ao longo da trama. Não apenas a brincadeira com a ideia se dá no campo da história que o autor está tentando escrever, como também no mundo ao redor dele. E, de um modo interessante, a pergunta que paira durante toda a história é: afinal, o que é a realidade? O que é fantasia?

Unida à arte incrível de Oakley, a história se faz com traços e um estilo gótico impecável, uma das minhas favoritas da Biblioteca Gaiman, mesclando cores e P&B de modo a diferenciar as linhas narrativas. A típica ideia de uma história dentro de outra história, enquanto temos em mãos a nossa própria história a lê-las, traz um fôlego bem Gaiman, por assim dizer, à HQ de abertura da Biblioteca.

Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.
Criaturas da Noite: O Sacrifício e A Filha das Corujas – Neil Gaiman & Michael Zulli & Todd Klein

Em O Sacrifício, um escritor acolhe gatos em casa com sua família e as coisas começam a ficar um pouco estranhas depois que um gato preto, chamado Gato Preto, aparece. Além de quase todas as manhãs o animal aparecer todo machucado, há algo de estranho acontecendo com a família. É hora do escritor descobrir o que está acontecendo.

Em A Filha das Corujas, uma bebê é deixada à porta de uma Igreja e, apesar da aparência humana da garotinha, os locais acreditam que ela é filha de corujas. A decisão inicial seria a execução, mas a criança acaba sendo criada isolada num antigo convento junto a uma ex-freira. O que ninguém esperava é que a criança se tornaria em uma mulher belíssima e que isso chamaria a atenção dos homens da vila.

A arte das histórias de Criatura da Noite são lindas, cada quadro da HQ parece, de fato, um quadro que você poderia dependurar na parede para admirar. Ambas as histórias, apesar de se passarem em locais e épocas distintas, se fundam no mesmo princípio: superstição. Em O Sacrifício, temos a ideia de que gatos pretos trazem azar (uma ainda bem popular nos dias de hoje, infelizmente). E em A Filha das Corujas temos por outro lado, uma ideia não tão conhecida: crianças humanas paridas por corujas. Unindo superstição à arte impecável, mais a história bem trabalhada, a surpresa pode não ser o prato principal, mas a jornada aqui conta muito mais do que a revelação que está por vir. Afinal, o quanto daquilo que tememos é real e, especialmente, quem ou quais são os verdadeiros monstros que deveríamos nos preocupar?

Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.
Mistérios Divinos – Neil Gaiman & P. Craig Russell

Em Mistérios Divinos um jovem encontra um desconhecido e, entre um cigarro e outro, ouve uma história sobre o divino, anjos e o primeiro assassinato. Um que ocorreu antes mesmo do universo existir.

Essa é a história mais longa da Biblioteca Gaiman e isso está longe de ser um comentário negativo. Tanto quanto as demais, ela fisga você logo nos primeiros quadros, te segura pelas mãos e diz, vamos, eu tenho uma boa história para contar. Você segue sem medo, mas não deixa de se surpreender aqui e acolá, porque a certeza que existe é a de que nem tudo que se vê, nem tudo o que se aparenta, o é.

É interessante como a história faz e refaz as concepções da criação do universo, a ideia de bem e mal, do divino, de justiça e justiça divina. Usando uma base teológica para seguir a história que o desconhecido narra, somos apresentados também ao pano de fundo da história do ouvinte. Aquele sentado no banco e nós aqui, segurando o livro, lendo. Porque, independente de como você interprete essa história – acredite, as acepções possíveis são várias -, a certeza de que o mundo gira num tempo muito mais dele do que nosso é uma certeza. Assim como entender desígnios divinos (ou universais) são tarefa que talvez levemos a vida toda para apreender e, ainda assim, deixemos campos abertos para interpretação.

Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.
A Verdade Sobre o Desaparecimento da Srta, Finch – Neil Gaiman & Michael Zulli & Todd Klein

Um escritor se hospeda em um hotel para conseguir terminar um prazo, mas acaba aceitando o convite de um casal de amigos para jantar. Tudo para acompanhá-los e à Srta. Finch, que está visitando a cidade, para uma noite de sushi. Mas um entretenimento antes da comida cai bem e assim eles se deparam numa visita ao Teatro dos Sonhos Noturnos.

Talvez você chegue nessa parte acreditando que a mente de Gaiman não pode mais te surpreender e lhe pregar peças. Mas é certo que, se o seu pensamento for esse, você está completamente enganado. Não apenas você como também todos os personagens de A Verdade Sobre o Desaparecimento da Srta. Finch. Que, na verdade, não se chama Srta. Finch.

A história é um prato cheio do circo de horrores. E, como Gaiman gosta de entregar o jogo antes de tudo, você começa a história pelo fim e então, o começo e o desenvolvimento. O fim se encaixa e você sabe que ele funciona bem melhor no começo porque a capacidade de Gaiman de lhe entregar o mistério de cara e mesmo assim te prender durante toda a história…. isso apenas alguns têm a capacidade de fazer bem feito. E essa história prova que Gaiman faz de um tudo, com perfeição.

Resenha da coletânea Biblioteca Gaiman: volume 1, publicado em 2021 pela Intrínseca.
Arlequin Apaixonado – Neil Gaiman & John Bolton

É Dia dos Namorados e o Arlequin está zanzando por aí para cometer algumas travessuras. Como espetar seu coração na porta da Missy, a garota por quem ele jura estar apaixonado. Mas Missy quer saber de onde veio aquele coração e, especialmente, o que ela deve fazer com ele.

Talvez essa seja a história que menos teve um apelo para mim. Não apenas por não simpatizar com a figura do Arlequin, mas também a arte da HQ não é dos estilos que eu mais aprecio. Contudo, é bom eu dizer que sim, é uma boa história de Dias dos Namorados. Mas, pela inversão de papeis da história, fui pega de surpresa pela revelação do desfecho, o que foi bem legal. Além disso, depois da história, há um texto chamado ‘Notas sobre a obra’ que fala da origem do Arlequin nas mais diversas culturas e povos. Confesso que gostei mais de ler sobre ele do que da história em si.

O balanço final não poderia ser diferente: leiam HQ’s, leiam Neil Gaiman, leiam a Biblioteca Gaiman! Você precisa de fantasia correndo junto ao seu sangue tanto quanto de ar para seus pulmões.

Aleatoriedades

Biblioteca Gaiman: volume 1 foi recebida em parceria com a Editora Intrínseca!

As dicas para quem quer se aventurar pelo mundo das HQ’s são: Nimona | Descender | Francis | A Noite dos Mortos-Vivos. E claro que João & Maria e Coraline não poderia ficar de fora, ainda que não seja a versão em HQ (que sonho que a Intrínseca republique no Brasil), mas que é do incrível Neil Gaiman.

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia

2 thoughts on “Biblioteca Gaiman: volume 1

  1. Eu sabia que só aqui encontraria mais e mais motivos para desejar ainda mais ter essa lindeza em mãos!
    Babo mesmo, sem vergonha nenhuma, no carinho de suas fotos e Neil merecia tudo isso.
    Tá, eu só li um livro dele, mas claro que leio resenhas, leio sobre e a chegada desse primeiro livro, mexeu com todas as estruturas possíveis.
    Quero demais!!!!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

Repense, renove, rediscuta...

%d blogueiros gostam disto: