Esperança ♥ Lesley Pearse

Retipatia
Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.

Esperança é mais que o nome dado à um sentimento, é o significado do nome de Hope, a protagonista do romance de época de Lesley Pearse. E garanto que ele vai te prender da primeira até a última página.

Esperança (Hope)
Lesley Pearse
Tradução de Maria Silveira
2019 | 560 páginas
Editora Arqueiro
“Deram-lhe um nome bem apropriado: esperança foi o que você
me deu, e a todo paciente que tem a sorte de ser cuidado por você.”
Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.
Sobre Lesley Pearse

Lesley Pearse nasceu em Rochester, Inglaterra, e hoje vive em Devon. Mãe de três filhas e avó de três netos, escreveu 27 romances e tem mais de 10 milhões de livros vendidos no mundo inteiro.

Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.
Sinopse de Esperança

Inglaterra, 1836. O nascimento de Hope pode ser o prelúdio de um escândalo. Prova do adultério da aristocrata lady Harvey, a menina é entregue a uma das empregadas e cresce sem saber de sua verdadeira origem.

Porém, quando completa 14 anos e vai trabalhar na mansão dos Harveys, ela vê algo que não deveria. E é forçada a fugir para os cortiços de Bristol, em meio à miséria e à doença.

Durante uma epidemia de cólera, a coragem e a gentileza de Hope provocam uma reviravolta em sua vida e ela se vê envolvida em uma guerra, cuidando dos doentes. Mas o destino parece ter outros planos para Hope, e logo a jovem precisará enfrentar os segredos por trás de seu nascimento.

Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.
Esperança

O livro de Lesley Pearse começa com um nascimento, o de Hope (em inglês, Esperança): o fio condutor de uma trama que envolve várias vidas e gerações.

Desde seu nascimento, a vida de Hope foi conturbada, ela é a prova do adultério de Lady Harvey e, assim é criada pela família dos empregados da casa, os Rentons. De tantos filhos que já tinham, uma a mais não levantaria suspeitas.

A história então irá nos levar pelo contraste das vidas dos Rentons e Harveys, com foco em Hope, em sua irmã mais próxima, Nell e, muitas vezes, através de Lady Harvey e seu marido.

O fio temporal segue o crescimento de Hope, até a idade adulta, os acontecimentos marcantes que a afastam de sua família, que à levam à miséria e a buscar ganhar a vida na cidade. Com isso, o destino trilha ainda mais desafios, em meio à epidemia de cólera e, depois com Hope atuando como enfermeira durante a Guerra da Crimeia.

Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.
“Todos sabiam que bebês recém-nascidos choravam para anunciar que estavam vivos e passando bem. Ela nunca tinha ouvido falar de algum que ficasse em silêncio, a não ser que fosse muito fraco para sobreviver. A menos que aquela fosse uma filha das fadas. Dizia-se que os filhos das fadas vinham ao mundo para trazer boa sorte. Eles podiam ser reconhecidos por sua chegada inesperada, sua beleza excepcional e sua natureza amável.”
“Como a própria mãe de Nell costumava dizer: Você precisa andar com as botas de outra pessoa para saber como é para elas.”
“Há centenas de pessoas por aí iguais a mim, da mesma forma como há muitas iguais a você. Mas é o amor entre duas pessoas que as torna especiais uma para a outra.”
Momentos históricos e temas abordados em Esperança

E, uma das belezas dessa história é como desbravamos no romance histórico, um panorama de várias vidas, de vários momentos históricos e muito da realidade do começo do século XIX. A autora, que realizou várias pesquisas, até com visitas aos locais em que a história iria passar, revela que muito do foi ocultado da História, afinal, ela sempre é contada pelo lado vencedor.

Nesse meio, um dos pontos que me chamaram a atenção é a dureza da realidade dos hospitais, que eram unidos à asilos, à época, assim como a realidade dos exércitos em campanha, que tinham baixas altíssimas provenientes de doenças, muitas vezes superando as mortes em combate. Vidas e vidas desperdiçadas por causas que a maior parte deles sequer compreendia.

Além desse lado histórico, a história de Hope não deixa de lado o romance, são vários relacionamentos explorados na trama. Alguns dignos de contos de fadas e, outros, dignos da dura realidade que ainda assombra a mulher contemporânea que sofre com o machismo e abusos maritais. Esse último, inclusive, tem uma construção bem forte no livro, com consequências que afetam a todos os familiares da vítima. É incrível como a autora abordou o tema de forma tão fluida na história e, ao mesmo tempo, impactante e real.

E não se encerra aí. Lesley Pearse conseguiu trazer também para Esperança a realidade sobre a homossexualidade na época da história. Tanto em relação à visão das pessoas em relação aos homossexuais, como pessoas pervertidas, doentes, quanto à dificuldade de aceitação. Sem contar que ser homossexual também era crime. Não que hoje tenhamos um panorama completamente positivo para as pessoas LGBTQ+, mas sem dúvidas, vários passos em prol do respeito, igualdade e combate à violência têm sido dados ao longo da história.

Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.
“O reverendo Gosling incutira nela o conceito: ‘Bem-aventurados são os mansos.’ Gussie dizia que isso era disseminado por gente rica e poderosa para se certificar de que sempre existiriam milhões de pessoas mansas a serem exploradas.”
“É um triste estado de coisas homens e mulheres acharem que o sexo oposto é tão diferente. Somos doutrinados desde que nascemos para acreditar nisso, somos encorajados a esconder nossos verdadeiros sentimentos uns dos outros, e muitas vezes empurrados para casamentos sem amor. Não é de admirar que não saibamos nos comunicar livremente.”
“Anne muitas vezes se enfureceu com a injustiça de uma sociedade que não só aceitava que o homem tivesse uma amante como quase o aplaudia, enquanto a mulher adúltera era vista como prostituta e condenada por todos. O mundo pertencia aos homens. Os homens podiam estuprar criadas, deitar-se com meretrizes e trazer doenças para casa e para a esposa; podiam até estuprar crianças e não serem punidos. Contudo, um homem não podia ter preferência por outro homem sem ser considerado um animal pervertido e, se fosse exposto, seria um pária na sociedade.”
A narrativa de Lesley Pearse em Esperança

Aliás, de impacto, Lesley Pearse entende muito. Sua narrativa é em terceira pessoa e tem o condão de prender o leitor. Se olhou para o livro e pensou que é bem grande, não se engane, essa acredito que foi minha maior surpresa de 2020. A leitura começou sem grande expectativa, mas de cara já mostrou como era bem construída, sem enrolações, e me prendendo, é claro. Inclusive, fiz Leitura Coletiva dele quando a Arqueiro colocou o e-book gratuito durante a pandemia e foi um sucesso no coração de quem participou. Assim como no meu.

A narrativa ainda consegue passar por um grande período de tempo, iniciando com o nascimento de Hope e seguindo até sua idade adulta. Mas nada de saltos exorbitantes na história. Ela segue um bom fluxo, e vai mostrando o passar do tempo intercalando as histórias dos personagens e de suas vidas, mudanças, crescimentos, derrotas. É impossível não torcer por cada uma das vidas que surgem.

Romances de época não são um estilo que costumo ler, mas com certeza Esperança mostrou que eu posso me aventurar que terei belas surpresas. Inclusive, outras leituras da Lesley Pearse já estão na minha lista de desejos, porque que escrita deliciosa essa autora tem!

Esperança é um romance repleto de vida, aventura, amores, desigualdade, relacionamentos, guerra, fome, doenças e muito mais. Como disse, é um romance sobre a vida, mas também cheio de vida. É um sopro de aconchego nos corações que podem acreditar que, diante das adversidades, não é possível superar ou prosperar. Às vezes, o que acreditamos que nos foi tirado, estava apenas sendo removido para que coisas melhores e mais importantes tivessem espaço.

Uma leitura mais que recomendada! Simplesmente apaixonante!

“O que me parece é que eles glorificam a guerra. Não nos contam, como Hope faz, sobre os homens que desmaiaram de calor na marcha para Balaclava porque seus uniformes eram quentes demais, nem que não tinham nada para beber.”
“As futuras gerações seriam capazes de acreditar que o imenso número de homens que morrera naquela guerra tinha sucumbido por uma causa que eles nunca compreenderam de fato? Ou que um número ainda maior morrera de doenças ou infecções?”
“Ela se forçara a sobreviver então, sempre otimista de que as coisas iriam melhorar. Mas agora sabia que não era verdade: a vida não passava de uma longa sucessão de calamidades até a pessoa morrer.”
Resenha de Esperança, da Lesley Pearse, romance publicado em 2019 pela Editora Arqueiro.
Aleatoriedades

Como cheguei a falar na resenha, o e-book do livro Esperança da Lesley Pearse ficou gratuito por um período na Amazon, e foi quando fiz uma Leitura Coletiva dele no @retipatia (se não me segue no Instagram, bora lá). Praticamente todas as pessoas que leram terminaram antes do prazo de leitura para as discussões porque é um livro viciante! Além disso, todo mundo amou a história!

Inclusive, esse foi um livro que eu amei tanto a história que quis ter o físico também na minha estante. Deixo aqui os links (comissionados) caso você queira conferir ele também:

Disponível em Amazon | Submarino | Americanas | Shoptime

Dica de Leitura: se você curte romances de época e ainda não conhece a rainha dos romances que já foram contemporâneos, mas que hoje, podem ser considerados “de época”: leia Jane Austen! E tem resenha de Persuasão e Razão & Sentimento!

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia

3 thoughts on “Esperança ♥ Lesley Pearse

  1. Não consegui vir ontem comentar e estava ansiosa para ver essas fotos em tamanho maior na tela do pc rs
    Que alegria ler a resenha completinha, desse livro que ainda não li,mas que agora já desejo e muito!
    Fazia tempo que não lia um romance de época(essa semana que me forcei a começar um e estou amando(Um Acordo de Cavalheiros) um nacional gracinha e hot, hot! rs
    Por isso, Esperança já vai agora para a listinha dos mais desejados e com certeza, quero viajar no tempo assim!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor(@vazionaflor)

  2. Como eu disse lá no ig, esse livro me remete muito aos livros de banca que eu via minha mãe ler quando eu era pequetitita, rs, mas acho que é por causa da capa. Eu gosto de livro que me tirem da minha zona de conforto e esse parece que faz isso, se não me engano eu o peguei ele gratuitamente através da sua divulgação no ig e não estava dando nada por ele.
    Eu sou muito fã de romances de época, porém dificilmente eu havia visto algo que tocasse tão profundamente em questões tão delicadas e desconfortáveis.

  3. Não dava nada pela história e amei acompanhamos Hope vivenciando muitas injustiças, passando fome, encarando uma doençá com poucos recursos e nunca perder a generosidade. Tratou de temas importantes de forma realista e flúida

Repense, renove, rediscuta...

%d blogueiros gostam disto: