BEDA #13 ♥ Tallulah

Em 14.08.2016   Arquivado em Reassistindo por Aí

Bom dia, tarde e noite for everybody!

Décimo terceiro dia de BEDA, se aproximando já da metade do mês e, claro, das postagens, é a vez de falar de mais um filme!

01

O escolhido de hoje é o filme Tallulah, uma produção original da Netflix, que assisti logo em seguida a terminar Honding The Man (tem post aqui no blog sobre o filme, só ver aqui).

Tallulah
Classificação 14 anos
Direção Siân Heder
Produção Original Netflix
Sinopse: Roubar um bebê não era bem o plano. Mas uma decisão instintiva transforma uma vida de rebeldia em esperança. (Fonte: Netflix)

02

Esse filme tem uma descrição de sinopse um pouco mais condizente com a trama, ou com o que, superficialmente o filme aparenta ser. Eu já havia visto o trailler deste filme, então quando o vi na página do Netflix, logo quis assistir.

Tallulah, ou Lu, como a protagonista prefere ser chamada, vive em seu furgão com seu namorado, Nico. Os dois vivem na estrada do que é possível encontrar no caminho, de pequenos furtos e apostas inconsequentes e do cartão de crédito da mãe de Nico.

Quando Nico diz que deseja voltar para casa de sua mãe, já que não a vê há dois anos, Lu é decisiva, ou ele vai embora sozinho ou fica com ela. No dia seguinte, quando acorda sozinha na traseira de seu furgão, Tallulah parte de volta para a cidade do seu namorado.

Com dificuldades de conseguir dinheiro, Lu vai até a casa da mãe de Nico, Margo, pedir por dinheiro. Margo a manda embora de imediato.

08

Sem dinheiro, Tallulah entra num hotel e começa a comer restos das comidas que os hóspedes deixam às portas dos quartos. Quando ela está em uma bandeja, a porta do quarto se abre e uma mulher pede que ela entre, já que Lu afirma trabalhar no Hotel, quando questionada.

Conversa vai e vem, Lu acaba ficando de babá da bebê chamada Madison, filha da hóspede do quarto, Carolyn. Quando a mãe da pequena retorna na madrugada, sem dar sequer atenção à filha, Lu faz uma loucura: leva a bebê consigo para dormir no seu furgão.

Após acordar, Carolyn entra em desespero por não encontrar a filha no quarto do hotel e, quando Lu acorda e vai entregar de volta a bebê para sua mãe, a polícia já está em todo o hotel, fazendo com que ela mude de ideia imediatamente. Em seguida, Lu leva a bebê até Margo, dizendo que é sua filha, com Nico.

09

A partir daí, o filme se desenrola em atos cotidianamente comuns, que envolvem uma rotina tresloucada entre pessoas que mal se conhecem e agora estão envolvidas umas nas vidas das outras.

O filme é cheio de nuances interessantes. A história mostra como mesmo as piores decisões podem representar alguns acertos futuros nas vidas das pessoas, não porque cometer erros ou coisas assim deva ser meta de vida, mas porque mesmo diante de situações arbitrárias e confusas, é possível mudar visões pelo simples fato de cada um ser quem é.

Tanto a personagem principal, Tallulah, que dá nome ao filme, quanto os personagens secundários são bem elaborados, daquele tipo que você reconhece pessoas normais, cheia de qualidades e defeitos, perfeições e imperfeições.

07

E a história, por mais que inicialmente possa soar um pouco maluca e inusitada, é completamente factível e lúcida. Para quem gosta de filmes em que o principal elemento são os personagens complexos e, assim, mais humanos e reais, é uma ótima escolha. E ainda tem o bônus de contar com um elenco feminino muito bom, como Ellen Page, como Tallulah e Allison Janey como Margo (porque sim, as personagens centrais e de maior destaque, são todas mulheres! E isso é ótimo demais!).

Na Reclassificação de Filmes, Tallulah é um Filme Muito Bom.

xoxo

Imagens: Adoro Cinema.

Ouvindo: Charlie Puth ♥ Marvin Gaye

BANNER BEDA cópia

  • Luly

    Em 14.08.2016

    Eu fiquei doida pra assistir Tallulah logo que saiu na NetFlix porque achei lindo as protagonistas serem justamente “Juno e sua madrasta”, aí li sobre a história e achei mais bacana ainda, já coloquei na minha lista! Fico imaginando como essa história termina, porque não consigo realmente imaginar.
    Sem contar que o namorado dela chama Nico que eu AMO!

  • Nana Araujo

    Em 14.08.2016

    Filme mucho loko!
    Fiquei curiosa pelo final. Beijos

  • Erika Monteiro

    Em 14.08.2016

    Oi Rê, tudo bem? Quando vi a Ellen Page no elenco já fiquei curiosa para saber o enredo. Apesar de Juno não ser um dos meus filmes preferidos, gostei dela atuando com o Leonardo DiCaprio em A origem, já assistiu? Não sei se é porque o enredo é completamente diferente e sou daquelas que ama ficção, história futurista e coisas do tipo. Aquele Os senhores do tempo (também com DiCaprio) é simplesmente incrível. Sou assim para assistir filmes faço milhares de ligações e analiso a atuação dos atores em cada filme que fizeram. Ainda não conhecia esse mas gostei do enredo, acredito que é uma história plausível de ser verídica. Me chamou a atenção também os personagens principais serem mulheres, isso nos faz ver a história de outra forma. Gostei muito da indicação, já coloquei na minha listinha. Beijos, Érika =^.^=

  • Retipatia

    Em 14.08.2016

    Oi Erika! Eu também não sou muito fã de Juno ehehe Mas gosto do trabalho da Ellen! Já assisti A Origem e acho o filme fantástico! Além dos efeitos especiais incríveis, tem um enredo super questionador e bem bolado! Os Senhores do Tempo ainda não vi, mas anotei aqui para assitir depois! <3
    Tallulah é bem diferente dos filmes convencionais e é muito bom, acho que você vai gostar!!! 🙂
    xoxo

%d blogueiros gostam disto: