Clube dos Herdeiros: Como Nossos Pais ♥ Fabiana Madruga

Em 27.06.2017   Arquivado em Resenhas

Bom dia, tarde e noite folks!

Já contei para vocês que o blog faz parte do rol de parceiros da Editora Draco? Se sim ou se não, o importante é que hoje tem resenha de um livro cedido pela Editora, que, de tempo em tempo, lança algumas ações promocionais e, na última, consegui escolher um Ebook ~ yey! ~ para receber, ler e resenhar aqui pro blog! Sem mais delongas, vamos ao escolhido:

Clube dos Herdeiros: Como Nossos Pais

Autora Fabiana Madruga

Editora Draco

Sobre a Autora

Carioca, sagitariana e tricolor, largou as leis para fugir com a literatura. Autora do blog de moda e beleza Experimenta, amiga!, é uma escritora compulsiva e também não resiste a filmes de terror, episódios de Gossip Girl, batons da M.A.C., livros do Stephen King, praia, bolsas novas, pizza e redes sociais. Publicou o conto #Bonny-Read na antologia Piratas (2015). Clube dos Herdeiros – como nossos pais é o seu primeiro romance. Sinopse Hoje deve ser seu dia de sorte. Sim, é com você que estou falando! Ao virar a próxima página será como se tivesse ganhado um passe livre, uma credencial, um passaporte com visto para um mundo que mal se vê pela fechadura. Você poderá conhecer cada um dos membros da nova aristocracia do Rio de Janeiro e saber o que realmente se passa na vida, na cabeça e no coração deles (e aposto como você jurou que isso nem existia!). Só me sinto na obrigação de te alertar a respeito do principal perigo que ameaça aqueles que se julgam sortudos por cruzar essa linha: você vai descobrir que as coisas podem não ser como você imaginava e ter vontade de correr de volta para o seu mundo seguro, que antes parecia tão medíocre. Mas não precisa correr tanto. No meio do caminho sei que você vai dar meia volta e perceber que não vai mais a lugar algum. O Clube dos Herdeiros pode não ser nada parecido com um conto de fadas… mas não há como não se apaixonar perdidamente por ele! Pense bem antes de aceitar o convite: existem festas que duram a vida inteira…

A Obra

Considere-se bem-vindo à ala V.I.P onde carros de luxo, cartões de crédito sem limite e festas glamorosas lhe aguardam. Basta apresentar seu cartão dourado para entrar no Clube dos Herdeiros.

Ah, não tem o cartão? É uma pena, mas, não se preocupe, vou lhe contar os segredos escondidos nos limiares da alta sociedade carioca. Sente-se, e junte-se à fila de tijucanos para ouvir o melhor e o pior desse Clube seleto.

“Welcome to the jungle, we got fun and games / We got everything you want, honey, we know the names – Guns N’ Roses – Welcome to the Jungle”

Pinte a imagem em sua cabeça: show da Rihanna. Rio de Janeiro. Área VIP.  É na premissa do show que conhecemos nossos personagens principais e, também, a partir daí que a história de todos eles irá se fundir, até se embaralhar, para então, bem… você verá.

Manuela Garcia Leal, a jovem estudante de Jornalismo, apaixonada por moda (verdadeira it girl), praia, de uma inegável beleza estonteante e, uma pessoa um tanto quanto com dificuldades em não andar atrasada.

“Eles não faziam parte do grupo que lia – e sim do que gerava notícias.”

Logo em seguida, sua melhor amiga, Helena Piva de Albuquerque, estudante – muito estudiosa – de Direito, obstinada, bonita, com um incrível senso de justiça, e que namora há seis anos ninguém menos que Guilherme Lunardeli, um dos jovens mais cobiçados da high society carioca (é claro que todos dizem que isso só pode terminar no altar!).

“A área VIP inteira se dividia entre os que viam, os que faziam de tudo para serem vistos, os que curtiam o show e os que, por conta da bebida liberada, já davam um show à parte.”

As amigas inseparáveis seguem, após o absurdo “delay” de Guilherme, para o show. Com um espetáculo lindo acontecendo, é de se admirar que Manuela tivesse tempo de observar um rapaz sentado em um dos sofás da área VIP – acreditem ou não – lendo James Joyce. Sim, ela o viu. E, é claro, que, sendo Manuela, Manuela, nenhum rapaz seria tolo o suficiente para não olhar de volta. A conexão está formada e, mostrando maior confiança, do que, de fato, sentindo, nossa mocinha segue em direção ao rapaz que parece, ao mesmo tempo, interessante e completamente estranho.

“Espero que existam príncipes encantados concentrados em clássicos literários dando bobeira em shows pop por aí, e que deixar a pulseira seja a nova versão do sapatinho de cristal.”

Como nas cenas de filmes em que a multidão resolve se fazer presente exatamente no momento inoportuno, todos os presentes na área VIP começam a se movimentar para a saída, causando um verdadeiro mar de pessoas entre Manuela e o desconhecido. Ela é logo puxada por Helena em direção à saída, afinal Rihanna irá para o pós-festa no Londra e todos parecem ter recebido a informação juntos, sendo imprescindível que ambas (e, claro, Guilherme), também cheguem a tempo, antes do local lotar e ser impossível entrar.

“Não – Manu interrompeu – não diz mais nada! Você já se atrasou demais. – E, enfim, o beijou.”

Mesmo inconformada, Manu (sim, somos íntimos dela, você não?) segue sendo levada por Helena e pela multidão, com o sentimento de que está deixando algo importante para trás. Ou melhor, alguém. Logo antes de entrar no carro, sente alguém segurar seu braço, e o incômodo é transformado em contentamento quando ela percebe que é o seu desconhecido quem a encontrou. Mas, o mar de pessoas não contribui, Manu é pressionada por Helena a entrar no carro e sua pulseira, presente da amada avó, se desprende no braço.

“Além disso, um fantasma se insinuava cada vez mais: será que essa necessidade de privacidade absoluta não esconderia alguma hesitação de Manuela em assumir o namoro publicamente?”

Um pedido: ‘– Me devolve no Londra!’. O único problema é que o desconhecido nunca apareceu para contar história. Perdeu-se a pulseira e o possível affair.

Manu segue sua vida: praia, faculdade e a preparação para sua mega festa de aniversário. E, no meio de tudo isso: o incrível Felipe, engenheiro naval, que acaba de se mudar para o Rio de Janeiro e parece altamente interessado nela. Mas, mesmo depois de um encontro incrível, tudo que Manu consegue pensar é no tal ‘esquisito do show da Rihanna’, como afetuosamente Helena se referiu ao cara que não sai dos pensamentos da amiga.

“Uma omissão piedosa parecia muito mais interessante do que a sinceridade irrestrita e… sem retorno.”

Mas não vivemos só de Manu nessa história. Temos Helena, começando um estágio no TJ e tendo que virar duas para conseguir cumprir com todos os seus compromissos com a faculdade, novo estágio, namorado, família e amigos. Temos o irmão de Helena, Henrique, que, além de ser um dos solteiros mais cobiçados, está com prazos apertados na faculdade, sendo obrigado a fazer um trabalho como o CDF da turma, que não sabe nada do que realmente se passa com toda essa galera.

“…soltou o ar aliviado e beijou Manuela como se precisasse ter ouvido aquilo. Ela correu os dedos pelo cabelo dele e o beijou de novo, como se precisasse ter dito aquilo.”

O dia da famigerada festa de Manu chegou. Helena está desesperada por um presente à altura da amiga e acaba de encontra-lo: o esquisito da festa da Rihanna. Não haveria melhor presente para apaziguar o espírito contrariado de Manuela Garcia Leal.

O reencontro do casal Manu e ‘Esquisito’, finalmente ocorre e, muitos diriam, ‘viveram felizes para sempre’. Porém, assim seria se se tratasse de outra história qualquer. Não é o caso. Estamos falando do Clube dos Herdeiros e, apesar das aparências, nada é simples quando esse é o assunto.

“Se a sorte vinha se esquecendo dela, estava na hora de começar a trapacear com as cartas. Nada mais justo.”

Teremos ainda brigas à lá Gossip Girl, provavelmente nos melhores estilos de golpes aplicados por Jenny Humphrey, traições, intrigas, rompimentos e problemas familiares. Não se preocupe, nem tudo é ruim. Haverá também um casamento, um pedido de casamento, novos amores, novas conquistas, novos destinos e uma amizade digna de Serena van der Woodsen e Blair Waldorf. E, para conhecer tudo isso e a reviravolta traçada na trama, você precisa pegar o seu cartão dourado e entrar no Clube dos Herdeiros.

“Mais do que qualquer pessoa. Não havia mais exército, nem fortaleza, nem mesmo portão. Ele já tinha entrado.”

Ainda precisam ser destacados dois pontos antes do seu acesso ao Clube, fique atento às regras, para não correr o risco de ser colocado para fora (isso se você realmente conseguir entrar, é claro!): 1. você pode se apaixonar por um personagem ou outro pelo caminho e 2. você corre o risco de ter várias surpresas (se tiver problemas cardíacos, fique atento!).

“O problema é que ela se sentia demasiadamente acordada para tudo aquilo.”

Impressões Sobre a Obra

Alguns pontos me chamaram a atenção na leitura do livro. Este é o primeiro que leio com este tipo de narrativa. Claro que já li livros em que o narrador conversa com o leitor (no estilo que – tentei – dar à resenha), mas a impressão é de que estava sendo narrado um episódio de um seriado, já que as imagens dos personagens formavam em minha cabeça e tinha a voz do narrador falando sobre o que acontecia naquele momento… Não que isso seja, necessariamente, algo bom ou ruim. É diferente do habitual narrador que se delonga nas descrições e que se atém de modo detalhado e floreado das ações e sentimentos dos personagens. A escrita é mais rápida e pontual, numa conversa com o leitor que deixa tudo num tom leve e fluido. Os diálogos não são extensos e as passagens de tempo são bem demarcadas, ainda que aconteçam, em alguns momentos, em poucas linhas e parágrafos.

“O segundo motivo era aquele que Manu hesitava em assumir para si mesma. O que fica varrido para baixo dos tapetes que temos dentro de nós e que temos vergonha só de pensar que passaram por nossa cabeça.”

Os personagens são bem introduzidos na trama. O narrador, com a chegada de um novo integrante, faz às vezes de apresentador e dá alguns detalhes sobre aquela pessoa. Em alguns momentos achei que não precisávamos de tantos adjetivos, que algumas coisas poderiam ser reveladas pelas atitudes das pessoas, ao longo da história, já que, isso faz com que o narrador não seja muito imparcial no seu trabalho. Ele já nos faz esperar certas atitudes de cada personagem, em alguns pontos, já que, na sua apresentação, deixa fluir emoção junto à descrição.

“Manuela e Helena, Helena e Manuela. O que parecia inseparável tinha sido quebrado, provavelmente para sempre.”

Devo ressaltar que o motivo da escolha da obra para leitura foi exatamente a sinopse bem elaborada que, remete ao estilo Gossip Girl que a história traz (e descobri que a autora também é fã! Já repararam que eu termino minhas postagens com um ‘xoxo’? GG é a razão disso! Rsrs). E essa sinopse casa perfeitamente à narrativa e à história, que é levada de um modo muito gratificante pela autora. Percebi que alguns leitores do livro tiveram muitas surpresas durante a leitura e, vou assumir que eu sou do tipo que lê e gosta de pensar no que um ato pode desencadear na vida dos personagens. E, em um momento específico, parei a leitura e fiquei ‘uau! Por essa eu não esperava!’. Obrigada por isso Fabi (as que sonham que a autora lerá esse texto enorme… rs).

“…talvez as pessoas mudem, mas a gente se recuse a mudar nosso conceito sobre elas.”

E, devo acrescentar que autora é muito boa para com nós, leitores. Mesmo a trama tendo uma reviravolta, que acaba por alterar a vida de todos os personagens (todos mesmo, tá?), não é aquele tipo de coisa desencaixada que faz você encarar o livro (ou a tela do Tablet, meu caso) e dizer, ‘jamais, impossível!’. Isso porque a autora dá dicas perspicazes ao longo da narrativa, como a trilha de pão que João e Maria deixam pela floresta. Se não for bastante atencioso, logo os bichos tomam conta e comem os farelos e, acabou-se a trilha. Ou, no caso, vem outro acontecimento, que te fazem não dar a devida atenção a tais detalhes.

“Nenhum caos era maior do que o que estava dentro dela naquele momento.”

Além de todo o romance claramente aparente, a história de Clube dos Herdeiros traz muito mais. Temos um consolidado relacionamento de seis anos que enfrenta alguns problemas; uma relação de amizade que passa por uma provação; e vários laços de família (me lembrei da novela agora…) que se entrelaçam, pendem e se partem durante a trama. E vários outros pontos específicos que não serão mencionados em apartado para não configurar o crime previsto no Código Penal: spoiler (opa! Spoiler ainda não virou crime? Ah, ok, me confundi… continuemos…).

“Não existe ‘e se’. Existe o agora!”

Um dos pontos mais interessantes do livro é que, além de todo o tradicional romance que já estamos aguardando acontecer quando viramos às páginas, são os questionamentos que a autora trouxe para o livro. Há um conflito entre novo e antigo, entre rico e pobre, entre passado e futuro. Especialmente em relação à Helena e Manuela, nossas mocinhas protagonistas, que estão longe de qualquer estereótipo de ‘pobre garota rica’, é que são, antes de tudo, humanas. Cometem erros e deslizes. Tem muito sobre perdoar e ser perdoado na história. Sobre saber esperar. Sobre crescer na adversidade. Sobre confiança. Claro que temos bem representado aqueles questionamentos que já vem facilmente à cabeça quando se pensa na alta sociedade: o peso de um sobrenome, o peso do estudo, do local onde se vive, e, claro, do dinheiro. Mas, Fabiana Madruga trabalhou isso tão bem que expandiu para outros pontos tão relevantes, que nos faz achar, por um instante, que estamos no meio desse tal Clube de Herdeiros.

E, para fechar com chave de ouro, a cidade é, sem dúvidas, um dos personagens da história. Aparece aqui e ali e faz diferença, mostra presença. E, por isso, preciso ressaltar que os últimos parágrafos do livro, me fizeram sorrir.

“O amor dos dois não cabia no agora, mas podia ter o número certo do depois.”

Fatos Rápidos e Aleatórios que Quero Destacar:

  • Todo início de capítulo tem um trechinho de uma música e, adoro isso;
  • Já que spoiler ainda não é crime… pule para a próxima se não quiser ler… Logo no início, quando os “sinais” apareceram, eu shippei o novo casal que surge na trama, porque é muito mais óbvio e, às vezes, coisas óbvias também são boas;
  • Procurando sobre o livro da Fabiana Madruga na Amazon, descobri que há um outro título, da linha de ‘Clube dos Herdeiros’, intitulado ‘aristocracia perdida’ e eu já o coloquei na lista de leitura, porque quero conhecer mais desse Clube, é claro. Além disso, a história se passa nos anos 80 e eu estou imaginando se algum dos personagens de ‘como nossos pais’ irá aparecer em sua versão mais jovem por lá (curiosidade mode on);
  • A capa de Clube dos Herdeiros é linda. Apesar de ser aparentemente simples, combina com a história e com a cidade maravilhosa. A revisão do livro também é boa, encontrei pouquinhos erros (devem ter sido uns três, eu acho);
  • Helena, entendo seu perrengue com a faculdade, eu formei em Direito, sei como é ter tantos ‘Vade Mecum’ na vida acadêmica… rsrs (eu sempre tenho que colocar um comentário alheio e dirigido ao personagem que não vai me ler/responder né… mas tudo bem!).

“Qualquer chuva de novembro é curta, já que em pouco tempo começa o verão, que, para o Rio de Janeiro, é muito mais do que uma estação, é estado de espírito. Logo o céu e a vida voltam ao normal.”

Um mega obrigada à Editora Draco, pela parceria e por disponibilizar o Ebook de Clube dos Herdeiros: como nossos pais, para leitura! Se quiserem, estou abertíssima a ler Clube dos Herdeiros: aristocracia perdida, também! Ehehehe

Clube dos Herdeiros: como nossos pais, da Fabiana Madruga, publicado pela Editora Draco (e ‘aristocracia perdida’ também!), está na plataforma da Amazon e também está disponível no Kindle Unlimited:

Editora Draco | Clube dos Herdeiros | Amazon

Que a Força esteja com vocês!

Xoxo

Ouvindo: Riptide – Vance Joy

  • Luciana de Andrade-Ciana Andrade

    Em 27.06.2017

    Que post Re! Adorei! Muito legal essa iniciativa da Editora Draco, eu acho que isso cativa ainda mais a gente né. Quanto a obra eu também nunca li um livro com esse tio de narrativa, achei bem interessante. Agora tenho que confessar, eu amei as fotos. Tudo muito lindoooooo;
    Bjs

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Ci!!! Ah que bom que gostou! Sim, a Editora acertou em cheio ao trazer algo bem diferente para o rol das publicações de nacionais! Fico feliz que tenha se interessado pelo livro! Obrigada, eu tô apaixonada na capa desse livro e nessas luzinhas com pompons! ehehe Adorei muito essas fotos! <3
    xoxo

  • Paula Guimarães

    Em 27.06.2017

    Que tudo! Gente… Eu nunca assisti Gossip Girl, mas amo os atores que a interpretam. Eu amo suas resenhas Rê, e lendo o seu ponto de vista da história, só me atiça ainda mais a curiosidade. Amei as imagens. Você está de parabéns!

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Paula! Bora assistir Gossip Girl, é vicianteeee! ahaha Obrigada por acompanhar as postagens, fico feliz que a resenha tenha conseguido desertar seu interesse!!! <3 <3
    xoxo

  • Fernanda Yano

    Em 27.06.2017

    Oiee

    Que legal! Adorei isso de ter o estilo Grossip Girl . Adoro!
    Nunca li nada nesse tipo de narrativa, mas achei interessante e gostaria experimentar.
    Outra parte que gostei muito foi ter trechinho de música no começo dos capítulos, acho que dá um toque bem legal na história.
    Sua resenha ficou perfeita e as fotos maravilhosas. Parabéns!

    bjs
    Fernanda

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Fernanda! Também adoro GG (acho que isso tá claro né?! rsrsrsrs), e a narrativa do livro é super interessante! Adoro a citação de músicas e a autora acertou, porque elas estão em sintonia com o assunto dos capítulos! Obrigadaaaa!!! <3
    xoxo

  • Carolina Monteiro

    Em 27.06.2017

    Olá! A história parece ser muito boa! A resenha está ótima e as fotos maravilhosas! Você arrasou!
    Beijos!
    http://www.brincandodeolivia.com

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Carolina! Obrigada, fico contente que tenha gostado!!! <3
    xoxo

  • Sueli

    Em 27.06.2017

    Uauuu que narrativa instigante e que prende a pessoa aquela estória contada.bjsss adorei

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Obrigada Sueli! <3
    xoxo

  • Lenise Battisti

    Em 27.06.2017

    Adorei a sinopse do livro, e sua resenha me fez viajar pela trama, achei isso incrível. Enquanto lia sua resenha, também pensei um pouco em Gossip Girl, que foi uma série que gostei bastante, então, acho que seria um livro que eu gostaria muito de ler. “…talvez as pessoas mudem, mas a gente se recuse a mudar nosso conceito sobre elas.” Que quote é esse? Amei! Essa frase é muito real, porque já percebi isso na minha vida e nas pessoas que estão ao meu redor, da dificuldade em mudar o conceito por pessoas que mudaram (tanto pelo lado positivo quanto negativo), é um exercício muito interessante. Parabéns pela linda resenha!

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Lenise! Acho que se você também é fã de GG, vai adorar o livro!!! Feliz que a resenha te despertou interesse no livro também! E, acredita que essa quote que você citou é a minha favorita do livro?! ahaha Eu achei tão verdadeira e óbvia, mas é algo que eu ainda não tinha lido ainda por aí! <3 Obrigada linda!!! <3 <3
    xoxo

  • Erika Monteiro

    Em 27.06.2017

    Oi Rê, tudo bem? Como estão as coisas aí em MG? A primeira vez que vi esse livro confesso que o que mais me chamou a atenção foi ter como plano de fundo a cidade do Rio de Janeiro. Já morei lá e a cidade é simplesmente incrível. Só em pensar na Barra da Tijuca, Ipanema, Leblon, já sinto nostalgia. O enredo é bem interessante e desperta nossa curiosidade. Conforme fui lendo a resenha senti uma certa velocidade na história, como que assistindo uma série e não querendo perder nenhum episódio (sou dessas haha). Gostei muito dos quotes que você destacou, mas terei que “copiar” a Lena, algumas vezes na vida as pessoas que nos cercam mudam, crescem, se tornam diferentes, porém dentro de nós elas permanecem iguais. Como quando nos apaixonamos na adolescência, é aquela pessoa que fica na nossa mente e não aquele adulto que vemos hoje, estranho né. Não sei se consegui me expressar direito haha. Suas fotos mais uma vez ficaram incríveis, amei esse fone <3 Um ótimo final de semana pra você! Beijos, Érika =^.^=

