HQ & Graphic Novel Mundo Literário Resenhas Literárias

Coragem ♥ Raina Telgemeier

Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca

Coragem é não apenas o título da HQ de Raina Telgemeier, mas a palavra chave para uma história inspiradora que fala sobre enfrentar e saber lidar com seus medos!

Coragem (Guts)
Raina Telgemeier
Colorista Braden Lamb
Tradução Giu Alonso
2020 / 224 páginas
Editora Intrínseca
Disponível na Amazon
“Um grande pensador certa vez disse: ‘seja gentil, pois cada pessoa que você encontra está travando uma grande batalha.’ E isso não diminui a sua batalha…”
Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca
Sobre Raina Telgemeier

Raina Telgemeier é uma cartunista norte-americana muito prestigiada pela crítica e Coragem é um delicado registro autobiográfico, inspirado em sua infância. É autora também de Ghosts e adaptou e ilustrou a série de graphic novels The Baby-Sitters Club. Entre muitos prêmios, conquistou três Eisner Awards e um Stonewall Honor Award. Best-sellers do New York Times, seus livros já somam quase 20 milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos e foram traduzidos para 22 idiomas. Mora em São Francisco, Califórnia.

Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca
Sinopse

A jovem Raina está com um probleminha. Ela acordou com uma dor estranha na barriga. Sua mãe também, então talvez seja só uma virose. Até aí tudo bem, acontece. É só descansar. No entanto, quando Raina volta para a escola, surgem mais problemas. A tal dor causa um enjoo que não passa, e agora ela está cheia de preocupações: medo de comer, de perder as amigas, dos trabalhos da escola e de uma palavrinha em especial, um terror que começa com a letra “v”. Para completar, ela tem que lidar com a família caótica e com uma menina que vive implicando com ela, além dos colegas de turma, que só querem saber de nojeiras.

Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca

Cada dia traz um novo receio para Raina. Ela só tem 10 anos, e talvez seja um pouco complicado lidar com tudo isso sozinha. Felizmente sua família percebe que há algo avassalador e paralisante tomando conta dela: a ansiedade. Então, com a ajuda dos pais e da terapeuta, Raina vai descobrir que uma dorzinha pode esconder nossos maiores medos, e que é preciso coragem para dominá-los.

Em Coragem, a premiada cartunista Raina Telgemeier traça, com base em suas experiências, os desafios de crescer. Em uma edição belamente ilustrada e colorida, o livro explora todo o desconforto do amadurecimento e mostra como o medo e a ansiedade afetaram a infância da autora.

Coragem

Qual seu maior medo?

É verdade que ter medo faz parte de ser humano. Não há uma pessoa sequer que não o sinta, mas o ponto principal é como lidamos com esse medo.

“Uma terapeuta tem interesse em entender todos os detalhes da sua vida! A sua história. E o objetivo dela é ajudar você a se entender melhor.”
Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca

Para Raina, as coisas não vão muito bem. Depois de uma noite passando mal com muito vômito e alguns incidentes com colegas da escola, ela abomina a possibilidade de comer qualquer coisa que possa fazê-la sentir-se mal, ou seja, que a leve a vomitar. Como se isso não bastasse, as coisas em casa são difíceis com um quarto dividido entre ela e seus dois irmãos pequenos em um apartamento também bastante pequeno para cinco pessoas. Ah e ainda tem a avó que vai ficar com eles por uns tempos!

“Você sabe que só tem controle sobre si mesma, não sabe? Existem coisas que você simplesmente não tem como controlar!”
Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca

Raina tem dez anos, é pré-adolescente. Os hormônios à pleno vapor, e realmente nem sempre é possível lidar com tudo que se passa ao seu redor. E em Coragem vamos acompanhar quadro a quadro sua rotina e seus piores medos e ansiedades enquanto a vida escolar e em casa coloca seus desafios cotidianos.

“Lauren me explicou que medos muitas vezes não fazem sentido mesmo… mas que todos nós temos algum nível de autocontrole. Então, talvez… eu pudesse aprender a ter controle sobre os meus medos também.”

Uma das melhores partes da história é que, quando Raina está passando por esse período conturbado, sua família percebe que ela precisa de ajuda e não apenas aquela que eles estão sempre a lhe fornecer. Uma ajuda profissional e, assim, Raina começa a fazer terapia. E com o tema tratado com naturalidade, a autora acerta em cheio na abordagem que incentiva não apenas que os jovens vejam o tratamento com essa naturalidade, mas também que vejam isso como necessário e saudável. Combatendo o preconceito existente para com aqueles que precisam e/ou fazem terapia, já que, muitas vezes, é o preconceito que impede que pessoas busquem ajuda.

“Às vezes tem coisas na vida que precisamos trabalhar. Mas isso não significa que a gente esteja doente. Não é tão simples quanto ter uma doença física ou se curar.”

Coragem é uma história de aprendizagem, leve, divertida e muito próxima da realidade de muitas crianças e adolescentes, trazendo temas como a ansiedade, a perda, o crescimento, o bullying e as diferenças.

Mesmo para quem já passou da puberdade, a história guarda sua mensagem, sobre se conhecer, respeitar seus limites e enfrentar seus medos. Boa parte do que passamos nos nossos dias mais difíceis vem das nossas dificuldades em nos compreender e saber que o mundo não está no nosso controle, na verdade, bem poucas coisas estão.

“Será que as minhas dores de barriga eram culpa da puberdade? Não sei. Será que as minhas crises de pânico eram culpa da puberdade? Não sei.”

Os desenhos de Coragem, da própria Raina Telgemeier, são ainda um convite para a leitura do público infantil/juvenil. As cores de Braden Lamb deram um tom bem fofo para a HQ e as mensagens são transmitidas de maneira inconfundível e, os personagens, de maneira sincera, nos traços e personalidade.

Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca
“Quando estou assim, sinto como se não conseguisse sair disso.
Tenta.
Sinto que não vou sobreviver.
Tenta.
Sinto que não consigo controlar nada.
Tenta.”
Resenha de Coragem, a HQ autobiográfica de Raina Telgemeier, publicada em 2020 pela Intrínseca

Um detalhe super interessante é que a autora se inspirou na própria vivência e história de sua adolescência para criar a Raina, sua personagem autobiográfica, por assim dizer, e compartilhar a importância de enfrentar seus medos, começando, é claro, por falar sobre eles e procurar ajuda.

HQ recomendada para quem gosta e para crianças e jovens! Vale a pena conhecer Raina e, de quebra, ainda dar um passo na direção de conhecer a si mesmo!

Aleatoriedades
  • Coragem da Raina Telgemeier foi recebido em parceria com a Editora Intrínseca!
  • As fotos foram inspiradas um pouco no ambiente escolar, com itens de papelaria que remetessem à materiais escolares e a paleta de cores, claro, seguindo a cor da capa!
  • Para quem curte uma HQ inspiradora, recomendo muito a leitura de Nimona da Noelle Stevenson!

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia

3 comentários

  1. Vazio Na Flor says:

    Fiquei olhando as fotos da Graphic e foi impossível não se emocionar!Além do jogo de cores que ela traz, traz isso de tipo, dicas valiosas para se perder ou medo. Ou ao menos, tentar o driblar!
    Cada um lida de uma forma..e isso não é ruim não.
    É preciso ter coragem todos os dias!!!!

    P.s(amei o seu blog e já o coloquei nos favoritos)
    Beijo

  2. A premissa dos quadrinhos é bem legal, mostrar como as mudanças nessa fase podem afetar mais que imaginamos e a terapia ser indicada sem preconceitos foi super bacana.

  3. […] Para Todos os Garotos que Já Amei da Jenny Han | Coragem da Raina Telgemeier | O Verão que mudou a Minha Vida da Jenny Han | Com Amor, Simon; Leah Fora de Sintonia; Os 27 […]

Repense, renove, rediscuta...