Digo te amo pra todos que me fodem bem ♥ Seane Melo

Retipatia
Resenha de Digo te amo pra todos que me fodem bem de Seane Melo, livro publicado pela Quintal Edições em 2019.

Digo te amo pra todos que me fodem bem é o livro de estreia de Seane Melo, lançado e 2019 pela Quintal Edições. E depois de ler, eu aposto que você também vai querer dizer te amo!

Digo te amo pra todos que me fodem bem
Seane Melo
Quintal Edições
2019 / 181 páginas
Disponível em Quintal Edições e Amazon (Kindle Unlimited)
“É que não foi porque, no último ano, transei com mais caras do que algumas amigas nos últimos cinco anos, que eu não quis amar todos eles. E não tô tentando limpar a barra do sexo casual ou, pior, insinuando que começo toda relação sexual querendo um relacionamento estável, não é isso. Só sei que digo te amo pra todos que me fodem bem. Porque, no duro, quando eles fazem direitinho, fico achando que entenderam alguma coisa muito íntima sobre mim e meus desejos. Fico caidinha mesmo.”
Resenha de Digo te amo pra todos que me fodem bem de Seane Melo, livro publicado pela Quintal Edições em 2019.
Sobre Seane Melo

É jornalista, escritora, doutoranda em Comunicação pela UFF e apresentadora do podcast Mulheres que Escrevem, da iniciativa homônima, da qual faz parte desde 2017. Publicou, de forma independente, os eBooks de contos Ao vivo em Goiânia: quatro contos de patroa (2017) e O primo de Aziz (2019), além da zine Como Viver Sozinha (2018). Apaixonada por literatura erótica, também ministra cursos de escrita erótica não-convencional. Digo te amo pra todos que me fodem bem é seu romance de estreia.

Resenha de Digo te amo pra todos que me fodem bem de Seane Melo, livro publicado pela Quintal Edições em 2019.
Sinopse de Digo te amo pra todos que me fodem bem

Descontraído e direto ao ponto, o livro Digo te amo pra todos que me fodem bem da escritora maranhense Seane Melo explora outras representatividades da mulher na literatura erótica, cortando os vínculos com a literatura erótica clássica. Na pretensão de construir uma personagem feminina “real”, o romance de estreia da autora nos apresenta à Vanessa, uma jovem de 27 anos que não possui nenhum desejo fora do normal. Vanessa quer transar e, se possível, bem.

Fugindo da puta e da santa, estereótipos que predominam na literatura erótica escrita por homens e mulheres, nesta sua primeira narrativa longa, Seane busca um lugar pra chamar de seu no erotismo, passeando pelo tema da sexualidade com mais dúvidas do que certezas. “Meu desafio era escrever uma mulher que fosse ao mesmo tempo desejante, mas não sempre disponível como normalmente lia nas narrativas eróticas. Para isso, tentei construir uma narrativa em que o sexo não fosse idealizado, mas ainda fosse bom. O mais importante era imprimir as sensações da personagem na experiência”, revela.

Ao recontar suas experiências com João, Mateus e Thiago – num formato que, aí sim, se assemelha a um clássico da literatura erótica: o diário – Vanessa dialoga com produções que se arriscam pelas relações amorosas contemporâneas e exploram em maior ou menor dose a transitoriedade e instabilidade das relações atuais.

Resenha de Digo te amo pra todos que me fodem bem de Seane Melo, livro publicado pela Quintal Edições em 2019.
Digo te amo pra todos que me fodem bem
>>>Contém conteúdo explícito, indicado para público 16+<<<

Se você leu o título e sugestivamente pensou em literatura erótica, bem, muito provavelmente, você acertou. Mas também, errou.

O que está nas páginas de digo te amo pra todos que me fodem bem vai bem além do que costumeiramente se pensa de literatura erótica, muitas vezes feita apenas para excitar e repleta de um romance tão belo que só se vê nas páginas. Aquela receita de amor + sexo infalível, não se encontra aqui. E, à autora, obrigada por isso. Cada detalhe que compõe a obra é sincero. Sincero como a vida, como o sexo de verdade, como o amor e os rolos podem ser.

Resenha de Digo te amo pra todos que me fodem bem de Seane Melo, livro publicado pela Quintal Edições em 2019.

É engraçado como cada livro parece ter o tempo certo de ser lido. Recebi esse livro da Quintal Edições pouco depois de seu lançamento no ano passado, mas foi numa noite desse janeiro que olhei para a lombada na estante, peguei e passei horas ao lado de Vanessa.

tem três homens, três partes, mas muitas histórias mais…

Dividido em três partes, João, Mateus, Thiago, a narrativa segue fluida, sem obrigação de linha temporal crescente. Ela nos dá o que Vanessa vive com esses três e mais alguns outros. Começos incertos, encontros estranhos. Se é só um contatinho não pode falar de sentimento né? Fica esquisito. Se tem uma certa frequência, é porque devia ter algo a mais? Não dá pra se machucar se dizer que é só casual, né?

vem cá, senta aqui e vamos bater um papo entre amigas

É aquele livro, aquela história que, às vezes, você queria ouvir de amiga sua e, na verdade, parece que Seane é amiga nossa, que mandou o livro como recado. Afinal o mundo é muito doido e tudo que a gente ouve é como tudo deve ser perfeito numa terra em que ninguém é. E na história de Vanessa, nos seus pensamentos, fodas e transas, a gente descobre tanto sobre ela quanto sobre a gente mesmo.

sexo é tabu?

Vanessa trata de vários tabus. Claro que sexo é o principal deles, mas também tem uma gama enorme de tabus dentro do tabu chamado sexo. Mas ela envereda em seus pensamentos e debates imaginários muito do que se passa na cabeça das pessoas. É normal ele querer me comer assim? Posso gostar? Mulher pode gostar? Tamanho é mesmo documento? São coisas que parecem bobas e aleatórias talvez à primeira vista, mas que são totalmente válidas. Ainda mais porque no mundo você só pode ser santa ou puta. Não tem meio termo. E de santa pra puta basta abrir as pernas. O contrário, ah querida, sonhe!

virei amiga de Vanessa. e de Seane também (pelo menos na minha cabeça)

Apesar da história não se adentrar muito em pormenores de outros ramos da vida da personagem, é impossível ler e não se sentir próxima à ela, quase como amiga confidente. Como se conhecêssemos muito mais de quem ela é não pelo quê ela trabalha (apesar de eu amar o fato dela escrever poesia erótica e em como a autora ressalta a dificuldade das pessoas em desvincular uma figura da outra. Se ela escreve sacanagem é porque faz, né? Ok, então todo autor que escreve um thriller policial já foi policial ou matou alguém.), pelo que come com frequência ou onde frequenta. Mas bem mais em como ela se relaciona. Bem, bora trocar em miúdos mais explícitos, em como ela dá e recebe e o que vem disso daí.

para você, o que é liberdade sexual?

Se seus olhos se arregalam ao ouvir seus pensamentos em voz alta (ou talvez os de Vanessa), mas se quer se ajudar a perder amarras e pudores, se acha que a liberdade sexual é bem mais profunda do que a prática do ato, que envolve o empoderamento feminino e a igualdade entre os sexos, que é bem mais complexo do que dar e receber… então, com certeza, você deveria dizer te amo pra todos que te fodem bem. Mas se seus olhos se arregalam e você não quer sair da sua zona de conforto, bem, aí é que eu recomendo que você diga te amo pra todos que te foderem bem.

Resenha de Digo te amo pra todos que me fodem bem de Seane Melo, livro publicado pela Quintal Edições em 2019.
Aleatoriedades
  • O livro foi recebido em parceria com a minha querida Quintal Edições.
  • Para quem quiser ler mais textos da Seane Melo, dá pra acompanhá-la no Medium ou no Wattpad, onde ela publica mais histórias e outros livros.
  • As fotos da vez foi uma tentativa de fazer um flat lay maior, comigo aparecendo e trazendo uma perspectiva diferente pras fotos. Ainda preciso aperfeiçoar algumas coisas, mas no geral, gostei bastante do resultado.
  • Outros títulos recomendados da Quintal Edições: Fadas e copos no canto da casa | Incômodo Conto | Batismo

Que a Força esteja com vocês!

xoxo

Retipatia

2 thoughts on “Digo te amo pra todos que me fodem bem ♥ Seane Melo

  1. Adorei as fotos (como sempre), e fiquei curiosa para ler, é mais do que “sacanagem” apenas, acho que ela conversa com a gente sobre várias coisas que a gente se pega pensando as vezes, (algumas temos até vergonha de confessar a outra pessoa), pelo que senti na sua resenha , em um futuro breve quero ler.

  2. Estou aqui encantada com as fotos do seu blog!!!! Que capricho e dedicação! Jà acompanho seu trabalho no Insta, agora vou ser assídua aqui também! Eu amo um bom conteúdo hot, não escondo e não me envergonho disso de jeito nenhum, por isso o título deste livro já é um convite à leitura. Mas ao mesmo tempo que traz esse bom humor, traz também assuntos que precisam ser debatidos e sem pudor!
    Já foi para a lista dos desejados!
    Beijo

Repense, renove, rediscuta...

%d blogueiros gostam disto: