Conto ♥ Sem Título

Em 21.11.2017   Arquivado em Contos

Leia ouvindo: Aurora – Running With the Wolves

Quando parece mais simples, e ainda assim, incômodo.

Como chuva molhando as roupas do varal, como pés molhados dentro do sapato, como o trânsito parado, como interferência na rádio, ou como a ausência de sinal de internet. Como chiclete grudado na roupa. Como a culpa que não é sua. Como pernilongo durante a noite. Como arranhar as unhas no quadro negro. Como pessoas andando devagar na sua frente. Como o telefone chamando sem parar. Como ouvir as músicas na espera pelo atendimento do telemarketing. Como receber uma guardachuvada na rua. Como corte de papel. Como esse parágrafo: extenso. Parado. Repetitivo.

Ter que ter nos ombros o peso de tudo. Ter que ser mais de um, em um. Ter que ter mais de um, em um. Dar conta do recado, e de mais um pouco.

É quando me fecho no meu mundo, quando dou ouvidos apenas às melodias que surgem pelos auto-falantes, que entram pelo ouvido e ressoam pelas veias do corpo.

Como se a janela fosse mais que uma construção, mais que concreto, vidro e metal. Vai além do que os olhos podem ver. É o que a mente capta, o que o espírito sente, o que cada coração palpita e anseia. (mais…)

Conto ♥ Agridoce

Em 04.04.2017   Arquivado em Contos

Sugestão de música para ouvir durante a leitura: Like I’m Gonna Loose You – Meghan Trainor feat. John Legend

A vida é assim, meio amarga e agridoce.

Toda a bagunça que deixei antes de sair de casa, há três dias, continua me aguardando. Deixo minha mala ao lado do sofá, apenas mais um item para arrumar.

Descalço meus saltos e coloco o celular no carregador. Alongo o pescoço, deixando meu corpo cair sobre o sofá. Preciso me mover. Banho e depois, dormir.

Me levanto e ergo os braços, alongando cada músculo. A claridade da janela me indica que o sol já terminou de se levantar. Talvez com tanto cansaço quanto eu. Meus pés seguem preguiçosos até a cozinha, coloco água para ferver.

O telefone começa a tocar. Somente uma pessoa me ligaria esse horário. Na verdade… basicamente só uma pessoa me liga, além do telemarketing, é claro.

– Oi. – Não contenho a empolgação ao colocar o aparelho no ouvido.

– Adivinha quem acabou de desembarcar?

– Não sei, alguma celebridade? – Falo, já rindo pela surpresa.

– Depende.

– Do que, exatamente?

– Posso ser uma celebridade em alguma realidade paralela. – O sorriso está refletido em sua voz. (mais…)

Para Ser Escritor – Um Conselho de Mario Quintana ♥ Charles Kiefer

Em 23.03.2017   Arquivado em Resenhas

Bom dia, tarde e noite folks!

Disfarçando as evidências e negando as aparências, a resenha de hoje é de um capítulo do livro Para Ser Escritor, do autor Charles Kiefer, publicado pela Editora LeYa. Um livro muito amor que fala sobre uma das minhas paixões: a escrita!

Sinopse: Ninguém nasce escritor, torna-se escritor, afirma o autor neste livro de textos rápidos, mas consistentes. Escritor consagrado, publicado também na França e em Portugal , Charles Kiefer possui mais de 30 títulos, alguns com dezenas de reimpressões. Recebeu prêmios importantes, como o Afonso Arinos, da Academia Brasileira de Letras, e o Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro. Além de tudo isso, é, também, professor. E, nos últimos 25 anos, tem ensinado a arte da escrita a milhares de pessoas. Nesta obra, as variadas facetas do processo criativo, os mecanismos de funcionamento do sistema literário, os problemas éticos e sociais da vida autoral são discutidos com rigor e ternura, repetindo na escrita a forma de atuação do escritor-professor em sala de aula. Se você deseja conhecer melhor o universo da escrita, ou se tem, também, pretensões literárias, não pode deixar de ler esta obra.

(mais…)

Conto ♥ Ligação

Em 10.01.2017   Arquivado em Contos, Projetos

Sugestão de música para leitura: Broods – Mother & Father

“O que há de ser, será.”

Essas foram as últimas palavras que saíram da boca dela. Sempre fora assim, algo inócuo e mais clichê do que os ditados populares. Como se uma força misteriosa definisse todo o nosso destino. Ou como se destino, de fato, existisse.

Claro que não existe droga nenhuma dessas. Tudo não passa de um consolo de que, se as coisas estão indo de mal a pior, quer dizer que a culpa não seja – totalmente – sua. Quer dizer que, ainda que você faça tudo da melhor maneira, que dê o seu máximo, não significa que você chegará lá.

Onde é esse ‘lá’, afinal de contas?

(mais…)

BEDA #29 ♥ Para onde vão os personagens?

Em 30.08.2016   Arquivado em Projetos, Revolucione

Bom dia, tarde e noite everyone!

Vigésimo nono dia de BEDA, antepenúltimo dia! Mal posso acreditar que o fim está tão próximo! rsrs Hoje é dia de tema livre aqui no blog e vou falar de algo bem aleatório. Essas coisas que ficam na cabeça da gente e que, de modo geral, podem não fazer sentido algum no fim das contas. Mas, vamos lá!

para onde

Talvez ao ler um livro, a história de alguns personagens é traçada apenas nas últimas páginas. Em alguns casos, isso não ocorre e você sequer sabe o destino de cada um deles. Talvez não coubesse falar ao fim da história, talvez o autor não se importasse com tais desfechos, talvez quisesse deixar o mistério no ar ou que sua imaginação cumprisse seu papel. Ou talvez ele simplesmente também não saiba o que aconteceu com eles.

(mais…)

Página 1 de 212