Para Ser Escritor – Um Conselho de Mario Quintana ♥ Charles Kiefer

Em 23.03.2017   Arquivado em Resenhas

Bom dia, tarde e noite folks!

Disfarçando as evidências e negando as aparências, a resenha de hoje é de um capítulo do livro Para Ser Escritor, do autor Charles Kiefer, publicado pela Editora LeYa. Um livro muito amor que fala sobre uma das minhas paixões: a escrita!

Sinopse: Ninguém nasce escritor, torna-se escritor, afirma o autor neste livro de textos rápidos, mas consistentes. Escritor consagrado, publicado também na França e em Portugal , Charles Kiefer possui mais de 30 títulos, alguns com dezenas de reimpressões. Recebeu prêmios importantes, como o Afonso Arinos, da Academia Brasileira de Letras, e o Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro. Além de tudo isso, é, também, professor. E, nos últimos 25 anos, tem ensinado a arte da escrita a milhares de pessoas. Nesta obra, as variadas facetas do processo criativo, os mecanismos de funcionamento do sistema literário, os problemas éticos e sociais da vida autoral são discutidos com rigor e ternura, repetindo na escrita a forma de atuação do escritor-professor em sala de aula. Se você deseja conhecer melhor o universo da escrita, ou se tem, também, pretensões literárias, não pode deixar de ler esta obra.

(mais…)

Conto ♥ Sincronia

Em 21.03.2017   Arquivado em Contos

 

Sugestão de música para acompanhar a leitura: Lucky – Aurora

A vida é sempre certa no que ocorre, pode não parecer a princípio ou mesmo nunca entendermos como e por quê tais coisas ocorreram. Mas tudo ocorre quando precisa ocorrer. Se nos pareceu que demorou muito ou pouco, aí a conversa é outra. O entendimento de cada um é pessoal, subjetivo. A questão é que, no fim das contas, as coisas fluem como devem.

Ligo o chuveiro com certa dificuldade, a torneira está dura demais para minhas mãos e parece que todo meu corpo precisa trabalhar para girá-la.

Com a mesma rapidez que a água enche minhas mãos juntas em concha, ela se esvai por elas, num ciclo infinito que não parece ter início ou fim. O conhecimento de que é impossível contê-la por completo não me impede de tentar fazê-lo. Abro os dedos e deixo que desça pelo ralo. Fecho as mãos mais uma vez e, agora, jogo a água acumulada em meu rosto, sua temperatura quente fazendo meu corpo inteiro se aquecer.

Assim que termino o banho, sigo para meu quarto, o armário range a porta ao abrir, e escolho aquele vestido de flores que Malu tanto gosta. Ela sempre elogia quando estou vestindo e há um bom tempo que eu sequer me preocupava com o que iria vestir, não importava muito. Talvez hoje ainda não importe. (mais…)

Conto ♥ Can’t Blame a Girl For Trying

Em 11.03.2017   Arquivado em Contos

Sugestão de Música para Acompanhar a Leitura do Conto: Can’t Blame a Girl For Trying – Sabrina Carpenter

Não, a felicidade não está escondida nas pequenas coisas, como costumam dizer. É algo um tanto quanto mais sublime que isso. Não está no virar de uma esquina e esbarrar no amor da sua vida. Não está em assistir a um filme com a trilha sonora perfeita. Não está, definitivamente, em encontrar o emprego dos sonhos ou ter a carreira que deseja.

Tampouco pense que está em ter milhões na conta, em não se preocupar com dinheiro, em ter tudo o que sempre sonhou, o que precisa e o que não precisa também. Não está, ainda, em privar-se. Não está em desistir de tudo que é excessivo, em trocar os sonhos altos por alguns mais alcançáveis. Não está sequer, no fato de se sonhar.

– O que ele disse?

– Que não tinha porque continuarmos.

– E o que você disse?

– Mandei ele se ferrar. – Jordan ri, em resposta à minha fala. (mais…)

Conto ♥ A Vida Passa Muito Rápido

Em 07.03.2017   Arquivado em Contos, Projetos

Estou novamente na beirada, quase caindo. Olho para meus pés e estou calçando aquelas botas coloridas que eu tanto adoro. Papai me empurra e vou cada vez mais alto no balanço. Minha voz infantil continua a pedir “Mais alto, papai! Mais alto”. E ele me empurra e ri, vou mais alto, tão alto quanto é possível, até ver toda a cidade aos meus pés, os prédios parecendo peças acinzentadas de Lego. Tão alto e tão distante que, quando me solto do balanço, voo livre por muito tempo até começar a cair.

Não estou mais usando minhas botas coloridas ou confortavelmente ouvindo o sorriso de papai. Estou sozinha, caindo, me aproximando do concreto, cada vez mais perto do chão. Do impacto. Meu corpo irá se partir em milhares de pedaços.

– Lu? Luiza, acorde!

Abro meus olhos e vejo Camila com o olhar preocupado em minha direção. Suas mãos seguram meus ombros com força e meu corpo todo treme. Estou gelada e um suor frio escorre por minha pele. (mais…)

Conto ♥ Carnis Levale

Em 28.02.2017   Arquivado em Contos

Atenção: conto com indicação 16+

A despeito da vida, a dança é o tipo de coisa que, invariavelmente, não funciona quando duas pessoas tentam conduzi-la concomitantemente.

Em vários outros aspectos essas duas se encontram: precisam de sincronia, ritmo e sentimento para serem boas, bem feitas, bem executadas, bem relacionadas, bem escutadas e bem sentidas, por assim dizer.

Por mais que possa parecer que a vida e a dança são tão similares, já que possuem tantos aspectos em comum, não, elas não o são.

Dançar exige algo que a vida não exige, o parceiro certo. E, nesse caso, a dança de assemelha bem mais do sexo do que da vida. Não dá para que os dois os conduzam.

Afivelo meus sapatos e me encaro por alguns instantes no espelho. Meus lábios rubros dão destaque ao tom de minha pele e representam a única cor forte em todo meu reflexo. Impecável. Posso ficar impressionada com meu próprio reflexo? Bem, é uma época de luxúria, não vejo porque não ficar. (mais…)

Página 3 de 6123456