Resenhas

Sem Canção ♥ Naiara Aimee

Sem Canção

Naiara Aimee

Publicação Independente Kindle Direct Publishing

“Algumas pessoas diriam que estou sendo exagerada com toda essa apatia, mas é difícil compreender
os desgostos de alguém que não consegue amar algo que a maior parte das pessoas considera como seu
combustível para vida.”

Sobre a Autora

Naiara Aimee, nascida em 1992, estudante de Letras, é paulista e aos onze anos descobriu o amor pela escrita. Ama clássicos e suas autoras favoritas são as irmãs Brontë. Além do conto “Estela e a Fera” e “Assim Como És”, publicados na Amazon, Naiara Aimee também compartilha suas obras na plataforma online Wattpad.

Sinopse

Erin Albuquerque é uma jornalista, independente, com um futuro brilhante e um temperamento agradável. Só há uma pequena peculiaridade: ao contrário da maioria das pessoas, ela não é grande apreciadora de música.

Quando Gabriel Arantes se muda para o apartamento ao lado, Erin passa a detestar o novo vizinho que parece ter prazer em aborrecê-la com o som do seu violão. O que ela sequer imagina é que terá de lidar com essa nova situação por um longo período, pois Gabriel está longe de cessar seus acordes e deixá-la no conforto de seu silêncio.

Sem Canção

Se você não gosta de música, é bem provável que só não tenha ouvido a melodia que mexe com você. Erin Albuquerque talvez discorde dessa afirmação em seu âmago. O silêncio é seu melhor amigo, ou, pelo menos, no que diz respeito ao som que seus ouvidos captam, já que seus pensamentos não costumam se calar.

A ideia pode parecer absurda para qualquer um que goste de música, ao menos, um pouquinho que seja. Ou, especialmente para Gabriel, que acaba de se mudar para o apartamento ao lado de Erin e quer exatamente o oposto: o som de seu violão reverberando por todos os cômodos de sua casa.

Num encontro que só pode ter sido orquestrado pelo próprio destino, Erin e Gabriel se aproximam e um desafio foi lançado: será que é mesmo possível que alguém não goste nem um pouquinho de música?

Com o desafio, Erin e Gabriel se aproximam e, claro, um sentimento brota entre os acordes do violão dele e as faixas que tocam nos fones de ouvido dela, a experimentar os vários estilos musicais propostos. O clima romântico segue como se fosse uma melodia de Ed Sheeran que todos ouvem em qualquer lugar, mas, será que realmente o que a música uniu é inseparável?

Sem Canção segue em melodia suave, com as reviravoltas típicas de um romance, mas balanceadas para terem a leveza de um bom soul e a graça e a desenvoltura de um samba.

Os personagens vão mostrando-se a cada pedaço da partitura e, confissão à parte, o não gostar de Erin não passava de pura antipatia, sendo facilmente desconstruído para quem se alegava tão ferrenha à princípio. Ainda assim, com essa corda um pouco frouxa, viajamos pelas letras musicais da história, pelos desafinos e acertos em que cada um dos principais passam, quando tocam suas próprias melodias.

Com o tempo, é possível ver que Sem Canção é melódico e traz som para vida de Erin tanto quanto o reinventa na vida de Gabriel.

Com um toque de Como Perder Um Homem em Dez Dias, o romance mostra que músicas podem ser clichês e bem-vindas e que abrir mão de algumas notas musicais pode ser a única forma de recomeçar!

Aleatoriedades

  • A leitura de Sem Canção foi feita em parceria com a autora, a quem agradeço a confiança e oportunidade!
  • As fotos para esse livro foram surgindo na medida que em que fui percorrendo as linhas do livro, os elementos musicais e que marcaram a história eram elementos obrigatórios para esses cliques! No stories (e também salvo nos destaques), tem dicas sobre como montei o flat lay. Para conferir, é só seguir o blog no Insta: @retipatia

O e-book de Sem Canção está disponível na plataforma da Amazon e também pelo Kindle Unlimited.

Que a Força esteja com vocês!

Ouvindo: Stand By Me – Ben E. King (minha favorita da lista da playlist da Erin

2 Comments

  1. Incrível como toda vez que venho aqui fico com vontade de emprestar algum livro no Kindle! Sério, sempre tem indicações tão legais <3
    Oi, Rê. Vi lá no instagram você falando dessas fotos, e fiquei encantada por elas. Amo música e amo elementos que me remetem a ela. Não consigo me imaginar não escutando minhas músicas preferidas pelo menos uma vez por dia, por isso fiquei bem intrigada com com a Erin. É bem… peculiar achar alguém que não goste de algum canção. Dá vontade de pegar agora pra ler só pra saber como a história vai terminar!

  2. Oi Renata, como vai? Primeiramente quero te parabenizar pelas fotos incríveis que você faz, fiquei um tempinho admirando cada detalhe antes delas. Apesar de não ter um aparelho kindle, tenho o software instalado no meu computador e esse ano assinei o kindle unlimited, por isso, estou fazendo leituras incríveis todo mês, vou procurar os livros dessa autora por lá.
    Confesso que lendo sua resenha fiquei curiosa com a descrição do Erin, uma pessoa que não gosta de música? Realmente é um personagem diferente, com muitas coisas para nos contar! Eu não imagino um mundo sem música principalmente, as clássicas, amo ouvir músicas tocadas no piano ou violino enquanto leio.

    Beijos e Abraços Vivi
    https://resenhasdaviviane.blogspot.com.br

Repense, renove, rediscuta...