Tagcotidiano

Os blues do Djavan e a Luz de Tieta

Fico a divagar sobre as pessoas. Não de me preocupar se desperdiçam os blues do Djavan ou com quem se deita. Importo-me com o que fazem dentro de si, se o olhar que atravessa janela do ônibus tem sentido por causa dos fones dos ouvidos ou se o gole da cerveja do boteco de copo sujo chique na segunda-feira, é de cevada menos amarga que a de domingo. Não sei, talvez seja coisa da minha cabeça pensar porque o rapaz […]

Continue a leitura!