Análises de Filmes, por Mr. Darcy

Em 16.05.2017   Arquivado em Reassistindo por Aí

Meus caros, a pedido de minha amada esposa, senhora Elizabeth Darcy, venho vos apresentar uma relação de películas as quais a mesma encarecidamente fez-me-a acompanhar durante a exibição.

Como é sabido por aqueles poucos que me são próximos, sou adverso às engenhosidades modernas, especialmente por se tratarem de indivíduos inócuos fingindo serem pessoas e, especialmente, coisas as quais não o são. Atingindo, em alguns casos, níveis absurdos que insultam minha inteligência. Entretanto, fui exposto à uma diversidade de conteúdos nos últimos meses, aos quais venho reportar na listagem que se segue, muito provavelmente, evitando que tenham o infortúnio de dispender horas de suas vidas em tarefas tão absurdas como a de assisti-los.

Sete Minutos Depois da Meia-Noite é uma película um tanto quanto peculiar. Não que este seja propriamente um cumprimento. Trata-se da história de um rapaz de 13 anos de idade, nomeado Connor, que está prestes a se tornar o senhor de sua casa e não aceita as transições para a maturidade que recai naturalmente a todo varão. Há uma problemática abordada nesse período, com a mãe de Connor, tristemente prestes a falecer e o fato de que seu pai, um homem claramente não honrado por possuir outra família em outra cidade do mundo, e a consequente necessidade de que o jovem protagonista passe a viver com a matriarca da família, para com quem o jovem não demonstra nenhum respeito e, para com a qual, ainda que de modo distante, a única pela qual pude captar dignidade nos atos e modo de ser.

O jovem, em si, tem uma imaginação fértil de cunho duvidoso, já que recorre, na insensatez de não aceitar a partida próxima da mãe, à violência e à fantasia de que um grande carvalho apareça para lhe contar histórias e lhe permitir exteriorizar sua raiva e dor. Chego a imaginar se não se trata de alguma doença da mente, a que o jovem sofre. O que seria grandemente triste para sua avó, que está perdendo a filha para uma doença nociva do século atual.

Elizabeth, é claro, discorda de mim, chegando a demonstrar até mesmo certa paixão ao descrever a relação entre mãe e filho, assim como a metáfora envolvendo a figura do homem-árvore.

Animais Noturnos pode chegar a ser uma experiência aterrorizadora às mentes mais frágeis. Aqui são todos humanos, mas há criaturas tão vis dentro de alguns personagens – julgo dizer que de praticamente todos eles, alguns recobertos de beleza ou aparente normalidade, que são completamente bárbaros. A protagonista, Susan, de uma maneira muito imprópria, deixou seu marido, Edward, para juntar-se à outro homem, Walker, o que já seria fato por demais espantoso, ainda que Elizabeth insista em me dizer, em suas próprias palavras, ‘que são outros tempos‘. A bem da verdade, este não é o maior erro da personagem, o qual minha adorada esposa me solicitou não informar neste escrito, esclarecendo-me que os leitores não desejam receber uma espécie de informação importante para a trama, antes de assisti-la e que, atualmente, é denominada de ‘spoiler‘.

Voltando à trama do filme, ela entrelaça, de modo absurdamente colérico, a realidade e a história contida no livro que Edward envia para Susan, em que várias atrocidades são narradas. Na história do livro, um homem parte em busca de justiça quando sua esposa e filha são raptadas e assassinadas. A crueldade não é estanque na trama e faz a personagem de Susan refletir sobre seus próprios atos do passado, levando-a à uma trilha de esperança, ao final.

A mistura da narrativa do filme o tornou denso e, sem muito a acrescer, devo assumir que teria, sem dúvidas, percorrido todos as cidades possíveis caso estivesse no lugar do pobre homem que perdeu a família. Reconhecendo que não teria tais dificuldades em batalha ou ao manejar uma arma.

Assassins Creed. A imaginação de alguns indivíduos transpassa o limite do desarrazoado. Um mundo onde assassinos são tidos como homens honrados numa batalha duvidosa pelo bem da humanidade, dois tempos distintos se fundem. Numa viagem pelo tempo através de uma máquina, o personagem principal, Cal Lynch, descobre segredos de seu antepassado Aguilar, envolvendo a maçã do Éden e o futuro do mundo. A trama é estranhamente monótona, o que muito destoa de sua proposta e fato que, por alguma razão além da compreensão, minha amada esposa Elizabeth compactua para comigo. Além disso, toda a trama precisa ser carregada e desenvolvida pelo personagem principal, que representa uma salvação inexplicável e quase que com poderes sobre-humanos, já que se mostra o único resolutor para absolutamente tudo. Ainda que desconheça os leitores aos quais minhas palavras são destinadas, não recomendaria que perdessem as horas valiosas de suas vidas para com este filme.

Guardiões da Galáxia – Vol. 2. Ora, contraditório ou repetitivo pode parecer se novamente eu enumerar este filme como desarrazoado. Contudo, devo frisar que existe um limite para o desarrazoado e, este filme, o supera. Não se trata apenas de uma metáfora em forma de algo inumano, mas sim, de criaturas e mundos absurdamente inexistentes e improváveis, que subsistem, embalados por músicas de gosto não estimável e perdendo-se em batalhas absurdas, que não fazem sequer, bom uso de metáforas para transmitirem mensagens aos espectadores, especialmente no que diz respeito à constituição de uma família e ao devido relacionamento entre pai e filho. De certo, é ainda mais absurdo o condão que o longa possui em despertar uma espécie de graça crônica naqueles que o assistem e à qual, bravamente não fui tocado, não podendo ser tão feliz em afirmar que minha adorada Elizabeth ficou à parte de tais efeitos.

A Bela e a Fera, não fosse pelo fato de que um fidalgo e seus serviçais foram todos transformados por alguma espécie de magia diabólica, em, respectivamente, uma fera e objetos de uso comum, seria uma história razoavelmente aceita. Não posso opor quanto à diferença social proveniente entre a donzela e o príncipe, já que eu mesmo fui incapaz de deixar que tais elementos fossem resolutórios para minha união. Contudo, o uso da metáfora no filme, ao menos chega a ser bem apresentada, ainda que de modo extremamente cantado e encenado, propriamente como se estivéssemos a ver uma peça num teatro. Há ainda que se ressaltar que o personagem denominado como ‘vilão‘, é claramente criatura vil e desprezível, muito da qual fez-me lembrar de um desafeto passado. As pessoas realmente são tendenciosas para o que seus olhos querem ver uns nos outros. Devo acrescer que Elizabeth achou tudo extremamente inspirador e mágico, palavras dela.

Velozes e Furiosos 8. A imaginação humana realmente se supera. As expectativas de seres poderosos que geralmente cultua nos filmes, aqui é transposta para máquinas de transporte terrestre. Há uma tentativa de demonstração da importância da família, o que é quase desfocado pela clara previsibilidade das ações dos personagens. Ainda assim, para aqueles que apreciam a velocidade dos veículos, há demonstrações, obviamente impossíveis e irreais, no que habitualmente são chamadas de ‘cenas de ação‘. Além claro, do culto de um homem capaz de ser melhor e mais eficiente que um exército inteiro. Afora isso, é inconsistente a ideia de que existem sete longas precedentes a este, já que, de maneira inegável, é indiferente que se tenha assistido aos demais para compreensão geral da trama. Ao fim, não chega a ser nada necessário à vida, ou tampouco indispensável à existência humana.

As opiniões aqui exaradas não necessariamente refletem a opinião da blogueira, que gentilmente cedeu o espaço, a pedido de sua caríssima amiga Elizabeth Darcy, para que seu esposo, Mr. Darcy, apresentasse suas ponderações cinematográficas.

Texto escrito para os desafios de Blogagem Coletiva Relâmpago, dos grupos Café com Blog e Interative-se, inspirado no tema filmes/seriados e escrito sob o ponto de vista de um dos (se não ‘o’) personagens mais famosos de um dos livros mais famosos da escritora inglesa Jane Austen, Orgulho e Preconceito. Me contem se curtiram as opiniões dele, posso pedir a Elizabeth que o convença a escrever mais análises aqui para o blog.

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Imagem Mr. Darcy e Imagens dos Filmes.

  • Victória Villaça Felet

    Em 16.05.2017

    Por onde começar?! Babando (mais uma vez) pelo Mr. Darcy? Elogiando essa análise fenomenal? Difícil dizer. hahaha <3

    Sério, o post ficou super criativo e me arrancou vários sorrisos. Totalmente diferente de tudo que já li pela blogosfera. E, com absoluta certeza, eu gostaria de ler outras postagens desse gênero por aqui. Será que a Liz consegue convencê-lo a retornar?

    Beijão,
    Attraversiamo.

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Ahahah Você é ótima Vic! Eu fiquei muito apreensiva com esse post, porque pensar sob o aspecto de um personagem que não é sua criação e que é quase sagrado é muito desafiador! Que bom que gostou das análises dele e vou conversar com a Lizzie pra convencê-lo a passar mais vezes por aqui!!! ehehehe Ou quem sabe a própria Liz??? ehehe
    xoxo <3

  • Kimberly Kelly

    Em 16.05.2017

    Caraca! Cada dia mais você me surpreende Rê! Vou te falar que eu fiquei com medo do que sairia quando li o título do post no meu e-mail, mas no comentário do primeiro filme eu já me mergulhei de cabeça no post, assim como eu gosto kk
    Amo o Mr. Darcy e adorei o modo que você o usou. Parabéns pela criatividade Rê!
    Beijos, Kim <3

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Kim! Obrigada linda! Foi um baita desafio escrever este post e estava receosa que quem conhece e curte o personagem achasse muito ‘nada a ver’… rs Fico feliz que tenha gostado!!! <3 <3
    xoxo

  • Luciana

    Em 16.05.2017

    Gente do céu… eu amei a resenha.
    Mr Darcy sensacional…
    Essa sem dúvidas é a melhor resenha que eu já li.
    Parabéns!!!
    Amei o blog.

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Own!!! Muito obrigada Luciana! Fico contente demais com os elogios!!! <3 <3 <3
    xoxo

  • Camila Machado

    Em 16.05.2017

    hahahahaha adoreeeeei! ficou muito bom, sério! Parabéns!
    Super ousada e muito parecido com o personagem!
    Faça posts assim mais vezes!! >3

    http://www.doceestranheza.com.br

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Camila! Obrigada! Meu receio era que não se parecesse com o personagem e fico muito feliz que a identificação tenha sido possível! <3
    xoxo

  • Fernanda Yano

    Em 16.05.2017

    Oiee

    Sou apaixonada por Mr Darcy e ter um post sob o ponto de vista dele é sensacional!
    Eu amei!!!
    Adorei as dicas e estou doida para assistir Animais Noturnos.
    Criativo demais, parabéns!!

    bjs

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Fernanda! Fico feliz que mais uma apaixonada pelo Mr. Darcy gostou de ler as análises cinematográficas dele! <3 Animais Noturnos é um filme incrível, super recomendo também! 😉
    xoxo

  • Carolina Monteiro

    Em 16.05.2017

    Eu AMEI esse post. Sou apaixonada pelo Mr. Darcy, por isso fiquei encantada por cada palavrinha sob o ponto de vista dele. Você arrasou! Beijos

    http://www.brincandodeolivia.com

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Carolina! Muito obrigada! Feliz que mais uma fã dele aprovou a postagem!!! <3
    xoxo

  • Julia

    Em 16.05.2017

    Mulher, o que foi essa postagem? EU AMEI! Fiquei aqui imaginando e eu provavelmente teria muita dificuldade em escrever do ponto de vista de um personagem, mas você fez tudo isso lindamente. Estou doidinha para assistir Animais Noturnos, parecem ser ótimos.

    Beijos,
    http://www.paginasincriveis.blogspot.com.br/

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Julia!! Ahhhh que bom que você aprovou o ponto de vista do Mr. Darcy! Achei bem desafiador escrever do ponto de vista dele, mas muito legal também! Animais Noturnos é excelente, super recomendo!
    xoxo

  • Renata

    Em 16.05.2017

    Gente, que legal!! Não conheço esse tal Mr Darcy ~sorry society~ mas achei muito legal esse tipo de resenha. Por ter assistido só dois desses seis filmes, direi que: concordo com a análise sobre Assassins Creed – fiquei muito perdida no filme, só consegui entender a história quase no fim, ainda assim pq meu namorado explicou, rs. Sobre guardiões da galáxia, sou suspeita a falar pois sou apaixonada nessa trama da marvel. Sou apaixonada nesse mundo inventado pelo Stan Lee e principalmente, pelo groot <3

    Beijo, Rê!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Rê! Que legal que foi possível apreciar a resenha mesmo sem conhecer o personagem! Assassins Creed foi total decepção para mim também e eu AMEI Guardiões da Galáxia, ainda que o Mr. Darcy não tenha gostado muito! ehehehe Dei muitas risadas e eu adoro todo o mundo Marvel!!! <3 Groot é amor demais! <3
    xoxo

  • Aryane Vitória

    Em 16.05.2017

    Que post mara!!! Estou louca pra ver o “Sete Minutos Depois da Meia-Noite”, Parece ser muito bom bjos

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Obrigada Aryane! Sete Minutos Depois da Meia-Noite é um filme lindo e tocante, eu super recomendo!!! <3
    xoxo

  • Leatrice Cristine da Silva Barros

    Em 16.05.2017

    Oiiie!

    Vi essa interação e achei o máximo. Amei, amei seu post. Ficou ótimo! Consegui imaginá-lo dizendo essas coisas hahah

    beijos

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Leatrice! Que bom que gostou do post e conseguiu imaginar nosso adorado Mr. Darcy opinando sobre os filmes! ehehe <3
    xoxo

  • Amanda

    Em 16.05.2017

    Oi! Adorei suas reflexões sobre os filmes! Digo, as do Mr. Darcy! Kkkkk esse desafio foi bem divertido de fazer e está sendo divertido de ler também. O post ficou ótimo e bem criativo, e os filmes são os mais absurdos de modernidade que o querido Mr. Darcy poderia encarar.
    Ótimo post, beijos!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Amanda! Que bom que gostou, foi bem legal e desafiador escrever esse post, quero dizer, convencer o Mr. Darcy a escrever aqui pro blog… ehehehe <3
    xoxo

  • Lenise Battisti

    Em 16.05.2017

    Estou extremamente impressionada com a sua escrita e com a forma como você descreveu as “opiniões de Mr. Darcy”, esse é um dos meus personagens favoritos, sou apaixonada por ele desde que li o livro de Jane Austen. Você soube retratar, através da sua escrita, algo que realmente me fez lembrar do personagem e isso é algo admirável. Parabéns!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Lenise! Que bom que você conseguiu ver o personagem na postagem! Foi bem desafiador escrever, mas muito divertido também!!! Obrigada! <3
    xoxo

  • Bruna Morgan

    Em 16.05.2017

    Socorro hauhauhua deveria escrever uma fanfic com o Mr Darcy, amei *O*
    Eu amo esse jeito rebuscado, ficou perfeito hauha

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    ahahaha Vou pensar no caso, é um risco grande mexer com um personagem tão amado! ehehehe <3
    Obrigada!
    xoxo

  • Erika Monteiro

    Em 16.05.2017

    Oi Rê, tudo bem? Estou simplesmente encantada com esse post. Primeiro porque o Mr. Darcy é o homem fictício mais incrível que já ouvi falar. Já gostava dele nos livros, mas depois de assistir ao filme parece que uniu um homem a um rosto, e agora sempre que mencionamos Mr. Darcy já penso em alguém rs. Muito incrível pedir pra ele comentar sobre alguns filmes. A linguagem que você usou me transportou para os livros, para aquela época e cheguei a dar algumas risadas com a opinião dele, ainda mais quando diz não saber o que é “spoiler” haha Fiquei impressionada também quando ele descreve a experiência assistindo Velozes e Furiosos e A bela e a fera, “a imaginação humana se supera” haha Até eu preciso assistir alguns desses filmes para ver se concordo ou não com Mr. Darcy. Parabéns novamente! Beijos, Érika =^.^=

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Érika! Mr. Darcy é mesmo um personagem marcante. Acabei colocando a imagem do que é mais conhecido (disputando lugar com o Colin Firth, é claro! rs), mas acho que gosto de todas as interpretações dele que já vi até hoje. Fico feliz que o texto tenha conseguido remeter ao estilo que está atrelado ao personagem! Eu tentei mesclar como se ele fosse um homem daquela época, inserido no contexto atual e por isso essas loucuras quanto ao significado de spoiler e tudo o mais… ehehe Obrigada linda! <3
    xoxo

  • Milene

    Em 16.05.2017

    Menina, que análise notável! Eu adorei! Me diverti muito lendo, ficava imaginando as caras do Darcy assistindo esses filmes Hahaha. Muito criativo! Parabéns!

    http://www.estantedami.com

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Ahhh que legal que gostou do post Milene! Mr. Darcy também sabe nos divertir! eheheh <3
    xoxo

  • Gislaine

    Em 16.05.2017

    ADOREI ESSA POSTAGEM DE UM TANTO QUE NÃO SEI COMO DESCREVER!
    Sou apaixonada pelo Sr. Darcy e ele, definitivamente, teria tido reações semelhantes a essas – senão muito piores haha acabei ficando curiosa para saber o que você realmente achou desses filmes, com mais detalhes!
    Literalize-se

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Ahaha eu tô aqui boba com as letras garrafais!!! Eu acho que ele só não teve reações piores porque tem o fator Lizzie na vida dele agora ahhahah
    Sobre os filmes, minha opinião não bateu em tudo com ele não! kkk Animais Noturnos e Sete Minutos Depois da Meia Noite são incríveis e eu super recomendo. Guardiões da Galáxia é hilário e muito legal! Velozes e Furiosos é aquela mais do mesmo que quem gosta de ação (especialmente com carros), vai amar! Assassin’s Creed achei péssimo, pra dizer o mínimo… rs E A Bela e a Fera conseguiu me surpreender! <3
    xoxo

  • marinamafram

    Em 16.05.2017

    Hahaha Re! Você é demais cara! Sensacional! Me diverti demais. Faça mais posts assim? Por favor? Nunca te pedi nada!rs

    Sou sua fã!

    Beijos ♡

    Resenhando por Marina

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Ahahaha Você me mata escrevendo aqui que é minha fã!!! <3 <3 Tô mega feliz que tenha gostado do post e que tenha sido divertido!!! A recepção do post tá tão legal que quero fazer mais deles siiiim!!! Aguarde! <3
    xoxo

  • Ane Carol

    Em 16.05.2017

    Menina estou admirada com a tua criatividade para a montagem dessa postagem. Lendo eu consegui imaginar o Mr. Darcy e todo aquele ar superior dele falando sobre esse filmes. Parabéns pela a ideia, você arrasou. Uma sugestão seria legal vez mais postagem assim, achei super criativa.

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Ane! Que máximo que tu identificou o personagem na postagem e nas opiniões! Foi uma tarefa bem difícil e divertida e, pelo retorno das pessoas, estou pensando em fazer mais delas sim!!! <3
    xoxo

  • jenni

    Em 16.05.2017

    HAHAHAHAHAHA adoreeeeeeeeeeeeeei! Já pode fazer com outros personagens arrogantes mas que são maravilhosos. <3

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Senti sua empolgação daqui! ehehehehe <3 <3
    xoxo

  • Marli Papa

    Em 16.05.2017

    Animais noturnos parece bom! A bela e a fera eu vi no cinema e gostei bastante. Otimas considerações! Você pontuou muito bem.

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Obrigada Marli! <3
    xoxo

  • Rackel

    Em 16.05.2017

    Oi! Que máximo, parece que ouvi o Darcy falando essas palavras hahaha adorei o post. Bjos <3

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Rackel! Obrigada! <3
    xoxo

  • Joana Isabel

    Em 16.05.2017

    Olha que abordagem tão gira e interessante! Não se vêem posts destes todos os dias e acho que é uma maneira bem interessante de dar a opinião sobre filmes. Continue 🙂

    Beijinhos,
    Ju

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Ju! Obrigada, farei mais postagens assim! 🙂
    xoxo

  • Luana Souza

    Em 16.05.2017

    Rê, quanta criatividade você teve nesse post. Parabéns por isso *-* conseguir adentrar direitinho o personagem! Gostei bastante das ~suas~ opiniões, mesmo só tendo visto A Bela e a Fera dessa lista. Quero muito assistir “Sete Minutos Depois da Meia Noite” <3

    Aguardo novos posts nesse estilo!!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi linda! Que bom que conseguiu ver o Mr. Darcy no post! ehehe E as opiniões dele e as minhas nem batem em tudo, acredita?! eheheh A Bela e a Fera conseguiu me surpreender, mas o efeito nele não foi o mesmo que a mim! rsrsrs Sete Minutos Depois da Meia Noite é lindoooo! Veja, acho que você vai gostar! <3 E siiim, teremos mais postagens do gênero por aqui! <3
    xoxo

  • Lucas Furlan

    Em 16.05.2017

    Ahahaha, não seria Mr. Darcy exigente em demasia?

    Parabéns pela postagem, ótima ideia!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Mr. Darcy tem altas expectativas para tudo! eheheh Obrigada Lucas! 😉
    xoxo

  • Jéssica Miguel

    Em 16.05.2017

    MEU! DEUS! MIGA!
    Não sei se rio, ou se choro. Pior foi imaginar a voz dele enquanto lia hahahahaha AMEI!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Ahahahaha Pode rir e chorar de rir! kkk Que bom que deu até pra imaginar ele falando! ehehe <3
    xoxo

  • Gilvana Rocha

    Em 16.05.2017

    Caro Mr. Darcy, não posso deixar de expressar o quanto foi amável em ceder aos caprichos da Miss Elizabeth, mas gostei muito de suas opiniões, será que seria inconveniente se, abusasse mais um pouco de sua amabilidade e sugerisse que de vez em quando, desse sua opinião sobre alguns livros?
    Rê, amei o post…Parabéns! Bjs

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Senhorita Gilvana,
    Meus cumprimentos. Como bom esposo, nada mais me agrada do que ceder, vez por outra, aos caprichos de minha adorada esposa. Creio, contudo, que estou desinclinado à aquiescer seu pedido. Não por mero desleixo, mas por entender que este, em breve, se tornaria logo um dos caprichos de minha Elizabeth e, assim, seria inevitável deixar de atendê-lo, ainda que a contragosto.
    Mr. Darcy

    Obrigada Gilvana! <3 Mr. Darcy mandou o recado aí em cima, achei melhor nem ler o que ele respondeu... rsrsrs xoxo

  • Amanda

    Em 16.05.2017

    EU TO IMPRESSINADA ahahahah, em caps lock e tudo mais! Eu adorei o jeito de narrativa que você levou esse post, sério! Já quero outro para amanhã hahaha! Ficou genial e adorei ver os comentário de Mr. Darcy, principalmente aderindo aos “novos tempos” como spolier hahaha, eu jurava que ele ia me contar o que acontece! E do nada “aderindo aos novos tempos” genial!

    Beijos,
    Amanda.

    http://explorar-te.blogspot.com/

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Ahahaha Curti o caps, não se preocupe! kkk Mr. Darcy não é um homem retrógrado, ele tá tentando se adequar ao mundo moderno! eheheh <3 Acho que vai rolar mais posts assim sim!!! <3
    xoxo

  • Kimberly Camfield

    Em 16.05.2017

    Rê, eu tô em uma situação muito crítica aqui, porque não sei se rio ou se fico babando pelo Mr Darcy. (Oi, eu amo ele, foi mal Elizabeth). Adoooooooorei esse post e ler, a narrativa, tudo! Foi muito divertido e a acho que se o Mr Darcy realmente assistisse esses filmes, escreveria exatamente isso! Tava me perguntando se fui a única que imaginei a voz dele enquanto lia, daí vi os outros comentários e ainda bem que não sou a única haha
    Beijoooooos

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Kim, você me mata de rir menina! ahahah Eu acho que da pra babar pelo Mr. Darcy e rir também, não se preocupa. Se lendo você imaginava a voz dele, imagina eu escrevendo e imaginando a voz dele me dizendo essas sandices! kkk <3 E Lizzie já sabe que ele tem uma horda de adoradoras, mas ela não se preocupa, sabe que ele é dela... ehehehe
    xoxo

  • Bruna Santos

    Em 16.05.2017

    Nossa! Eu detesto Orgulho e Preconceito, só não mais do que odeio o personagem Mr. Darcy, então foi bem triste ler esse post imaginando ele HUAHHUAAHU Mas adoro filmes e gostei das análises. Dos do post assisti somente um: Animais Noturnos. Gostei muito desse. Ainda quero assistir ao primeiro, li o livro em que foi baseado no ano passado e gostei bastante, vale a pena ler.
    beijão

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Bruna! Eu tô aqui rindo, porque, se mesmo não gostando da história e do personagem, você conseguiu identificá-lo na postagem, tá tudo bem!!! eheheh
    Animais Noturnos é realmente um filme incrível! Eu gostei muito quando assisti. Ainda não li 7 Minutos depois da meia noite, mas depois de ver o filme quero muito conferir! Veja o filme também, é lindo! <3
    xoxo

  • Eliziane Dias

    Em 16.05.2017

    Que diferente! Adorei!

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Obrigada Eliziane!:)
    xoxo

  • Mel

    Em 16.05.2017

    Renata do céu, esse foi o post mais divertido que eu já li em toda a minha vida! hahahahah
    Sou apaixonada pelas obras da Jane Austen (incluindo Orgulho e Preconceito) e o Mr. Darcy é um personagem fantástico e seria realmente um ótimo crítico do cinema. Ideia genial, amei, amei, amei.
    E Sete Minutos Depois da Meia-Noite é um filme tão bonito! Amo muito 🙂

    Ficou tudo muito bem escrito e divertido de ler, parabéns pelo post incrível que me arrancou sorrisos e risadas.
    Abraços!

    Twee

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Mel do céu!!! ahahaha Você é que me deixou felizona com esse comentário todo lindo! Que bom que você conseguiu identificar o personagem, ainda mais sendo uma apaixonada por Jane Austen!
    Sete Minutos Depois da Meia-Noite é um filme muito lindo, eu amei demais (apesar da análise do Mr. Darcy… ahahah)! <3 Obrigada pelo carinho! <3
    xoxo

  • Luísa Eulália

    Em 16.05.2017

    Eu estou em choque com esse post. Esse mix de palavras refinadas e essa genialidade me fez imaginar que era realmente o personagem que estava descrevendo esses filmes. Moça, estou impressionada com o nível do seu texto. Que issoooo ! <3 <3

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Luísa! Ahhh que bom que gostou, esse post foi suuuper desafiador e, ao mesmo tempo, muito divertido em escrever! Muito obrigada! <3
    xoxo

  • Marcinha Nunes

    Em 16.05.2017

    Achei muito criativa essa resenha do Mr Darcy por mais incrível que pareça ainda não conheço esse personagem mas Orgulho e preconceito está na minha lista de filmes que quero ver…quanto aos filmes resenhados gostaria de assistir a Bela e a Fera pq a história é linda e adoro a Emma Watson bjs

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Marcinha! Quando puder não perca a oportunidade, seja nas páginas de Orgulho e Preconceito, seja na tela de uma das versões cinematográficas, sempre vale a penas conhecer o Mr. Darcy!!! ehehe A Bela e a Fera conseguiu me surpreender, é muito melhor do que eu esperava e eu também adoro a Emma! <3 <3
    xoxo

  • Mari Fernandes

    Em 16.05.2017

    Ameeeei demais essa resenha, imagino o quão desafiador foi escreve-lo. Simplesmente incrível. <3 ;*

  • Retipatia

    Em 16.05.2017

    Oi Mari! Realmente foi beeem desafiador, mas fiquei muito feliz com a recepção do pessoal! Obrigada! <3
    xoxo

%d blogueiros gostam disto: