Para todos os garotos que já amei – Jenny Han

Em 17.10.2018   Arquivado em Resenhas

Uma caixa de chapéu azul-petróleo. Cinco garotos. Cinco cartas guardando os sentimentos do coração de Lara Jean.  Um envio e vários destinos alterados por causa desse mistério.

Para todos os garotos que já amei

Autora Jenny Han

Editora Intrínseca

“Não são cartas de amor no sentido mais estrito da palavra. Minhas cartas são de quando não quero mais estar apaixonada. São cartas de despedida. Porque, depois que escrevo, aquele amor ardente para de me consumir.”

(mais…)

BEDA #13 ♥ Tallulah

Em 14.08.2016   Arquivado em Reassistindo por Aí

02

Bom dia, tarde e noite for everybody!

Décimo terceiro dia de BEDA, se aproximando já da metade do mês e, claro, das postagens, é a vez de falar de mais um filme!

O escolhido de hoje é o filme Tallulah, uma produção original da Netflix, que assisti logo em seguida a terminar Honding The Man (tem post aqui no blog sobre o filme, só ver aqui).

Tallulah

Classificação 14 anos

Direção Siân Heder

Produção Original Netflix

Sinopse: Roubar um bebê não era bem o plano. Mas uma decisão instintiva transforma uma vida de rebeldia em esperança. (Fonte: Netflix)

(mais…)

BEDA #7 ♥ Holding The Man

Em 07.08.2016   Arquivado em Reassistindo por Aí

Bom dia, tarde e noite people!

Neste domingo preguiçoso, sétimo dia de BEDA (quem não conhece o projeto pode ficar por dentro clicando aqui), dia de postagem aleatória, vou falar de dois filmes que foram dois pequenos achados na Netflix, eu ia falar de dois filmes, mas me empolguei tanto falando do primeiro que achei melhor deixar o outro para um próximo post.

Ontem à noite eu assisti a Holding The Man e a Tallulah, filmes que encontrei por acaso na Netflix e resolvi ver. Confesso que estava procurando filmes leves, mas nenhum pode ser enquadrado nessa definição. Não que sejam os filmes mais tristes que já assisti, mas não são filmes totalmente ‘light’, por assim dizer.

Holding The Man (a versão disponível no Netflix também aparece com o nome em inglês, em tradução livre seria algo como “segurando o homem” e se refere a uma transgressão às regras do futebol australiano – Fonte: Wikipedia)

Direção Neil Armfield

Classificação 18 anos

A sinopse, nas palavras de chamada do Netflix, compreende: “As dificuldades em uma história de amor impossível foram vencidas. Será preciso lutar para superar novos desafios.”. (Fonte: Netflix)

(mais…)