Teto para dois ♥ Beth O’Leary

Retipatia
Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.

Literalmente, um Teto para Dois. Tiffy fica das 18h às 8h da manhã, e Leon das 9h às 17h. Um teto, uma cama. O lado esquerdo é dela, o direito, dele. Mas sem nunca se encontrar. Só que bem, post-its podem ser considerados as novas cartas. E esbarrões não intencionais podem fazer o mesmo teto abrigar dois ao mesmo tempo.

Teto para dois (The Flatshare)
Beth O’Leary
Tradução Carolina Selvatici
2019 | 400 páginas
Intrínseca

Disponível em: Amazon | Submarino | Americanas | Shoptime

“É preciso dizer uma coisa sobre o desespero: ele deixa a cabeça da gente muito mais aberta.”
Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.
Sobre Beth O’Leary

BETH O’LEARY estudou inglês na universidade antes de começar a trabalhar com publicações infantis. Ela vive o mais perto possível do campo, sem se afastar muito de Londres, e escreveu Teto para dois durante as viagens de trem para o trabalho. Ela agora se dedica em tempo integral à escrita e, se não estiver trabalhando, você a encontrará em algum lugar com um livro, uma xícara de chá e vários casaquinhos de lã (qualquer que seja o tempo).

Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.
Sinopse de Teto para Dois

Três meses após o término do seu relacionamento, Tiffy finalmente sai do apartamento do ex-namorado. Agora ela precisa para ontem de um lugar barato para morar. Contrariando os amigos, ela topa um acordo bastante inusitado.

Leon está enrolado com questões financeiras e tem uma ideia pouco convencional para arranjar dinheiro rápido: sublocar seu apartamento, onde fica apenas no período da manhã e da tarde nos dias úteis, já que passa os finais de semana com a namorada e trabalha como enfermeiro no turno da noite. Só que tem um detalhe importante: o lugar tem apenas uma cama.

Sem nunca terem se encontrado pessoalmente, Leon e Tiffy fecham um contrato de seis meses e passam a resolver as trivialidades do dia a dia por Post-its espalhados pela casa. Mas será que essa solução aparentemente perfeita resiste a um ex-namorado obsessivo, uma namorada ciumenta, um irmão encrencado, dois empregos exigentes e alguns amigos superprotetores?

Teto para dois

Tiffy está no que podemos chamar de sinuca de bico, as suas opções são: 1. um apartamento mofado. 2. Dividir um apartamento legal, mas também uma cama, com um estranho. 3. Continuar a viver no apartamento do ex-namorado.

Como ela mesma diz, o desespero abre a mente e assim, ela aceita a opção um tanto quanto tresloucada de dividir o apartamento com Leon. O preço está dentro do seu orçamento, o lugar é legal, e, pela conta do Facebook, ele não parece um maníaco ou serial killer.

Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.

A mudança pode parecer um tanto quanto incômoda no começo, mas é como tirar um peso dos ombros sair da casa de Justin, seu ex. Além disso, Leon não parece tão ruim assim, não que ela tenha encontrado com ele, tudo que conversam foi através dos post-its que deixam um para o outro pelo apartamento. Isso e algumas fatias de bolo.

O detalhe é que as coisas andam tumultuadas na vida dos dois e, aos poucos, Beth O’Leary nos apresenta cada um, em capítulos intercalados entre Leon e Tiffanny, Tiffy para os íntimos.

“A gente volta a ter um monte de tempo livre quando está solteira e não transa – não o tempo que gastaria na transa em si, mas o que passaria raspando as pernas, comprando lingerie bonita, se perguntando se todas as outras mulheres depilam a virilha etc. É uma grande vantagem. Obviamente, tem a ausência esmagadora de um dos melhores aspectos da vida adulta, mas a gente acaba fazendo muito mais coisas úteis.”
“A gente pode ser forte e legal. Não precisa ser uma coisa de cada vez.”
Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.

O livro foi lançado no ano passado e teve aquela famosa “hype“. E eu sou a pessoa oficialmente atrasadas das ondas de livros que estão em alta, então, acabou que apenas esse ano dei chance para a leitura. E posso dizer que, nos dois dias que passei dividindo o teto com Leon e Tiffy, eu me apaixonei. É, a hype foi merecida.

A narrativa de Beth O’Leary é leve e cativante, adorei como ela usou elementos textuais para diferenciar a narrativa de Leon e da Tiffy, deixou tudo mais a cara de cada um (e não vou adentrar no mérito da minha paixonite preferência pelo Leon).

Inclusive, falando de Leon, ele é cativante. Acho que faz tempo que não vejo um cara como ele em um livro, quase bom demais para ser verdade, mas real. Com seus próprios dramas, história para contar, trabalho para trabalhar e vida para viver. Uma construção que me deixou cativada (tenho um novo crush literário), inclusive pelas problemáticas que a autora conseguiu colocar na vida dele, com seu irmão Richie e sua mãe, mas sem, com isso, deixar tudo pesado demais.

De outro lado, temos Tiffany. A Tiffy. E gente, eu adoro essa ruiva que usa mais cores juntas do que o cérebro humano pode processar. Como tudo na história, ela é bem desenvolvida e cheia de vida (a rima não foi proposital, mas vou deixar). E toda sua história, especialmente seu ex, Justin e os relacionamentos com seus amigos, Mo, Gerty e Rachel (acho que dá para acrescentar até a Katherin aqui), traz uma mensagem incrível sobre o poder da amizade e daqueles que nos querem bem. A importância de se cercar de quem você gosta e, também, que gosta de você.

Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.
“Se meia-noite é a hora das bruxas, duas da manhã é a dos monstros da aflição.”
“O cérebro faz coisas incríveis para se proteger da dor – explica Mo. – Mas não vai conseguir manter segredos de você por muito tempo.”

Entre post-its, pratos de estrogonofe com cogumelos, fatias de bolo, muitos livros de crochê e buscas por um John White, as duas vidas se enlaçam e se transformam. No meio disso, Beth O’Leary ainda conseguiu inserir temas importantes como as falhas do sistema de justiça, gaslighting, relacionamentos abusivos e as sequelas desses relacionamentos (não vou entrar em detalhes entre quem e o quê, para não dar spoiler).

Mas a melhor parte de tudo mesmo é que quando você abre a primeira página, você pode até ter a expectativa de ser presa em uma bela história, um romance aconchegante. E sem dúvidas, tudo isso é alcançado. Mas muito mais. Teto para dois vai falar de recomeços, segundas chances, de acreditar. Tiffy me lembrou sobre a importância de acreditar em si mesma, empoderar-se. Leon como é importante dar espaço para outras pessoas na sua vida. Um teto que abriga bem todas as histórias que nos são contadas, que nem coração de mãe, que sempre cabe mais um.

“Quando repetimos uma verdade vezes o bastante, quando nos esforçamos o suficiente, um dia funciona.”
Resenha de Teto para Dois de Beth O'Leary, romance publicado em 2019 pela Intrínseca.

Romances fofos e divertidos que você pode se apaixonar também: Adultos da Emma Jane Unsworth | 36 perguntas que mudaram o que sinto por você da Vicki Grant | A Pequena Livraria dos Sonhos da Jenny Colgan

Teto para dois foi recebido em parceria com a Editora Intrínseca.

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia

4 thoughts on “Teto para dois ♥ Beth O’Leary

  1. O esmalte casadinho rs(amo muito tudo isso)
    Como te disse ontem, não se sinta só nesse universo de “todo mundo leu, menos eu..ainda) rs
    Esse é um livro muito desejado por mim e oh, já faz tempo. Acho que só li uma resenha não tão positiva tem um tempo e até fiquei surpresa com o tal feito.
    Mas, livro e leitor são únicos né? Cada um reage de um certo modo!
    Eu sou uma romântica incurável e preciso muito saber dessa história inusitada de Leon e Tiffy!
    A autora escreveu um livro recente, acho que é A Troca que está sendo super elogiado também!!!
    Beijo e mais uma vez, obrigada pelo capricho e carinho com todos nós aqui do outro lado!
    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor(@vazionaflor)

  2. Esse é um livro que eu quero muito ler e já vi muitas resenhas positivas, acho que vai se tornar um dos meus preferidos quando conseguir ler.
    Acho que é um romance bem fofinho.
    Adoro suas fotos e as combinações, você é muito criativa!
    Fabiana Oliveira | @fabiananenes

  3. Eu também sou assim, não sou muito de ir atrás de coisas muito hypadas, geralmente quero ser “a diferente”, pois quando está na modinha tira um pouco a magia pra mim. Eu preciso ler este livro, tem cara de clichê que não é clichê e que conforta e aquece o coração. Eu também amo quando os livros abordam assuntos críticos e importantes, faz eu me tornar mais fã ainda.

Repense, renove, rediscuta...

%d blogueiros gostam disto: