Os Cavaleiros do Inverno ♥ Cecília Reis

Em 10.05.2017   Arquivado em Resenhas

Bom dia tarde e noite folks!

Dia de uma resenha super especial, porque, além de indicação literária de uma amiga muito querida, esse livro entrou para o roll dos favoritos do ano, ainda que não tenhamos chegado nem ao meio do ano, preciso destacar.

Título: Os Cavaleiros do Inverno (o volume inclui o primeiro e o segundo volume da série: Os Cavaleiros do Inverno e Os Servos do Duque)

Autora: Cecília Reis

Editora Wish

Sobre a Autora

Os Cavaleiros do Inverno foi o primeiro ímpeto de Cecília Reis na ficção de longo formato, resultado de uma compulsão visceral por criar personagens e uma paixão pelo estudo da literatura. Mineira de criação e coração, Cecília cursou artes na UFMG e UEMG antes de se mudar para São Paulo. Ela é Publicitária, mas também persegue diversos projetos de escrita, jogos e ilustração.

Sinopse

Anelise acaba de herdar seis demônios da mãe. Suas vozes eram doces e anestésicas no início, mas a garota não sabia se poderia confiar sua vida a eles.

Quando a solidão do apartamento aparentemente comum no centro da cidade começa a abrigar várias dimensões, Anelise se vê prisioneira de um jogo fatal para o título de Princesa da Corte do Inverno. Sendo a competidora mais frágil, seus seis demônios tem o compromisso de protegê-la e guiá-la ao longo de uma guerra para resgatar sua herança. Entre esquemas de intrigas de seus guardiões, Anelise mergulha numa viagem através do labirinto de suas inseguranças para adentrar ao mundo adulto e estabelecer dignamente a posição que almeja. Recheado de reuniões cósmicas, personagens elegantes e universos ricos em detalhes, Os Cavaleiros do Inverno mantém uma imersão narrativa ao expandir o pequeno mundo jovem em força e maturidade.

Impressões Sobre a Obra

Anelise é uma adolescente de dezesseis anos que vive em um pequeno apartamento com sua mãe. Suas maiores preocupações são as mesmas da maior parte das garotas da sua idade: provas e trabalhos escolares, videogames, o fato de que o garoto que ela gosta não gosta dela e por aí vai.

A vida se resume à esse pequeno mundinho, até o dia em que a mãe sai em uma viagem a trabalho e, inesperadamente, a notícia de sua morte chega. A forma como a notícia chega, em especial, faz parte da trilha de mistérios e desvendar de mundos que Anelise sequer imaginava existir.

“Meu corpo não esperou o sim da sua boca fina antes de desligar. A última coisa antes da escuridão completa foram as estrelas dentro dos olhos de Danial, rodopiando e rodopiando como cometas perdidos no espaço sideral.”

Danial, o portador da notícia, é também o demônio que esteve com a mãe de Anelise em seu fim e jurou proteger a concorrente ao trono da Corte do Inverno, junto dos seus servos, outros demônios.

Além de ter que lidar com a dor da perda prematura de sua mãe, Anelise se vê agora rodeada de criaturas desconhecidas, que tanto parecem prezar por ela, tanto quanto a intimidam. Seu pequeno apartamento é transformado em refúgio, desconectado da realidade do plano terreno e ligado à outras dimensões, passa a ser tanto um clausuro quanto fonte de descobertas à candidata a princesa.

“Quando não conseguimos lidar com um fato, a consciência se desliga até que esteja forte o suficiente.”

Conhecemos na narrativa, os outros demônios, que, mesmo sob a roupagem do corpo humano, são tão iguais quanto distintos dos reles seres humanos. Eles são: Azazel e Belial (que já foram um único ser), Samael, Sindri e Leviatan. Cada qual com suas próprias particularidades e habilidades, estão todos atados a Danial, que os comanda e segue com os planos de proteção de Anelise, mas, deixando-a de fora de tais planejamentos.

Nesse tempo em que passa com os demônios em sua casa, Anelise estabelece diferentes relações com cada um deles, descobrindo mais de si e de cada um dos seus protetores. Entretanto, nem tudo é o que parece. Algumas intenções não são as mais nobres e Anelise precisa conseguir caminhar por si mesma e descobrir segredos sobre sua própria magia e passado.

“Aquela foi a primeira vez em que eu senti, mesmo, o gosto da morte. […] A morte é esse momento em que a pessoa que você tanto ama deixa de existir e tudo que ela é, tudo que ela tem e tudo que deseja vai se esvair no ar e se tornar intangível, invisível, para sempre desaparecido, para sempre esquecido e impossível de ser alcançado.”

E, assim, uma grande revelação, aliada à um ato de auto-confiança, o curso de toda a história é alterado. Há muitos, mas muitos mistérios a serem revelados nesse novo mundo (ou seriam mundos?) mágico e misterioso que acabara de surgir para a jovem Anelise.

Claro que, para conhecer e saber a história completa e detalhada, você precisa conferir o livro!

“- Morrer não é o destino mais terrível que alguém pode enfrentar, minha rosa. Esse tipo de magia deixa feridas na própria alma.”

Os Cavaleiros do Inverno foi o tipo de leitura capaz de prender da primeira a última página. Sem exceção, a escrita da autora é limpa onde precisa ser e detalhada onde precisa, com associações, descrições e comparações deliciosas de ler. E, além dessa fluidez que a escrita permite, a história, em si, é incrível. Meu resumo nos parágrafos anteriores não chega a fazer jus à história, mas, escrever muito mais seria o mesmo que entregar pontos importantes da trama (e estou trabalhando a parte de resenhas spoiler free… kkk).

O mais interessante da fantasia criada pela Cecília é que ela é atrelada a realidade de um modo tão sutil e bem costurado, que a sensação de que tudo aquilo não apenas é real, como possível. São dimensões paralelas se entrelaçando e criando criaturas das mais variadas e poderes e reinos dos quais os seres humanos apenas sonham a respeito (ou nem isso). Há uma carga histórica criada para a dimensão da Corte do Inverno, de onde vem nossos demônios, que deixa tudo ainda mais interessante e desperta a curiosidade.

“A verdade é que eu não queria um guarda-costas ou um campeão, eu queria um aliado, alguém que não me deixasse pisando em ovos e mediando cada palavra e gesto ao redor dele. Mas eu não tinha coragem de dizer aquilo.”

Os personagens são tão incríveis quanto a própria história a qual estão inseridos. Mesmo sendo seis demônios, intercalando-se na aproximação para com Anelise de diferentes formas, conhecemos um bocado cada um deles, e, num jogo bem perspicaz, ela nos faz gostar de todos eles (sim, todos!), mesmo que, de um modo ou de outro, seja impossível não ficar com um (ou vários) pé atrás com cada um. Afinal, são demônios, de uma realidade diferente, de uma cultura diferente, com costumes diferentes…

A nossa protagonista, Anelise, através da qual a história é narrada, é uma criatura incrível. Não apenas pelas descobertas que ela faz ao longo de sua jornada, sendo forçada a amadurecer de forma brusca, mas, convenhamos, ela se adéqua bem a todo o jogo astronômico que se desenrola à sua volta, assim como face à descoberta intrigante sobre seu passado.

“- Às vezes eu queria que meu corpo parecesse tão ferido quanto eu me sinto em meu cerne…”

E, para quem acha que a história possa ser pesada ou cheia de enrolação, longe disso! A edição tem apenas 207 páginas e inclui os dois primeiros livros da série, como já citei lá no comecinho do post. Além disso, há vários elementos que enriquecem a fantasia: descobertas e crescimento dos personagens, elementos e cenários fantásticos (nos dois sentidos da palavra), batalhas e conflitos, reuniões e debates, muitos sentimentos complicados e misturados e um toque de sensualidade. É a metáfora de um romance muito bem bolada, digamos assim.

Em curtas palavras, o livro é uma baita fantasia. Tudo que está no livro, cativa, prende e encanta. Sabe aquela história que, na pausa entre a leitura, a história não sai da cabeça? E que, quando termina, sua mente viaja até os acontecimentos e aos personagens com frequência, tentando desvendar e perceber detalhes antes não notados ou fazendo associações permitidas apenas quando se leu toda a história? Os Cavaleiros do Inverno (me refiro aos dois livros, é claro), é exatamente assim! Não me canso de desejar que a continuação da história seja logo publicada!

“Você é tão humana quanto qualquer humano e, ao mesmo tempo, também não é.”

Os Cavaleiros do Inverno é daquelas fantasias que a gente deseja que todos conheçam e, não é para menos que o livro ficou com “leio até mesmo de pé esperando o ônibus“, na Reclassificação de Livros.

“Palavras têm poder, e demônios as levam muito a sério. No momento em que eles abaixaram a cabeça e me ofereceram qualquer coisa, eu os tinha.”

“Ser sincera é uma atividade de esforço, um exercício de cavar as palavras de tão fundo de dentro de nós que acabamos exaustos.”

Fatos rápidos e aleatórios que quero destacar:

  • A arte do livro é linda! Eu me apaixonei pela capa e pelo estilo, combina muito com a descrição dos personagens e com o estilo da obra;
  • A edição da Wish tem boa qualidade, as folhas tem uma gramatura excelente e são amareladas, com uma fonte em tamanho ótimo para leitura, só pecou na revisão do texto. Tem algumas palavras claramente trocadas e umas vírgulas onde deveriam ser ponto final e vice-e-versa. Não chega a ser nada que desabone o livro ou atrapalhe a leitura, mas podia ser melhor, com certeza;
  • Eu, a louca das coleções, quero mandar customizar uma Pullip e batizá-la de Anelise, porque, né, gostei pouco da história toda… rsrsrs (para saber de que diabos estou falando, clica aqui);
  • O exemplar das fotos, infelizmente, não é meu (a amiga que indicou o livro foi quem me emprestou para leitura!), mas é claro que eu quero e preciso de um para chamar de meu! rsrs
  • O Funko Pop que aparece nas fotos é o Wendigo, da série Hannibal. Apesar do tema não ser relacionado, achei que o estilo dele combinava com o livro… Para quem não sabe, Wendigo é uma forma monstruosa de um humano que cometeu o ato de canibalismo por muito tempo (mitologia do povo indígena da América do Norte, Ojíbuas). Fonte. E Funko são bonecos colecionáveis da marca Pop (farei um post sobre eles e minha coleção depois… um dia…);
  • Estava um péssimo dia super nublado para fotografar, então a qualidade das fotos ficou aquele chuchu…
  • Alguém conseguiu saber que livro foi decepado (sim, meu coração doeu!) para que eu usasse as páginas de fundo nas fotos???
  • A velinha usada nas fotos é da Unicorn Candles, minha marca de velas artesanais. Para conhecer: Insta / Facebook / Loja

“- A loucura não é um fim. É apenas uma doença. Mas ela passará, assim como passou para todos nós. Não vê? Todos estivemos onde você está. Olhando para o abismo do tempo, incapazes de lidar com ele. Mas é mais fácil viver do que pensar a respeito. Eu prometo.”

Você pode conhecer mais sobre a autora no site Cecília Reis e você pode conferir os três primeiros capítulos de Os Cavaleiros do Inverno no Wattpad. O livro pode ser adquirido através da loja virtual da Editora Wish.

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Ouvindo: Dancing On My Own – Calum Scott

  • Stéfani

    Em 10.05.2017

    Arrasou na resenha, já foi para a minha lista. Só a capa já super chama a atenção!

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Stéfani! Obrigada, não esquece de me contar o que achou depois de ler! 🙂
    xoxo

  • Leatrice Cristine da Silva Barros

    Em 10.05.2017

    Oiie!

    Ameei a resenha e coloquei o livro na minha wishlist! Estava olhando suas fotos e me perguntado sobre o funko e a vela quando chego no final do post e você me respondeu hahaha Adoreei!

    Beijos!

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Leatrice! Obrigada, quando ler o livro me conta o que achou dele! <3 Funkos são uma das minhas manias!!! rs <3
    xoxo

  • Amanda

    Em 10.05.2017

    Oi! Gente, preciso desse livro. Amo fantasia e essa parece muito interessante, adoro histórias com demônios, a mitologia é tão complexa e polêmica! Gostei mais ainda de saber que é uma autora nacional escrevendo uma obra de tanta qualidade. Já adicionei à minha lista, rs.

    Ah, suas fotos ficaram lindas, como sempre! Obrigada pela indicação!
    Beijos!

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Amanda! Sim, o mundo criado é super envolvente e intrigante! E é super legal poder valorizar a literatura brasileira! Me conte o que achou do livro depois de ler! <3
    Obrigada!
    xoxo

  • Adeiliane

    Em 10.05.2017

    Acho incrivel blogs que falam sobre livros é otimo ler resenhas super descritiva do livro, parabéns pelo post.sucesso

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Obrigada Adeiliane, fico feliz que gostou!!! <3 <3
    xoxo

  • Erika Monteiro

    Em 10.05.2017

    Oi Rê, tudo bem? Que resenha incrível. Ainda não conhecia a autora mas gostei muito do gênero que ela escolheu. Acredito que não seja fácil criar um outro mundo, dar vida aos personagens e manter o enredo interessante até o final. Fiquei bem curiosa para ler a obra. Suas fotos ficaram muito lindas nem dá para perceber que o dia não estava contribuindo rs Também doeu meu coração ver um livro despedaçado =/ Beijos, Érika =^.^=

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Érika! Criar um mundo diferente assim e fazer o leitor acreditar nele realmente não é fácil, mas a Cecília o fez muito bem! Obrigada, as fotos disfarçaram um pouquinho com os efeitinhos… ehehheeh <3 <3
    xoxo

  • Andrelúcia S.

    Em 10.05.2017

    Eu não tinha chegado a ver esse livro antes daqui, então foi uma descoberta muito boa ☺ parece ser aquelas histórias totalmente envolventes e que sugam o seu psicológico por dias!
    Faz um bom tempo desde a última vez em que eu li alguma coisa nesse nível, então obrigada pela recomendação. Quando meu money colaborar compartilharei dessa experiência literária contigo kkk beijão!

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Andrelúcia! A história grudou na minha cabeça por dias e dias! eheheh Com certeza é uma ótima pedida e acho que você vai gostar bastante! Não esquece de me contar o que achou do livro depois que ler! <3
    xoxo

  • Marli Papa

    Em 10.05.2017

    Amo literatura! Apesar de saber que todas são boas, hoje sou mais seletiva na hora de escolher. Fiquei com vontade de ler o livro! Você fala sobre ele com tanto entusiasmo que fica difícil ficar indiferente e não se sentir atraída pela leitura. Um grande abraço!

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Marli! Que bom que a resenha foi capaz de despertar seu interesse pelo livro! É uma literatura fantástica muito boa! Obrigada! <3
    xoxo

  • viviandiniz

    Em 10.05.2017

    Fiquei bem curiosa para ler,apesar de nunca ter lido nada neste estilo,mas se vc diz que é bom eu acredito…já queroooo!

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Vivi! Ehehe que bom que gostou, anote na lista de leitura! <3
    xoxo

  • Gabriela

    Em 10.05.2017

    Primeiramente: que resenha maravilhosa foi essa? Como você consegue escrever e se expressar tão bem?
    É a primeira vez que leio algo sobre este livro e você tem noção de que ele já está na minha lista? Você simplesmente me fez aumentar a minha lista depois de prometer para minha mãe que leria os livros que tenho antes de comprar mais e agora preciso comprar este.
    Amei a protagonista ter essa normalidade de suas preocupações serem a escolas e um garoto e depois ela é levada para um novo mundo e precisa lidar com coisas mais “relevantes” e maiores, digamos assim.
    Sinceramente, do jeito que eu me conheço, tenho certeza de que vou amar os demônios. Provavelmente será um dos pontos que mais vou amar no livro.
    Como você pode dizer que suas fotos não estavam boas? Estão perfeitas! É que você não deve ter vido as minhas, porque não chega nem perto disso. Sério, ficou lindas!
    Eu amei a resenha, sinceramente. Você me prendeu na leitura do início e agora eu preciso conferir se o livro vai me prender também como parece que vai.
    Magia é Sonhar

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Gabriela! Muito obrigada, eu fico feliz que tenha gostado da resenha e que todos meus pensamentos loucos ficaram suficientemente ordenados para falar do livro, tento sempre compreender o que li e transparecer isso nas resenhas que escrevo. Percebi que você se empolgou mesmo com a leitura do livro e eu gostei muito mesmo! Ele é simples de uma forma muito especial, entende? Eu também amei os demônios e o modo como são descritos e criados na trama é muito legal! Sobre as fotos eu tive que mudar a cor de algumas porque ficaram desfocadas! ahahaha Mas muito obrigada pelo carinho e espero que você aprecie a leitura do livro ainda mais que a leitura da resenha! <3
    xoxo

  • Gislaine

    Em 10.05.2017

    Eu fico meio intrigada quando uma historia parece tão boa e complexa mas o livro tem tão poucas páginas. Fico um pouco com o pé atrás, receosa de acabar sendo muito superficial e me decepcionar. No entanto, sua resenha de fato me cativou. Vou dar uma oportunidade a essa obra, com certeza!
    Literalize-se

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Ahaha eu também tinha a mesma impressão Gi! Só que o livro é bem escrito e prova que tamanho não é documento. E, por ter continuação, sabemos que ainda tem muito a ser descoberto e muitas surpresas a serem mostradas! Quando puder, dê uma chance ao livro sim! <3
    xoxo

  • The Brunette’s Tofu

    Em 10.05.2017

    Não conhecia o livro, fiquei super curiosa 🙂 Gostei muito da resenha! Segui vc

    thebrunettetofu.blogspot.pt

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oie! Muito obrigada! <3 <3 <3
    xoxo

  • Leslie Leite

    Em 10.05.2017

    Achei interessante que o livro tenha tanta valia e impressionismo e seja de uma autora brasileira, acho maravilhoso quando existe o reconhecimento à arte feita no nosso país, por que geralmente vemos apenas belas resenhas e encantamento com livros gringos.
    Pra mim o único fato que causou certa estranheza foi chamar as criaturas sobrenaturais de demônios se o que eu entendi o objetivo deles é servir como anjo da guarda. Acreditava que demônios eram do mal, e sim acredito na existência deles na vida real, mas, a autora conseguiu,por assim dizer, já que tbm não sabemos suas verdadeiras intenções, coloca-los do lado do bem. Me pareceu paradoxo.
    Enfim, como sempre, lindas fotos.

    http://www.apenasleiteepimenta.com.br

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Leslie! Bem interessante sua visão acerca da denominação usada pela autora, acredito que a intensão não seja a de apenas assimilar ao conceito cristão que temos sobre demônios, mas sim algo um pouco mais amplo. De toda maneira, a sugestividade do nome se reflete nos personagens de maneira ora verdadeira, ora questionadora, de forma que, analisando puramente o nome do ponto de vista cristão, é verdade que isto se torna um paradoxo. E sim, é muito importante valorizar a literatura brasileira! Ela sempre terá espaço aqui no blog e espero ver cada vez mais esse reconhecimento em outros lugares! <3
    Obrigada!
    xoxo

  • Renata

    Em 10.05.2017

    Parece ser um livro bastante interessante, e daqueles que prende a atenção e dá vontade de ler tudo de uma só vez. Eu gosto de livros que prendem a atenção e que tem um nível de suspense. Obrigada pela indicação, inclusive por ser uma autora mulher e brasileira, né? 🙂

    Beijos, blog vestidinho jeans

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oie! Sim, o livro é do tipo que prende muito e vale a pena a leitura! É super legal divulgar e promover a literatura brasileira e claro, dar mais visibilidade as escritoras também! <3
    xoxo

  • Marina

    Em 10.05.2017

    Ai gente! Amei sua resenha e já quero muito ler este livro!!!
    Onde eu posso comprar um exemplar? Estou doida com tudo o que você escreveu hehe
    Parabéns, tá ótima a sua resenha!
    Beijos!
    http://www.blogleituravirtual.com

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Marina! Feliz demais que gostou do livro, ele é mesmo um amor!
    Você pode adquirir na loja virtual da Editora Wish, no link https://editorawish.lojaintegrada.com.br/ 🙂
    Obrigada e boa leitura! <3
    xoxo

  • Daniella

    Em 10.05.2017

    A edição é linda demais. Nem imaginava que a história seria tão interessante assim.
    Já fiquei com vontade de ler tbm.
    Amei sua resenha, beijos.

    http://recolhendopalavras.blogspot.com.br

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Daniella, obrigada! O livro é lindo e a história também! Tenho certeza que você vai amar! <3
    xoxo

  • Aline Callai

    Em 10.05.2017

    Gente que fotos incríveis, que livro incrível, que resenha incrível! hahaha parabéns, arrasou! Nossa fiquei MUITO interessada e curiosa para ler, é o tipo de livro que eu amo e me encanta logo de cara 🙂 A história me lembrou um pouco Fallen, o estilo é parecido? Se for já amei haha
    Já vai para a listinha!
    Beijos
    http://www.nomundodaluablog.com/

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Oi Aline!!! Muito obrigada linda! Esse livro é mesmo incrível e acho que você vai gostar sim! Não tem muita relação com Fallen não (e eu adoro Fallen também!!! rsrs), porque acho que são para públicos próximos, mas tem uma ‘pegada’ diferente, entende!? ehehe Se curte fantasia, acho que vale a pensa conferir! <3
    xoxo

  • Lane

    Em 10.05.2017

    Amei o livro a capa amei a resenha tbm .
    aleituramagica.wordpress.com

  • Retipatia

    Em 10.05.2017

    Obrigada Lane! 🙂
    xoxo

%d blogueiros gostam disto: