Francis ♥ Loputyn

Retipatia
Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.

Uma bruxa, uma sucessão ao carga de alta Sacerdotisa. Duas bruxas. Uma noite decisiva. Uma invocação perigosa. Incontrolável. Francis: a HQ sensual e repleta de magia escrita e desenhada por Loputyn irá enfeitiçar você! Cuidado com eventual vontade de convocar espíritos e fazer magia!

Francis
Loputyn
Tradução de Maria Clara Carneiro
2019 | 96 páginas
DarkSide Books

Disponível em Amazon

“A liberdade vale séculos de vazio e escuridão?”
Sobre Loputyn

Loputyn, nome artístico de Jessica Cioffi, vive e trabalha em Bréscia, Itália. Frequentou a Academia de Belas Artes de Bergamo, mas dedicou-se, como autodidata, aos quadrinhos e à ilustração. em 2015, publicou sua primeira história em quadrinhos. Cotton Tales, um conto de fadas vitoriano, e, em 2016, uma coletânea com suas ilustrações preferidas. Com seu trabalho,, participa de diversos eventos de moda lolita.

Sinopse de Francis

Francis é uma fábula encantada em que doçura e escuridão existem lado a lado. Melina é uma jovem bruxa sem limites e Francis uma raposa que é muito mais do que aparenta. A Alquimia e a busca pela liberdade vão guiar o coração desses dois seres mágicos da floresta.

Com seu traço aquarelado, rico em tons pastéis, Loputyn apresenta uma aventura fascinante com elementos mágicos e mostra que todos temos luz e trevas dentro de nós. Com um estilo que referencia a moda lolita e faz o leitor mergulhar em um sonho quase etéreo, Francis é uma história sobre entender que sua trajetória pode não ser aquela que você imaginava, e como descobrir sua identidade é um processo tão íntimo que magia alguma pode acelerar ou alterar.

Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.
Francis: a história

Melina está prestes a passar pela maior prova de toda sua vida: ela e sua melhor amiga, Camélia, farão testes para descobrir quem será a próxima Alta Sacerdotisa.

O problema é que Melina passou todo o tempo que deveria estar se preparando, fazendo poções e materiais para a prova, se divertindo. Não que ela não saiba que o teste é importante, mas também, todo divertimento não lhe causa arrependimento.

Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.
“É verdade… Vivo no clã desde que eu nasci. Mas lá que era para ser a minha casa, me parece uma prisão.
E nunca fiz nada para mudar as coisas…
Francis, por outro lado, parece sentir-se preso se não muda continuamente de forma.
Está sempre frenético, seguindo em frente, como se fugisse. Como se não quisesse ser alcançado.”

Seu sentimento é um único, o de que ela não pertence àquela lugar. Ainda assim, também não deseja desapontar a Alta Sacerdotisa, e, numa tentativa um tanto quanto louca e impensada, ela invoca um espírito para ajudá-la a conseguir os ingredientes que precisa para a prova do dia seguinte.

Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.

É quando surge Francis, o espírito que ela invoca e toma a forma de raposa. Mas, o que Francis tem a oferecer, não é exatamente o que Melina imaginava. É algo mais. Mais profundo, íntimo, sombrio. Algo que Melina tentou reprimir a vida inteira, mas que agora, tem a chance de deixar fluir por suas veias até extravasar em sua magia.

Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.
“Não imaginei… Que eu tivesse toda essa escuridão escondida em meu coração.”
Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.
Francis: a bruxa e a raposa

Confesso que eu peguei essa HQ para ler há alguns meses, lá em junho, cheia de expectativas. Eu já admirava o trabalho da Loputyn acompanhando pelo Instagram @loputyn, mas nada poderia ter me preparado para o que eu encontraria nas páginas de Francis. Não foi apenas um gostar, amar, é uma questão que se relaciona bem mais com a identificação. Sem contar seu estilo de desenho, o qual sou apaixonada, assim como a paleta de cores usada na HQ.

Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.

O sussurro do vento, o calor das chamas da fogueira, os rituais de invocação. São nos pequenos detalhes que Melina se sente ela mesma. É na relação com os animais, é no desejo de escalar o Monte Orfano. Mas sempre parece pouco e, assim, em uma noite que tudo parece estar prestes a se estilhaçar, ela abre as portas do desconhecido através da criatura Francis.

“…comunicação nunca foi o meu forte… Mesmo quando quero gritar alguma coisa, é como se a minha voz não saísse.”

É incrível a relação que Loputyn cria e explora entre bruxa e criatura, entre cada ser vivo, entre a natureza e em como a ideia de liberdade permeia todas as páginas e desenhos. Afinal, o que é ser livre? Pagamos algum preço pela liberdade? O preço é alto demais?

São perguntas sem respostas que Melina precisa descobrir. E não sem ajuda, já que Francis agora está com ela. Além disso, ele a ajuda a perceber partes de si que jamais havia permitido serem expostas. Francis a revira do avesso, a tira do lugar-comum. E Melina sente que, tudo guardado dentro de si, uma chama incandescente prestes a corroê-la por dentro, era como uma bomba-relógio. Se não explodisse, ela iria implodir. Qual seria sua escolha, afinal?

“Eu nunca me sentira assim antes… É como se tudo aquilo que eu reprimia no peito tivesse começado a queimar. E, agora, esse incêndio era incontrolável. Sinto que posso colocar fogo no mundo todo!”

Um dos pontos interessantes e, imagino eu, bem planejado por Loputyn, autora e desenhista, é a mensagem que a forma de raposa que Francis assume e passa na história. A raposa é um dos animais mais inteligentes do mundo e é sempre associado à essa característica, como também, à astúcia. E, como se isso não fosse ligação suficiente com a história, as raposas são também boas em solucionar problemas, então, há a assimilação de sua imagem à essa capacidade. Detalhes que têm relação profunda com a história criada por Loputyn.

Resenha da HQ graphic novel Francis de Loputyn, publicada pela DarkSide Books.

A beleza de tudo isso não se trata apenas da ideia de crescimento, descoberta, de se permitir ser quem é. Mas também de aceitar a si com todas as partes que nos compõem, as que julgamos belas e as que julgamos feias. As luzes e as sombras. Tudo que nos compõe.

“Melina, eu não vou desaparecer. Estarei nas folhas de cada árvore que vive sobre a terra do monte. Correrei no sangue de cada criatura que mora nele. Estarei no sopro do vento, e cairei com a neve. Serei o coração da montanha.”
Francis: a edição da DarkSide Books

Como sempre, a edição da DarkSide Books está de arrancar suspiros! Uma combinação perfeita da arte da autora com uma edição em capa dura, com verniz localizado, folha de guarda decorada e aquele papel de alta gramatura que todo leitor ama. A HQ Francis de Loputyn, faz parte do selo DarkSide Graphic Novel.

Para quem curte HQ’s, vou deixar a recomendação de Nimona da Noelle Stevenson, que tem também um estilo incrível (apesar de bem diferente de Loputyn), mas com um tema de história muito similar e que é uma das minhas favoritas, junto de Francis!

“O mundo mágico é real, basta alimentá-lo com sua própria magia.”

Que a Força esteja com você!

xoxo

Retipatia

One thought on “Francis ♥ Loputyn

  1. Impossível chegar num post assim e não sentir todas as cores, brilhos e luzes te abraçar!!Coisa mais linda e meus olhos agradecem tanto carinho e beleza.
    Uma Graphic linda, linda! Aliás, a DarkSide é um trem pra trazer trabalhos impecáveis!!!!
    Já preciso dessa lindeza em minhas mãos!!!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na Flor

Repense, renove, rediscuta...

%d blogueiros gostam disto: