As Coisas Que Aprendi Depois Que Eu Morri – Victoria Aldrin

Em 15.10.2018   Arquivado em Resenhas

Ei, você, sim, você, meu amigo imaginário. Por favor, não repare muito ao redor, talvez não esteja acostumado com todo o caos… talvez coloque seu almoço para fora e, convenhamos, não estamos em condições de desperdiçar comida após a Terceira Guerra Mundial. Mas, não se preocupe, porque estou aqui para te ensinar as coisas que aprendi depois que eu morri.

As Coisas Que Aprendi Depois Que Eu Morri

Autora Victoria Aldrin

Editora Killa

“É assim que chamo o que estou vivendo, a época a partir do fim da Terceira Guerra Mundial é a pós-vida.”

(mais…)

A Guerra que Salvou a Minha Vida ♥ Kimberly Bradley

Em 07.05.2018   Arquivado em Resenhas

Um livro que a capa já é encantadora sempre me chama a atenção, é como um convite que diz vem, leia. Mas, a melhor parte é quando o que encontramos nas páginas supera qualquer capa bonita. A Guerra que Salvou a Minha Vida, da Kimberly Bradley, publicado pela Caveirinha, é exatamente assim, um ótimo convite, com conteúdo ainda mais apaixonante!

A Guerra Que Salvou a Minha Vida

Autora Kimberly Bradley

Editora DarkSide Books

“No fim das contas, foi a combinação das duas guerras – o fim da minha pequena guerra contra o Jamie e o início da grande guerra, a do Hitler – que me libertou.”

(mais…)

A Boa Mentira

Em 24.01.2017   Arquivado em Reassistindo por Aí

Bom dia, tarde e noite folks!

Mais uma indicação de filme dos achados na Netflix. Na verdade, não é bem um achado porque o filme é da Paris Filmes e tem a Reese Witherspoon bem em destaque, na capa, o que já é suficiente para vender. Ainda assim, eu não conhecia o título e na Netflix você irá encontrar como ‘Uma Boa Mentira’, apesar de, em outros locais, constar como ‘A Boa Mentira’.

Título: A Boa Mentira

Título Original: The Good Lie

Disponível no Netflix

Direção: Philippe Falardeau

Paris Filmes

Ano: 2014

Sinopse: A guerra entre o Sudão do norte e do sul iniciou-se em 1983, destruindo vilarejos e devastando o país. Em 1987, milhares de crianças começam uma marcha em direção à Etiópia e depois ao Quênia, estas crianças ficaram conhecidas como ‘os garotos perdidos do Sudão’. O filme retrata a história dos sudaneses Mamere (Arnold Oceng), Jeremiah (Ger Duany), Paul (Emmanuel Jal) e Abital (Kuoth Wiel), que esperam no campo de refugiados do Quênia para serem levados aos Estados Unidos, conseguindo suas passagens apenas treze anos depois. Os quatro são recebidos por Carrie Davis (Reese Witherpoon), uma agente de empregos que foi destinada a lhes conseguir empregos, que é a condição de permanência no país.

(mais…)