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Érika!!! Tá tudo beeeem frio aqui em MG! ahahaha
    Acho que você vai gostar do livro, RJ é quase um personagem na história e está bem presente nos detalhes. E é sim uma história rápida, mas não necessariamente corrida, entende?! ehehe Esse quote é realmente ótimo, porque é tão óbvio e real que chega a ser o tipo de coisa que eu pensei, como nunca vi nada parecido por aí?! rsrs E deu pra entender, você explicou direitinho! 🙂 Esse fone é fofinho demais né?! Tô apaixonada com ele também!
    Bom domingo e boa semana, linda! <3
    xoxo

  • Luana Souza

    Em 27.06.2017

    Antes de mais nada, vamos falar desse fone de gatinho… Aaaah, que amor <3 Eu estou procurando um há tempos, mas nunca encontro. Achei que ia ter na Renner, mas não teve. O universo não conspira ao meu favor na hora de encontrar essas coisas :p

    Quando ao livro, eu já o conhecia, embora nunca tenha lido. A sinopse sempre me soou um pouco "Gossip Girl", mas isso não atrapalha muito as minhas leituras. Gostaria de encontrar e-books assim gratuitos, mas sempre me perco dessas promoções. Esse parece ter sido um ótimo achado, já que você você o elogiou tanto na resenha (que está incrível, e com fotos lindas! :)).

    Ah, e eu não posso deixar de perguntar uma coisa que não tem nada a ver, mas… você já começou a ler os livros da Crina Rissi? Eu tô ansiosa pra saber o que você vai achar de Perdida <3

    Beijos.

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Luuu esse fone é da Renner!!! Tinha essa cor e prateado, eu amei muito esse, super fofinho! Quando puder leia o livro, acho que você vai gostar! Esse foi gratuito porque foi parceria com a Editora Draco! 🙂 Obrigaaada!
    Ahaha quando eu digo que sou enrolada, é porque sou mesmo enrolada! Ainda não comecei a ler nada da Carina!!! Te falo quando começar!! <3
    xoxo

  • Camila

    Em 27.06.2017

    Adorei o post, tanto a resenha quanto as fotos só me deixaram com vontade de ler o livro hehe
    entrou pra minha wishlist xD

    http://www.doceestranheza.com.br

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Camila! Ahh que bom que já foi pra wishlist, o livro é mesmo muito legal!!! Obrigada! 🙂
    xoxo

  • Vivian Diniz

    Em 27.06.2017

    Me lembrou demais seriados, imaginei várias cenas,rs, bem Gossip Girls mesmo…E essas fotos estão lindíssimas, parabéns!!

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Vivi!!! ehehe Eu sempre ia lendo e imaginando como cenas de um seriado à lá GG também! ehehe Obrigada linda, fotógrafa elogiando minhas fotos eu fico toda contente! eheheh <3
    xoxo

  • Ilane

    Em 27.06.2017

    Adorei a resenha e o livro a capa e bem oponente,sei lá …rs com certeza vai pra minha lista de leitura .bjosss ou melhor xoxo.

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Ilane! Ah que bom que o livro foi pra lista de leitura! Ótima escolha! <3 A capa é bem como você descreveu, oponente!!! <3
    Por aqui sempre mandamos 'xoxo' eheheh 🙂
    xoxo

  • Lyza Cavalcante

    Em 27.06.2017

    Cara, você escreve muito bem demais!!!! Já tem quantos livros ? Serio. Se tiver me fala que eu compro meamo! Amei a resenha e a história.. achei bem diferente e interessante, prende muito a atenção. Demais. Parabéns!!!

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Lyza! Ahhhh obriga, feliz que tenha gostado! Eu não tenho livros não! ahaha Mas a narrativa da resenha foi inspirada na narrativa do livro, que segue esse ritmo! Feliz que tenha gostado!! <3 A autora tem dois livros dessa série e mais um a caminho, super amor! <3
    xoxo

  • Claudia

    Em 27.06.2017

    Que bacana seu post!
    Adorei!!!
    Eu também curti muito este livro! Gostei tanto da escrita da Fabiana que li o outro livro dela também.
    Suas fotos estão lindas 🙂
    Bjks mil

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Claudia! Ah feliz que gostou!!! Esse livro é super criativo e a Fabi soube cativar! <3 Ah que bom que gostou das fotos, obrigada!! <3
    xoxo

  • Eduarda Graff

    Em 27.06.2017

    Já ouvi falar nesse livro, mas nunca li algo sobre. Sua resenha me ajudou a entender mais sobre o livro, fiquei curiosa pela história. Essas fotos que você tirou são lindas!!! Adorei. Parabéns pelo blog! Beijos

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Eduarda! Obrigada, feliz que gostou das fotos! A resenha seguiu (ou tentei) o estilo do livro, se conseguiu te deixar curiosa, vai em frente, é uma boa leitura! <3
    xoxo

  • Amanda

    Em 27.06.2017

    Oi, Rê! Como sempre sua resenha está ótima! Super completa e detalhada, e as fotos lindas! O livro em si, porém, não é muito do meu interesse porque eu não curto muito histórias assim. Mas creio que seja uma ótima indicação para os amantes do gênero!

