BEDA #12 ♥ TAG Literária

Em 13.08.2016   Arquivado em Projetos

Bom dia, tarde, noite e madrugada everybody!

Décimo segundo dia de BEDA, dia perfeito para uma TAG Literária! Até então eu não havia respondido nenhuma TAG aqui no blog e me lembrei que vi essa no blog Nuvem Literária, que resolvi fazer também. No blog ela está intitulada de ‘Book Survey’, algo como Pesquisa de Livros.

1. Livro de infância preferido?

Acho que não tenho exatamente um livro preferido da infância, porque comecei a ser uma leitora mais assídua já na pré-adolescência. De todo modo, posso citar dois livros que marcaram minha vida de leitora, quando pequena: As Brumas de Avalon, da Marion Zimmer Bradley, que minha avó paterna me emprestou e realmente me despertou grande interesse na leitura e Harry Potter e a Pedra Folosofal da J. K. Rowling, primeiro livro da saga Harry Potter que me fez encantar por todo o mundo Potteriano e amar ainda mais a leitura. Sem contar a emoção de esperar um livro ser lançado para poder conhecer o próximo capítulo da saga.
(ps.: achando lindo demais que os livros marcantes sejam de duas autoras!!!)

2. O que você está lendo agora?

Estou relendo As Brumas de Avalon – A Senhora da Magia, da Marion Zimmer Bradley; A Escola do Bem e do Mal, do Soman Chainani; As Crônicas de Gelo e Fogo – A Fúria dos Reis, do George R. R. Martin; e Espinhos do Tempo, da Zibia Gasparetto.

3. Que livros você quer emprestar na biblioteca?

Eu terminei a faculdade no meio do ano passado e, desde então, não refiz meu registro junto a Biblioteca da PUC, que era o local em que eu pegava livros tanto para estudo quanto de literarua. E não tenho registro em outras bibliotecas, para ter uma lista de livros para empréstimo.

4. Hábito de leitura ruim?

Às vezes pauso por muito tempo a leitura de alguns livros, apesar de ainda constarem como ‘em leitura’ na minha cabeça. E não necessariamente isso ocorre porque o livro é ruim ou chato, às vezes dou preferência para algum de leitura mais rápida ou empolgante e deixo os outros um pouco de lado.

5. Qual foi o último livro que pegou na biblioteca?

Livro de literatura, o último livro que peguei fora O Silmarillion, do J. R. R. Tolkien que, infelizmente, não consegui terminar de ler porque tive que devolver o livro e estava completamente sem tempo também em meio à comissão de formatura, monografia, OAB e claro, concluir as matérias do semestre! rs Mas sem dúvidas assim que a oportunidade permitir é um livro que voltarei a ler. Não o considero abandonado, por essa razão, é um livro fascinante que sem dúvidas recomeçarei a leitura algum dia e concluirei. Abandonar acho que é mais quando a gente para a leitura para não voltar mais né?! ehehe

6. Você tem um e-reader?

Até o momento não tenho nenhum e-reader. A ideia já passou por minha mente e talvez um dia eu considere comprar um para verificar como seria ler em um e-reader, porque, particularmente, o ato de segurar um livro físico, para mim, é tão bom que faz falta na hora de ler alguma coisa virtual. Já li alguns livros no meu tablet apenas e sei que a experiência não é a mesma que a dos e-readers, razão pela qual penso em dar uma chance para eles, quando a oportunidade surgir.

7. Você prefere ler um livro por vez ou vários de uma vez?

Acho que o tópico um já deixou claro que leio mais de um livro ao mesmo tempo, mas, de todo jeito eu sempre preferi ler mais de um ao mesmo tempo. Acho que é bom para intercalar inclusive livros que a leitura pode ser mais demorada como As Crônicas de Gelo e Fogo (e que também não são nada práticos para se carregar na bolsa), com leituras mais rápidas.

8. Seus hábitos literários mudaram desde que criou o seu blog?

Meu blog tem apenas quatro meses, é um bebê ainda, nem desfraldou, mas talvez uma leve mudança já tenha ocorrido: estou conseguindo me focar em ler mais livros desde que comecei o blog, em abril, e tenho participado de maratonas e projetos de leitura que antes sequer passava pela minha cabeça.

9. Qual foi o livro que você menos gostou de ler esse ano?

Deixe-me recaptular os livros lidos, até então, acho que são dois que podem figurar nesse roll, o Detergente Divergente e Insurgente, da Veronica Roth. A saga não me encantou de modo algum, a leitura é lenta, os personagens rasos e previsíveis. Parecem que não agem por suas próprias motivações ou destino. As histórias são um pouco enroladas demais também. Não sei, são leituras fracas, Insurgente, melhorara um pouco no início do fim, consegue ser mais desinteressante do que Divergente, então o que menos gostei é provável que seja Divergente.

10. Livro preferido que leu este ano?

Li muitos livros excelentes e marcantes, mas se é para selecionar só um meeeesmo, terá que seu meu xodoxinho As Crônicas de Amor e Ódio – The Kiss of Deception, da Mary E. Pearson. Inclusive a primeira resenha aqui do blog foi sobre esse livro lindo, para ler é só clicar aqui!).

11. Com que frequência você lê fora da sua zona de conforto?

Interpretei a frase em dois sentidos: zona de conforto = local de leitura habitual e zona de conforto = tipo de conteúdo literário.

No primeiro caso, para mim, qualquer lugar é lugar de ler: na fila do banco, no ponto de ônibus, na cama, no sofá, no ônibus, na casa de alguém… Claro que pode haver um local mais confortável que o outro, mas eu gosto mesmo é de poder ler quando dá vontade, então, geralmente, não importa muito onde será, desde que seja possível a leitura.

No segundo caso, que, analisando agora, me parece mais óbvio (risos eternos de mim mesma kkkk), eu tenho o hábito de ler tudo que me é recomendado e tudo que a capa ou a sinopse me agrada, mas acho que, de modo geral, sempre leio livros do mesmo estilo. Mas sempre gosto de ter um estilo diferente me aguardando, como a leitura atual do livro espírita Espinhos do Tempo (primeiro do gênero que leio) e assim como comprei alguns livros de suspense/terror recentemente que parecem excelentemente sombrios, e que com certeza dão uma ótima variada no tipo de leitura mais habitual.

12. Qual é sua zona de conforto literária?

Agora com essa pergunta a primeira interpretação de zona de conforto parece estapafúrdia! kkk Mas sigamos, acho que os gêneros que mais leio são, sem dúvidas fantasia e romance, o que deve fazer deles os gêneros mais confortáveis, eu acho.

13. Você consegue ler em ônibus?

Até de pé se o livro for empolgante o suficiente, eu leio. Sem problemas!

14. Lugar preferido para ler?

Acho que é provável que seja na minha cama, com minah mantinha e bichos bem fofinhos para abraçar e me escorar! ehe

15. Qual é a sua política de emprestar livros?

Há muitos e muitos anos passados, já fiz esse tal lance de emprestar livros… sempre decepção, desgosto e dor no coração. Sou super mega ultra apegada aos meus livros e hoje, só empresto para pessoas que são extremamente zelosas, que tem a total noção do quão chata eu sou com meus filhotes e jamais ousaria maltratá-los. Isso deve reduzir a lista para, basicamente, minha irmã. rsrsrsrs

16. Você faz orelhas nos livros?

Isso seria crime, punível com desonra total!!! J A M A I S !!!

17. Você já escreveu nas margens dos livros?

Nos livros tradicionais de literatura, não faço sublinhado, risco, colorido, pontinho de lápis que seja. Os únicos que eu chegava a fazer anotações e a sublinhar conteúdos eram meus livros de estudo da faculdade. E, excepcionalmente, tem um livro que eu não chego a escrever nele (colo um monte de post-its com minhas anedotas), mas faço algumas marcações nos parágrafos e frases que quero dar destaque, que é o Para Ser Escritor, do Charles Keifer (se quiser conhecer sobre esse livro lindo, confira os posts aqui, aqui e aqui!).

18. Nem mesmo em livros didáticos?

Eu sou apressada e respondi isso na pergunta anterior, né?! hehe

19. Em que língua você prefere ler?

O bom e velho português do Brasil, mesmo. Leio uma coisinha ou outra bem simples em inglês, porque ele não é dos melhores. Mas, quando meu exemplar da continuação de The Kiss of Deception chegar, o The Heart of Betrayl, que ainda não possui versão em português, eu lerei com certeza!

20. O que faz você amar um livro?

Essa pergunta é um pouco complicada para mim. Eu gosto de algumas leituras que são bem blé, sabe, meia boca e gosto também de outras reconhecidamente refinadas. Não é isso que os torna amaáveis. Nem mesmo o fato de ser um livro que eu leio muito rapidamente, geralmente isso ocorre porque ele é empolgante, mas não é isso o que me faz amá-lo. Acho que amo um livro quando ele é capaz de me contar uma história de uma maneira tão única, que ele chega a ser capaz de me transportar para aquele mundo novo, me fazer acreditar, enquanto passo as páginas que, por mais absurdo que possa parecer, tudo aquilo é real. E isso geralmente vem acompanhado de personagens marcantes (não apenas os principais), um bom enredo e uma boa escrita.

21. O que te inspira a recomendar um livro a alguém?

Geralmente eu recomendo livros quando tenho noção do gosto/estilo de literatura que a pessoa curte. E também costumo recomendar livros que já li e gostei.

22. Gênero/tema preferido?

Acho que, por questões quantitativas, fantasia.

23. Gênero que você raramente lê?

Acho que livros de culinária (porque sou negação na cozinha), de viagem, biografias e aqueles combos de 50 milhões de coisas para ver, comer, degustar e ouvir antes de morrer.

24. Biografia preferida?

Vergonhosamente ou não, eu praticamente não leio biografias. Não é algo que me desperte o interesse. Mas, ultimamente estou querendo ler uma sobre a Amy Winehouse (mas não quero ler a que o pai dela escreveu, estranhamente ou não), se alguém tiver alguma indicação, diz aí!

25. Você já leu livros de auto-ajuda?

Assim, de memória, acho que não.

26. Livro preferido de culinária?

Como já deixei bem claro, sou a negação em pessoa da culinária. Só tenho um ou outro livrinho com tipos de cupcakes, popcakes e essas coisas fofas, que gosto de fazer às vezes. Não tenho nenhum muito diferentão ou preferido.

27. Livro mais inspirador que leu esse ano (ficção ou não-ficção).

Mais inspirador é atá fácil de responder. Apesar de The Kiss of Deception ter um apelo feminino muito bom e ser a minha leitura preferida até agora, amor dos amores, Extraordinário é o livro mais inspirador que li neste ano (tem comentário sobre ele aqui também!), provavelmente porque é de uma incrível profundidade e um dos mais tocantes que já li.

28. Petisco preferido enquanto está lendo?

Balinhas de gelatina são minhas favoritas e para beber geralmente um chá quente, se não estiver calor, e água, sempre!

29. Diga um caso em que a fama do livro destruiu a sua experiência.

Acho que terei que repetir a saga Divergente aqui, mas não que a fama dele tenha o tornado ruim. É mais porque não consigo entender a fama da saga, que é fraca demais, para tanto fuzuê.

30. Com que frequência você concorda com críticas dos livros?

Ixi, eu sou meio doida, de gostar às vezes de um livro que a crítica detesta ou não gostar de um aclamado pela crítica, então é comum eu discordar.

31. O que você acha sobre dar feedback negativo sobre um livro ou fazer uma review negativa?

Aquela frase, gosto é igual… Mas toda crítica deve ter embasamento, o que vale tanto para a crítica negativa quanto a positiva. É justo não gostar de um livro e deixar seu ponto de vista claro, desde que embasado. Aquele “não gostei e pronto” não resolve nada, assim como o “gostei e pronto”. Todo feedback/review tem de ter fundamentação, se esta for bem feita, é possível fazer uma boa crítica, seja ela negativa ou positiva, e ainda manter o zelo e o respeito com os que gostam ou desgostam de tal obra, tudo será bem vindo.

32. Se você pudesse ler em outra língua, qual seria?

Hum… não sei se já pensei nisso. Mas tenho vontade de aprender francês e italiano.

33. Qual o livro mais intimidante que você tem?

Pergunta capciosa. Não sei se tenho algum que eu considere assim, talvez os dois volumes que recentemente adquiri do Andrew Pyper, Os Condenados e O Demonologista.

34. Livro mais intimidante que você está nervoso para começar?

De novo, os dois livros do Andrew Pyper, Os Condenados e O Demonologista, e talvez seja porque não sei o que esperar deste tipo  de leitura.

35. Poeta preferido?

Gosh! Acho que não tenho. É um pouco como música: gosto de músicas e não de cantores/as especificadamente, no geral.

36. Qual foi a maior quantidade de livros que você pegou da biblioteca de uma só vez?

Eu geralmente pegava meu limite, que acho que era de 5 exemplares e 10 na época da monografia. Mas já fiquei com mais de 15 livros na época da monografia, porque peguei livros na minha ficha, na da minha irmã e na de amigas! eheheh

37. Quantas vezes você devolveu livros que não leu à livraria?

Eu não costumo trocar ou devolver os livros que compro. Já troquei apenas quando comprei um volume que já tinha e não me lembrava! eheh

38. Personagens preferidos da literatura?

Nossa, acho que a pergunta mais difícil! kkkk Eu tenho uma queda por personagens coadjuvantes, e então, em algumas séries e sagas tenho meus coadjuvantes preferidos: Stevie Rae (Saga House of Night), Lilá Brown e Luna Lovegood (Série Harry Potter), Cam (Série Fallen)…E tem alguns protagonistas também: Lizzie e Mr. Darcy (Orgulho e Preconceito) – (típico…), Lia (The Kiss of Deception), Morgana (As Brumas de Avalon),

39. Vilão preferido:

Nossa, vilão de livro chega a ser complicado. Tem uma que amo demais mas não posso citar aqui porque é de um original meu (ahaha sim, eu posso amar os vilões que eu mesma criei, não é mesmo?), mas fora isso tem novamente o Cam de Fallen, que não chega a ser exatamente vilão e o Kalona, da Série House of Night.

40. Livros que você leva em viagens:

Geralmente levo os livros que estou lendo ou algum que estou muito ansiosa para começar e a viagem é a desculpa perfeita para se começar um novo livro…

41. O maior tempo que você ficou sem ler livros:

Provável que durante a faculdade, meu último semestre (1º semestre de 2015) foi caótico e não tive muito tempo para leitura, apesar de não ter parado completamente.

42. Um livro que você não terminou de ler:

Eu não abandono livros, como eu disse, mas tem um que eu interrompi a leitura porque estava sem tempo e ele acabou ficando na estante esperando outra oportunidade. É o livro Coração de Pedra – Volume I, de Charlie Fletcher. Mas quando der vou recomeçar e ir até o fim.

43. O que te distrai quando você está lendo?

Dependendo da leitura, nada. Mas o que mais me distrai é sempre alguém querendo que eu converse e dê atenção.

44. Adaptação preferida para filme?

Ixi, complicado. Mas acho que terei que eleger O Senhor dos Anéis. Alguns dirão que sou louca, porque os livros são infinitamente mais ricos que os filmes. Eu acho que ambos são obras independentes e possuem seus próprios méritos. E, a trilogia de O Senhor dos Anéis conseguiu retratar de um bom ponto de vista, ainda que só uma pequenina parte, o mundo de Tolkien.

45. Maior decepção com adaptação para filme?

Acho que, um clássico da ruindade seja também Anjos e Demônios. O livro é ótimo e sensacional e o filme tirou o sentido de vários pontos cruciais da história, conseguindo ser ainda pior que a fraca versão de Código DaVinci. Deve ter outros, como As Brumas de Avalon que teve quatro liros amontoados em um único filme, mas que não chega a ser minha maior decepção, mas agora não estou lembrando.

46. Maior quantidade de dinheiro que já gastou numa livraria?

Eu compro muito mais livros online do que em livrarias físicas, mas acho que um dos maiores rombos deve ter sido na média de uns duzentinhos.

47. Quantas vezes você folheia um livro antes de ler?

Não tenho o hábito de folhear demais não, para não correr o risco de ver um nome ou algo que me faça me auto-spoilear… ehehe Normalmente eu sequer leio as orelhas do livro, algumas contam demais do enredo e gosto de ser 100% surpreendida. No máximo leio a contracapa.

48. O que te faz parar de ler um livro na metade?

Sou brasileira e não desisto nunca, lembra? ahaha

49. Você gosta de manter seus livros organizados?

Gostar eu até gosto mas não tenho muito espaço para eles, a estante que tenho no momento sequer comporta todos os exemplares. Mas, se todo o planejamento der certo, em alguns meses terei uma estante maior novinha em folha e poderia organizá-los melhor. No momento, as palavras chave do acondicionamento é: fazer caber!

50. Você prefere guardar os livros ou dá-los para alguém assim que terminou de ler?

A ideia de não manter um livro parado na estante é linda, não é mesmo? Maaas, eu sou possessiva a ponto de não querer emprestar, quem dirá ter a capacidade de dá-los! ahha Eu guardo tudinho mesmo!

51. Tem algum livro que você está evitando ler?

Acho que não.

52. Um livro que te fez ficar com muita raiva.

Pior que acho que não tem… sei lá…. rsrsrsrs

53. Um livro que você não esperava gostar mas gostou?

Ah, eu acho que sempre pego o livro esperando gostar! Nem que seja um tiquinho!

54. Um livro que você esperava gostar e não gostou?

Provável que a Saga Divergente.

55. Literatura prazerosa preferida, sem culpa?

Ah, acho que ler em si já é prazeroso. Vale de tudo, desde que agrade ao leitor! <3

Essa TAG é grandinha mas achei bem divertido respondê-la, faz pensar mais sobre minhas próprias preferências literárias! Conta aí o que você curte também!

xoxo

Ouvindo ♥ Little Mix – Black Magic

BANNER BEDA cópia

  • Nana Araujo

    Em 13.08.2016

    Uau, quanta pergunta hahaah
    Adorei a tag, quando tiver mais resenhas de livros no meu blog vou fazer!
    Eu fico meio desanimada em ler algo que todo mundo tem amando, por que sei que a chance de ser modinha é enorme. Relutei pra ler game of thrones!!!!
    Beijos

  • Ane Carol

    Em 13.08.2016

    Gente quantas perguntas. Acho que ainda não tinha visto nada parecido. kkkk Gostei das perguntas e das tuas respostas.

  • Julie Vasconcelos

    Em 13.08.2016

    Acho lindo o que a maravilhosa JK Rowling fez com uma geração de crianças que tinham tudo para não gostar de ler: ela colocou crianças para devorar calhamaços, aprender inglês para ler em primeira mão os livros que eram publicados, incentivou a criatividade e a paixão por um universo tão mágico e enriquecedor. Olhe só, você, uma leitora voraz, citando Harry Potter várias vezes nessa mesma tag! Gostei muito que esse post foi super completo e realmente deu pras pessoas conhecerem seus hábitos de leitura e seu gosto. Mas, agora uma opinião pessoal, acredito que esse é o tipo de tag que seria mais dinâmico se fosse por vídeo! Aliás, você pensa em gravar vídeos para youtube? Acho que seria super legal pro seu blog e seus leitores iriam amar <3

  • Eduarda Rozemberg

    Em 13.08.2016

    Hey!
    Meu Deus! Que TAG enorme! Amei demais conhecer ela. Eu geralmente não faço tags que eu não seja indicada, mas essa fiquei bem tentada, viu? Adorei conhecer um pouco mais sobre você e seus hábitos de leitura. Aliás, o meu livro preferido da infância é o Harry Potter também, e é o preferido até hoje. Gostei demais da forma que você organizou a lista também, as respostas pareciam bem sinceras. Não costumo pegar livros emprestados, somente na biblioteca da puc também na questão de estudo.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

%d blogueiros gostam disto: