Filmes & Séries Mundo Literário Resenhas Literárias

Coraline e o mundo secreto: curiosidades e diferenças para o livro

Livro & Filme: curiosidades e as diferenças entre o livro de Neil Gaiman e a animação da Laika, Coraline e o Mundo Secreto

Coraline e o mundo secreto é a animação baseada no livro de Neil Gaiman, intitulado apenas de Coraline (leia aqui a resenha) e, aqui vou listar várias curiosidades sobre o filme, incluindo as cenas deletadas e bastidores do stop motion, e também as principais diferenças em relação ao livro!

Com direção de Henry Selick, o filme em stop motion de 2009 tem elenco que conta com Dakota Fanning, Teri Hatcher, Robert Bailey Jr., Jennifer Saunders, Ian McShane, John Hodgman e Keith David. A animação do estúdio Laika, o mesmo das animações A Noiva Cadáver, ParaNorman e The Boxtrolls, levou 4 anos para ser concluída, mais de 500 profissionais envolvidos! As recompensas vieram não apenas com a aclamação da crítica e do público, mas com vários prêmios e indicações!

Curiosidades: indicações e premiações de Coraline e o Mundo Secreto
  • Indicação ao Oscar de Melhor Filme;
  • Indicação de Melhor Animação no Golden Globe;
  • Nomeação ao Bafta por Melhor Filme Animado;
  • Vencedor do Annie Awards por Mlhor Design de Personagem; Melhor Design de Produção e Melhor Música. Além de mais 5 noemações;
  • Vencedor do San Francisco Film Critics Circle e Alliance of Women Film Journalists em Melhor Animação;
  • Vencedor do Bafta Children’s por Melhor Filme;
  • E vencedor do American Film Institute como ‘um dos melhores filmes do ano”.
Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
O livro Coraline e a animação Coraline e o Mundo Screto: curiosidades do filme e diferenças para o livro

É claro que, em se tratando de uma adaptação, haverão diferenças entre o livro e a animação. Até porque, é bom lembrar que as mídias são distintas e acabam precisando de formas, às vezes diferentes, de transmitir a mesma mensagem.

E é exatamente nesse ponto que eu acho importante que uma adaptação seja fiel: a mensagem que a história quer passar. A essência dos personagens e da própria narrativa. E isso a animação Coraline e o Mundo Secreto tira de letra!

Mas antes de mais nada…

Você sabe o que é e como se faz um Stop Motion?

A animação em stop motion é uma técnica antiga onde você filme frame a frame, cada um deles, movendo os personagens, de maneira bem pequena, para gerar a ideia de movimento que surgirá quando os frames forem reunidos.

São 24 frames por segundo, que, juntos, dão a ideia de movimento. Numa semana produtiva, na podem ser feitos até sete segundos por animador. Uma sequência de 24 segundos, por exemplo, pode levar 3 semanas e meia de um animador, para ficar pronta!

Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
As dublagens de Coraline!

Sabia que as dublagens aqui ocorrem antes das cenas serem gravadas? No stop motion, o que vai nortear o animador são as falas já gravadas. Assim, quando é uma cena de Coraline, por exemplo, o animador irá ver qual pedaço de palavra aparece em cada fração de segundo, para poder montar sua cena casando perfeitamente com a fala! Incrível, não é!?

Curiosidades da Tecnologia 3D em Coraline e o Mundo Secreto

Com o filme Coraline, a Laika se tornou a primeira companhia a fazer um filme usando faces com substituição impressas em uma impressora 3D!

Além disso, para o efeito em 3D da animação em stop motion, foi exigifdo um pouco mais da equipe de produção. Isso porque a escala de produção precisa ser compatível com o tamanho dos puppets e não do tamanho de um humano. Caso o padrão de escala fosse o humano, quem assistisse o filme, teria a impressão que é um gigante observando miniaturas. Para isso, cada clique que eles faziam de uma cena era feito duas vezes, um deles um pouco para a direita, o seguinte, uns poucos milímetros para esquerda. Assim, a cena seria fotografada com mais amplitude, mas dentro da escala em que o desenho foi feito.

Diferenças para o livro Coraline e Mais Curiosidades de Coraline e o mundo secreto:
Wybie Lovat não existe!

A primeira é que Wybie Lovat não existe no livro! Mas calma, a presença do personagem é muito importante e significativa no filme, até Neil Gaiman concorda com sua inserção na história! Em um livro, acompanhar um personagem sozinho pode ser uma boa, mas nem sempre o que precisa ser dito funcionará com esse mesmo personagem sozinho, num filme. E Wybie está na trama para que Coraline não fique o tempo toda falando e deduzindo as coisas por si só, como acontece em boa parte do livro. Além disso, o personagem combina tanto com a vibe da história, que parece ter saído de alguma página criada por Gaiman.

Mini Coraline: também não existe!

Sabe aquela bonequinha, a que o pai de Coraline chama de Coralinezinha? É a boneca que já foi da irmã da avó do Wybie e que a Outra Mãe transforma numa réplica da Coraline. Ela também não existe no livro. Mas no filme, ela se entrelaça bem à história e faz o condão de ajudar nos acontecimentos e serve de elo entre Wybie-Coraline-A outra mãe!

Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
Cenas Marcantes que não existem no livro

Algumas cenas marcantes e efusivas do desenho, como a que o Outro Pai leva Coraline pelo jardim que forma a sua face, também não existe no livro. Mas é uma beleza e tanto assisti-la na animação e ela traz um elo a mais entre Coraline e o pai criado pela Outra Mãe, o que justifica as ações dele no fim, tentando (ainda que sem sucesso), ajudá-la!

Outra cena que também não existe, é a pequena festa no jardim no fim da animação. A resolução do livro também encontra seu final feliz, mas não chega a integrar da mesma forma, os vizinhos.

O Jardim Fantástico

A cena do jardim, chamada de The Fantastic Garden, em que Coraline passei na máquina-inseto com o Outro Pai, foi a mais complexa da animação! Além disso, ela levou cerca de 4 a 5 meses para ficar pronta e o cenário do jardim foi replicado em várias partes do estúdio, para que fosse possível realizar filmagens simultâneas!

Foram feitas mais de 3.000 flores azuis (aquelas que compõem o cabelo da Coraline)! E uma única que podia ser animada em stop motion, foi feita: ela foi filmada algumas vezes, com vários espelhos ao redor, para que fosse possível reproduzir a cena dela crescendo em ângulos diferentes e replicada no jardim. E as luzes que surgem em algumas flores, eram de LED e ficavam por debaixo do jardim, podendo ser acesas e as flores, “empurradas para cima”, para crescerem!

Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
O Circo dos Camundongos Saltadores

A sequência da cena The Jumping Mouse Circus (a apresentação que fazem no outro mundo para Coraline), trouxe 51 ratos coreografados com cuidado, todos de uma só vez! Cada um deles precisou ser reposicionado (para a ideia de movimento) ou substituído por outro rato, em posição diferente, pelo menos 12 vezes para cada segundo de filmagem (entra emoticon de surpresa)! No fim, foram usados cerca de 650 ratos diferentes (ou 6.000 partes separadas), com escalas que podiam variar de 100% até 222%!

A Pedra que Revela Coisas ou que Protege

No livro, a pedra que as senhoritas Spinke e Forcible dão à Coraline, e que a ajuda em sua jornada, permitindo que ela encontre as almas das crianças, não é quebrada pela Outra Mãe. Depois que a aventura termina, ela a devolve às vizinhas!

Pink Palace Apartments

O Pink Palace Apartments, não tem nome nem cor definida no livro, são informações definidas para a animação!

Além disso, no livro além dos apartamentos de Coraline, do Sr. Bobinsky e das senhoritas Spinke e Forcible, há um apartamento vazio. E nele, a Outra Mãe prepara um engodo para Coraline enquanto ela tenta achar as almas das crianças no jogo final.

Em se falando das três crianças…

O primeiro detalhe é que no livro, o que Coraline vai em busca não é exatamente as almas das crianças. Quando a Outra Mãe pegou cada uma delas e costurou os botões em seus olhos, ela ficou com seus olhos verdadeiros. E é isso que Coraline busca no livro, mas eles também são encontrados como objetos ordinários, tal qual no filme, em que ela busca as almas das crianças. Confesso que a ideia do livro consegue ser ainda mais macabra.

As três crianças tem um ar bem legal no filme, mas ganham todas uma aura bem humana, enquanto uma delas, no livro, parece ser quase uma autêntica fada, despertando um lado mais místico e imaginativo na história.

Além disso, o sonho de Coraline, no livro, é bem mais longo. Ela passa tempos com as crianças, comendo e se divertindo. Claro que uma passagem longa demais não funcionaria na animação e, a cena enxuta coube bem. E com a linda inspiração em Noite Estrelada de Van Gogh!

A entrada para o Outro Mundo!

A porta que leva Coraline para o Outro Lado, no livro, é uma porta de madeira, maior que as outras do apartamento casa e que, antes da divisão da casa, levava a outro cômodo.

Já no filme, a porta ganha outra dimensão: ela diminui, ganha uma sobreposição de papel de parede e é mais uma portinhola que nos lembra a porta que a pequena Ofélia desenha em O Labirinto do Fauno (tem resenha do livro e filme, só clicar aqui para ler) ou mesmo a clássica história de Alice no País das Maravilhas. Afinal, estamos falando de uma garotinha que descobre um outro mundo, não é mesmo!?

A Outra Mãe

A transformação da Outra Mãe é bem mais marcante no filme do que no livro. Ela não é tão agradável e bonita no livro como vemos na animação, uma cópia bem próxima à mãe verdadeira. Logo de cara, Coraline já destaca no livro como ela é branca como papel e não é tão parecida com sua mãe, apesar da voz se assemelhar muito!

O gato

O gato (que não tem nome tanto no desenho quanto no livro), tem olhos verdes na obra de Gaiman e, na animação, ganhou olhos azuis.

Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
As cores de Coraline: luvas, capa e cachecol

As luvas que Coraline deseja no livro são verde-limão, já no filme, são listradas em tons terrosos, com laranja. Inclusive, as luvas da Coraline (e também aquele suéter-desejo de estrelas), foram tricotadas à mão e algumas das linhas utilizadas eram tão finas quanto fios de cabelo humano!

A capa da Coraline é azul no livro, e não amarela! Mas as botas permanecem amarelas e ela as usa também com um cachecol vermelho!

Inspiração: estilo de Coraline, cenários e paleta de cores

O diretor Henry Selick tinha uma ideia já formada da inspiração que queria para a animação de Coraline e ela veio de Tadahiro Uesugi, um ilustrador japonês que tem em sua arte grande influência das propagandas americanas dos fins dos anos 50, começo dos anos 60, que eram desenhadas.

Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
Puppets: mais que bonecos

Os chamados puppets, são os bonecos que são usados para a animação em stop motion. Mas eles não são simples bonecos, precisam de uma estrutura forte e ao mesmo tempo muito flexível, para que possam fazer todos os movimentos que os personagens precisarem!

As faces dos puppets foram divididas em duas: uma superior (olhos, sobrancelhas) e uma inferior (nariz e boca), para que fosse possível uma gama maior de expressões dos personagens.

As faces de reposição chegaram a um total de 15.000, contando as de todos os personagens do filme. Todas que precisaram ser lixadas e pintadas à mão! Dessas 15.000, 6.300 eram da Coraline!

Além de equipes que fazem cada parte dos puppets (tem um departamento só para mãos!), às vezes chegaram a ser usados três tipos de mãos diferentes numa única cena! E foram feitas centenas de pares de mãos!

O puppet da Coraline teve 42 wigs (perucas) diferentes! Para chegar naquele tom de azul, foram misturados três tons e os produtos que foram usados na sua composição inclui até mesmo camadas de cola para cabelo e creme de modelar cabelos da Garnier Fructis.

Foram usados vários tipos de cabelos nos personagens: a Coraline tem cabelo sintético, feito especialmente para que fosse maleável e deixá-lo na posição que a cena pedisse. Mas também foram usados, nos outros personagens: cabelo humano, de cavalo, mohair e cabelo de cabra!

Habitualmente, 10 pessoas estavam envolvidas na construção de uma puppet da Coraline, levando cerca de 3 a 4 meses para ficar pronta. A Coraline chegou a ter 28 puppets idênticos, e a principal delas ficou com cerca de 25 centímetros de altura.

O guarda-roupa de Coraline

Coraline aparece com várias roupas na animação, um guarda-roupa que várias crianças desejariam ter! E tudo que é visto no filme (e vale não apenas para as roupas), foi produzido em escala dos puppets (cerca de 1:6). Imagine só, para a capa da Coraline, os mini botões, cordinhas, costuras, tudo tudo em escala super reduzida para ser realista, dentro da proposta da animação!

Falando em roupas da Coraline, uma composição completa, da arte conceitual até o modelo final, pode levar de 6 semanas a 6 meses para ficar pronta!

Boneca que queima sem fogo!

As chamas que surgem na lareira quando Coraline queima a boneca que virou um mini eu do seu pai e mãe verdadeiros, foi toda desenhada a mão. Não seria possível que o fogo fosse reproduzido no stop motion de uma maneira satisfatória, então, foram feitos cerca de 1.200 desenhos, à mão, durante 3 ou 4 semanas, para comporem o fogo que surgiria na boneca.

Névoa de verdade!

A névoa que surge na animação, durante a hora em que Coraline sai para explorar e se depara com Wybie, foi realmente produzida e filmada em fundo preto. Daí, fizeram a inserção digital dessa neblina na cena! Nada de névoas digitais para essa obra-prima, é claro!

Coraline e o mundo secreto: lista completa de curiosidades da animação e das diferenças para o livro Coraline, de Neil Gaiman!
Curiosidades: as cenas deletadas de Coraline e o Mundo Secreto

Algumas cenas (inteiras ou apenas parte delas) criadas para a animação acabaram saindo da edição final, como acontece em qualquer filme. Muitas vezes, segundo o diretor Henry Selick, por se tratar de cenas que impactavam no desenvolvimento da trama.

Cena 1

A cena em que o pai de Coraline cozinha o jantar era mais extensa, tinha boa parte dele cantando uma música sem sentido para Coraline. E, enquanto isso, a mãe de Coraline diz que ele precisa de um computador mais atual.

Cena 2

Em uma das outras cenas deletadas, Coraline leva flores enlameadas do jardim para a mãe e, como ela está entediada, a mãe lhe dá papel e caneta para desenhar. Coraline começa a fazer círculos numa folha e as curvas encobrem a tela até chegarmos à Coraline já dormindo em sua cama.

Cena 3

Uma cena próxima do fim do filme, com Coraline sendo colocada na cama por seus verdadeiros pais, era mais extensa e mostrava a família comendo pizza e celebrando que o trabalho do pai dera certo. O que restou dela, foi a cena do quarto, com o pai com a camisa com um sujo de pizza.

Cena 4

O sonho de Coraline com as três crianças, quando são por ela libertados, ainda tinha uma versão maior inicialmente planejada no filme. Para não atrapalhar a dinâmica da história, ela também teve uma parte cortada.

Cena 5

A cena que levou 66 dias para ser filmada, chamada de Ribbon Mice, dos ratinhos dançantes, aparece nos créditos da animação, teve que ser cortada pela fluidez da história.

Curtiram as curiosidades de Coraline e o mundo secreto? Para conferir mais sobre o livro e também alguns pitacos meus sobre a animação, é só acessar a resenha: Coraline de Neil Gaiman! Para garantir seu livro de Coraline na nova edição da Intrínseca é só acessar: Amazon!

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia
Fontes traduzidas do Site Oficial Laika | Extras DVD Coraline

13 comentários

  1. @milenaolis says:

    Minha maior tristeza é saber que não tem o Wybie no livro!! Eu adoro ele, acho um fofo ahahahaha amei tanto essas curiosidades. Sou muito fã do filme e adoro saber essas coisas! Tô tão ansiosa pra começar a leitura, sinto que vou favoritar

  2. ma.riah6256 says:

    Adorei esse tipo de post no blog e no insta : ) Por mais que eu não ame Coraline eu adoro o jeito que o filme foi feito, dando uma imersão a história que fícone muito top. Eu sou uma pessoa muito ansiosa então não aguentaria fazer um filme nesse formato kkkkk demorou 4 anos para Coraline imagina um livro maior ou mais detalhado ?!

  3. eu amei esse post! não sabia nem metade de tudo isso e imagino o trabalho que deu pra tudo ficar tão perfeito. eu acho uma animação muito boa e tem a mesma vibe que eu imaginei lendo e foi uma bela junção de Neil Gaiman com Henry Selick que também é incrível! e o Wybie é uma graça, amo esse personagem e amei a criação dele pro filme, fez muito sentido! parabéns pelo post maravilhoso ❤️

  4. Vazio Na Flor says:

    O que eu faço com você?? Não sei mais onde guardar tanta informação! rs aquela pessoa que estuda, que vai atrás de tanta coisa para colocar na tela pra gente aqui do lado de cá. Sei que você não faz essa pesquisa toda apenas para matar sua curiosidade e suprir seu amor, mas também para nos presentear.
    Eu ontem fiquei surpresa pela simples cor do livro, que pra mim, desde o lançamento da Intrínseca, era roxa(ow raio de visão que não funciona) e fiquei rindo do tom dela ser azul. rs
    As diferenças são tantas né? Mas eu penso que o essencial tenha sido passado. Só acho que o filme precisava mais do jogos das cores.
    Onde puseram o abençoado do gato? rs
    Amei, amei e oh, obrigada por isso, de coração!!!
    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor(@vazionaflor)

  5. @_laurindda says:

    Am saber de curiosidades assim! Não sabia nem a metade delas. Fiquei triste que o gato não existe no livro 🙁 sempre gosto quando tem personagens assim mas enfim que bom que no livro tem kkkk

  6. @_laurindda says:

    *filme

  7. @mirelask says:

    Eu já te disse no direct e repito: totalmente influenciada para leitura desse livro hahaha vou rever o filme enquanto o meu não chega kkkkk

  8. @Evelindanieli357 says:

    Nossa não sabia que era necessário vários frames para se fazer o momento e muito menos que demora tanto para serem produzidas, o que explica porque o filme demorou a ser lançado. Não acredito que a famosa capa amarela no livro é azul, também me surpreendi pelo fato de Wybie não existir no livro, gostava muito desse personagem, apesar dele só estar na história para que Coraline não falasse sozinha. Que pena que não tem a cena do jardim, era uma das minhas cenas favoritas, o que explica porque o outro pai ajudou ela. Com certeza no livro é bem mais macabro o motivo de Coraline ajudar as crianças. Enfim, muitas coisas que não sabia e me surpreendi pelos detalhes, como por exemplo, a cena do fogo que teve de ser desenhado a mão e as várias tonalidade da cor do cabelo da menina. Gostei muito de saber dessas curiosidade. E parabéns pelo trabalho de procurar cada uma delas, ficou enriquecedor e perfeito. As fotos estão maravilhosas

    @evelindanieli357

  9. Adaiane Pereira says:

    Já li Deuses americanos do Neil, e quando saiu esse livro com capa dura da Coraline eu me surpreendi em saber que ele que escreveu esse livro.
    Ainda não li e nem vi o filme, mas vou com certeza pq achei muito boa história.

    @nova.leitura

  10. Joyce says:

    Fiquei pensando no trabalhão de gravar o filme, mas valeu todos os prêmios né?! Tô louca pra ler o livro, tá tão lindo!
    @barbosa.joycereis

  11. Esse é um dos posts que mais amei aqui, eu não sonhava em saber nem um décimo dessas coisas. Esse post deve ter dado um trabalhão, por isso te admiro demais, sua dedicação é maravilhosa!

  12. Esqueci meu @amayesteves

  13. @marilia_marah00 says:

    Nossa que d++
    Não é atoa que falam o livro é melhor que o filme, amei saber sobre a diferença. :O
    Top esse post

Repense, renove, rediscuta...