    Beijos!

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Amanda! Ahhh muito obrigada, linda! Fico feliz que goste das minhas longas resenhas! ehehe Com certeza, para quem gosta do gênero, o livro é super legal e descontraído, boa pedida de leitura! 🙂
    xoxo

  • Carolina S.

    Em 27.06.2017

    Essas fotos ficaram um amor ao longo da resenha. <3
    Sabe que eu não me interesso muito por esse tipo de enredo? Eu não me atraio por narrativas de classes adolescentes a la Gossip Girl (tenho pavor da série, haha). Mas achei legal uma autora brasileira, porque leio pouquíssimos nacionais e quero mudar isso.

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Carolina! Ahhh que bom que gostou das fotos!!! <3 Entendo não apreciar o gênero (é um dos meus guilty pleasure! eheheh), mas super vale a pena dar chance para nacionais. Tem de todos os gêneros e para todos os gostos, então acho que você consegue encontrar livros que vão te agradar também! <3
    xoxo

  • Ane Carol

    Em 27.06.2017

    Só de você dizer que o livro tem um jeitinho que lembra GG eu já animei. Não conhecia esse livro, mas pela tua resenha parece ser aquele livro que prende nossa atenção e que é perfeito para gente ler entre um livro e outro com a temática mais pesada.

    Obs. As fotos ficaram lindas, acho tão difícil fotografar um e-book e você fez com maestria.

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Ane! Também é fã de GG né?! ehehe Eu sou suspeita quando se trata de GG, devo assumir! rs E o livro é exatamente como você disse, leve, que flui rapidinho e serve pra sair de uma ressaca literária! 🙂
    Obrigadaaa! É mais difícil fotografar o tablet, a cor da capa não saiu muitoooo perfeita, mas fico feliz que tenha gostado

  • Jessica Bottari

    Em 27.06.2017

    Uau, a resenha ficou enorme mas valeu cada linha. O livro parece ser muito legal e fiquei com uma vontade enorme de ler. Não conhecia nem o título, nem a autora, mas já gostei hahahaha

    Beijos :*
    ohamoramia.blogspot.com

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Jessica! Falou em resenha grande é comigo mesma! ahahah Que bom que teve paciência e achou que valeu a pena a longa leitura! E, principalmente, que te despertou a vontade de ler o título! <3
    xoxo

  • tuanny sampaio

    Em 27.06.2017

    Amei a resenha! Já li o livro e estou mega sonhando com o segundo já!
    beijos
    http://www.omundodatutty.com

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Tuanny! Ah eu super quero ler o próximo também!!! <3 <3 Obrigada!
    xoxo

  • Aline Callai

    Em 27.06.2017

    Ah esse livro parece ser incrível, achei muito interessante a história e a sua resenha ficou ótima, adorei as fotos também. Adorei isso de ter um trechinho de música em cada início de capítulo, que amorzinho *-*
    Com certeza leria!
    Beijos,
    http://www.nomundodaluablog.com/

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Aline! Esse livro é super diferente mesmo! Obrigada, fico contente que tenha gostado da resenha e das fotos!!! <3 <3 As músicas dão um charme a mais aos capítulos, porque a autora sempre as colocou combinando com o tema que será abordado! <3 Bora ler também! <3
    xoxo

  • Gislaine

    Em 27.06.2017

    Rê, eu nem sei por onde começar meu comentário. Que resenha completa e que fotos maravilhosas! Confesso que já tinha trombado com esse livro por aí, mas nunca tive muito interesse pela proposta dele… Parabéns, você conseguiu mudar isso!
    Literalize-se

  • Retipatia

    Em 27.06.2017

    Oi Gis! Ah que bom que gostou, o livro tem uma proposta bem fora do comum na escrita e tentei refletir isso aqui na resenha! Feliz que gostou das fotos também! <3 <3 Obrigada!
    xoxo

%d blogueiros gostam disto: