HQ & Graphic Novel Mundo Literário Resenhas Literárias

Descender ♥ Jeff Lemire & Dustin Nguyen

Resenha da  HQ Descender: Estrelas de Lata, primeiro volume da obra de Jeff Lemire & Dustin Nguyen.

Descender: Estrelas de Lata é a HQ de Jeff Lemire & Dustin Nguyen que traz um mundo futurista em que máquinas são caçadas até a morte. Tudo porque máquinas chamadas Ceifadores surgiram há muito tempo e destruíram planetas inteiros. Mas um pequeno robô de aparência humanoide pode mudar todo o curso dessa história…

Descender – Volume I – Estrelas de Lata
Série Descender
Jeff Lemire & Dustin Nguyen
Tradução Fernando Scheibe
Editora Intrínseca
2019 / 144 páginas
Disponível em Amazon
“Porque eles têm medo de nós, Tim-21… se sentiram feridos e precisavam ferir para descontar a dor. Porque são humanos.”
Resenha da  HQ Descender: Estrelas de Lata, primeiro volume da obra de Jeff Lemire & Dustin Nguyen.
Sobre Jeff Lemire e Dustin Nguyen

Jeff Lemire é autor e ilustrador canadense. Entre suas principais obras estão O soldador subaquático e a trilogia Condado de Essex. Foi eleito duas vezes melhor quadrinista do Canadá pelo Schuster Award e venceu o Eisner Awards pela série Black Hammer. Além de suas graphic novels independentes, passou por grandes editoras norte-americanas, como Marvel e DC, onde atuou em séries como Arqueiro VerdeConstantineCavaleiro da Lua, entre outras.

Dustin Nguyen é um premiado ilustrador do mundo dos quadrinhos, que já trabalhou com grandes editoras como DC, Marvel, Darkhorse, Vertigo, Image Comics, Boom e IDW. Seus trabalhos incluem Batman: Pequena Gotham, a série Sociedade Secreta dos HeróisVampiro Americano, além de seu projeto autoral, Manifest Eternity. Junto a Jeff Lemire, é criador de Descender, série pela qual foi premiado com o Eisner Awards, e Ascender.

Resenha da  HQ Descender: Estrelas de Lata, primeiro volume da obra de Jeff Lemire & Dustin Nguyen.
Sinopse de Descender: Estrelas de Lata

A parceria entre os conceituados Jeff Lemire e Dustin Nguyen, dois dos nomes mais célebres dos quadrinhos, resultou em uma graphic novel incomparável, uma odisseia cósmica eletrizante e soturna que trata de temas complexos, como intolerância, medo, política e a relação muitas vezes conflituosa entre humanos e tecnologia.

O primeiro volume, Descender: Estrelas de lata, reúne os fascículos 1 a 6 da série. E apresenta uma realidade desconcertante: robôs gigantes conhecidos como Ceifadores invadiram a galáxia e destruíram planetas e civilizações inteiras, criando nos que restaram uma aversão às máquinas. Desde então, foram implementadas políticas de perseguição e extermínio de robôs. Essa caça implacável põe em risco a vida de Tim-21, um jovem androide de aparência humana que passou uma década num sono profundo, mas que pode conter em seu código vestígios dos assassinos do passado, o que faz dele o ser mais procurado do universo. Por isso, só resta a Tim-21 fugir. Ao lado dos amigos Bandit e Perfurador, ele percorre planetas e galáxias, desviando de inimagináveis perigos com um único objetivo: sobreviver.

Dos vencedores do Eisner Awards, este épico arrebatador e comovente, de cores intensas e vibrantes, narra a trajetória de humanos e máquinas, que ficam frente a frente em uma guerra que traz uma única certeza: não haverá vencedores. Uma história tão impactante que, antes mesmo de ser publicada nos Estados Unidos, teve os direitos de adaptação para o cinema adquiridos pela Sony Pictures.

Resenha da  HQ Descender: Estrelas de Lata, primeiro volume da obra de Jeff Lemire & Dustin Nguyen.
Descender: Estrelas de Lata

O mundo não é exatamente como você imagina. Depois do ataque dos Ceifadores, os robôs de tamanho de planetas que devastaram mundos, as máquinas não são confiáveis. Então, cada uma delas foi caçada e devidamente exterminada. Mas resta um pequena detalhe: Tim-21. Adormecido por dez anos, o pequeno robô que tem a função de companhia para crianças, se assemelhando muito a um, inclusive. Ele desperta em meio à um novo mundo: aquele no qual sua espécie foi levada praticamente à extinção.

Resenha da  HQ Descender: Estrelas de Lata, primeiro volume da obra de Jeff Lemire & Dustin Nguyen.

Essa é a base do que iremos conhecer em Descender: Estrelas de Lata, primeiro volume que conta com um arco de seis histórias. A HQ foi lançada nos EUA como revista periódica, de 2015 a 2017, contando com um total de 26 revistas publicadas.

Aqui, iremos conhecer não apenas o despertar de Tim-21, mas um mundo em que diversas espécies convivem. Com exceção, é claro, das máquinas que, apesar de serem superdesenvolvidas, agora não passam de sucatas. Os robôs que eventualmente sobreviveram nos últimos dez anos, são frequentemente perseguidos por saqueadores, que não apenas os caçam, como os levam para campos de desmanche e arenas de luta até a destruição.

Tim-21 se vê cercado à esses seres da pior espécie e seu destino acaba cruzando com o da Capitã Telsa, Sr. Tullis e do Dr. Jin Quon, cientista que criou não apenas a linha Tim de robôs, mas que revolucionou toda a robótica como era conhecida. Isso, claro, até o ataque dos Ceifadores fazer com que as pessoas vessem as máquinas como inimigas.

Descender: Estrelas de Lata – a narrativa e dicotomia bem x mal

Com uma narrativa super cativante e uma história muito bem desenvolvida, Descender vai tecendo, um novo mundo, dando pistas sobre o passado e instigando o leitor a questionar não apenas a origem dos Ceifadores como conceitos de vida após a morte, inteligência artificial, alma, submissão e subserviência das máquinas e, claro, a ideia que sempre vai fazer você se inquietar durante a vida: a boa e velha dicotomia entre bem e mal, colocada sob questionamentos válidos e atuais.

Descender: Estrelas de Lata e o filme A.I. Inteligência Artificial

É impossível ler a história e não se lembrar do filme A.I. – Inteligência Artificial (2001). No longa, vemos o pequeno robô, David, criado à semelhança humana e com sentimentos, sendo subjugado por um mundo que não o compreende e não está preparado para ele. Tim-21 parece ter o mesmo problema, ainda que a dimensão em que está inserido seja outra. Longe de dizer que Descender não pareça original, a única semelhança é pensar e imaginar um robô feito para parecer humano, uma criança humana, sendo tratada como uma lata de sardinhas, ou pior. Será que o que criamos não tem valor por não ser feito de carne e osso?

Descender: Estrelas de Lata e a beleza da arte de Nguyen

Agora, em se tratando da arte de Nguyen, ela é, sem dúvidas, feita para ninguém colocar defeitos. De uma beleza e estética incríveis, as cenas se desbravam quadro a quadro e não poupa nos detalhes quando necessário. Os desenhos, feitos em aquarela, ganham uma paleta de cor harmônica e ao mesmo tempo levemente vibrante, com destaque para o vermelho e azul – discernindo tempo atual e memórias, inclusive -, sem que os deixe saturados ou tire a sintonia dos ambientes e personagens com as nuances que são utilizadas. Tudo funciona muito bem e o traço, além de bonito, consegue detalhar sentimentos até mesmo em seres de lata.

Descender: Estrelas de Lata é o começo perfeito para uma obra capaz de fazer bem mais do que cativar e entreter o leitor, é capaz de transportar para outra galáxia, explorar outros povos e fazer o que de melhor a ficção científica tem feito ao longo dos anos: questionar o status quo.

Aleatoriedades
  • Descender foi recebido em parceria com a Editora Intrínseca!
  • Essas fotos foram uma verdadeira batalha, testei vários elementos, fundos, separei um mundo de estrelinhas brancas para utilizar e, no fim, acabei ficando com algo bem mais simples, um fundo estrelado em prata que me remeteu ao título do volume: estrelas de lata!
  • Para quem curte HQ’s no estilo de Descender: Estrelas de Lata, recomendo ler sobre Oblivion Song!

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia

3 comentários

  1. Era para isso as estrelinhas separadas e não usadas.. mas o efeito ficou lindo.
    Uma amiga comentou sobre essa HQ, que gostou muito.
    Sua resenha me fez pensar que ele explora bem esse lado ¨humano¨de ser intransigente com o diferente.

    1. Ahhh sim! As estrelinhas eram pra essas fotos, mas acabou que o efeito ficou mais legal com esse tecido no fundo eheheh
      Não sei se você costuma ler HQ’s, mas essa é realmente incrível e acho que vale demais a leitura! Amei muito! <3
      Obrigada pela visita!
      xoxo

  2. […] Para quem curte HQ’s distópicas, recomendo Descender: Estrelas de Lata de Jeff Lemire & Dustin Nguyen. […]

Repense, renove, rediscuta...